Você não gostaria de ter alguns milhões para iniciar o seu negócio? Eu também! Com uma grande ideia e um grande plano de negócios, você provavelmente se sente quase com o direito de obter o financiamento que você está procurando.

A realidade, porém, é que para a maioria dos empresários,você terá de provar o seu conceito primeiro antes que alguém vá colocar esse tipo de dinheiro na sua empresa. Mas a maioria das empresas exige algum tipo de capital inicial para coisas como estoque, marketing, instalações físicas, despesas de constituição, etc. Enquanto a má gestão é citada com mais frequência como a razão das empresas falharem, financiamento inadequado é um segundo lugar bem próximo. Às vezes se trata de fluxo de caixa simples: muitas empresas fecharam as portas porque eles simplesmente não conseguem manter a empresa aberta por mais alguns meses até que o dinheiro entre.

Como conseguir financiamento para minha empresa?

Ao explorar suas opções de financiamento, existem vários fatores a serem considerados:

  • São as suas necessidades de curto prazo ou a longo prazo?
  • Quão rapidamente você será capaz de pagar o empréstimo ou fornecer o retorno sobre o seu investimento?
  • É o dinheiro para as despesas de funcionamento ou para despesas de capital que se tornarão ativos, tais como equipamentos ou imóveis?
  • Você precisa de todo o dinheiro agora ou em pedaços menores ao longo de vários meses?
  • Você está disposto a assumir todo o risco, se sua empresa não tiver êxito, ou você quer alguém para compartilhar o risco?

As respostas a estas perguntas irão ajudá-lo a priorizar as muitas opções de financiamento disponíveis.

Tipos de crédito para empreendedores

Fundamentalmente, existem dois tipos de financiamento para empresas:

Financiamento de dívida: Você pega o dinheiro emprestado e concorda em pagá-lo em um determinado período de tempo a uma taxa de juros definida. Você deve o dinheiro sendo a sua empresa bem-sucedida ou não. Os empréstimos bancários são o que a maioria das pessoas normalmente pensam como financiamento da dívida, mas vamos explorar muitas outras opções abaixo.

Financiamento de capital: Você vende a propriedade parcial de sua empresa em troca de dinheiro. Os investidores assumem todos (ou a maioria) dos riscos e se a empresa falhar, eles perdem o dinheiro. Mas se forem bem sucedidos, eles normalmente fazem muito maior retorno sobre o investimento do que as taxas de juros. Em outras palavras, financiamento de capital é muito mais caro se a sua empresa é bem sucedida, mas muito menos caro se não é.
Como os investidores assumem um risco muito maior do que os credores, eles são tipicamente muito mais envolvidos na sua empresa. Esta pode ser uma faca de dois gumes. Eles provavelmente vão oferecer conselhos e conexões para ajudar a crescer o seu negócio. Mas, se o seu plano é sair de sua empresa em 2-3 anos com um retorno substancial sobre o seu investimento, e sua motivação é o crescimento sustentável de longo prazo da empresa, você pode encontrar-se em desacordo com eles enquanto a empresa cresce. Tenha cuidado para não desistir de ter muito controle sobre sua empresa.

Crédito para startups, empresas incubadas e MEI

Startups, MEI empresas incubadas caem praticamente em uma mesma categoria. A primeira é do ramo tecnológico, enquanto MEI e empresas incubadas servem para qualquer área. O princípio aqui é de uma empresa que começa pequena, com baixa infraestrutura, mas com potencial de crescimento, desde que tenham o capital para tal. Se você está buscando financiamento para sua ideia, provavelmente você se encaixa em um destes tipos de empreendimento. Vamos dar uma olhada nas muitas opções disponíveis para estas empresas:

Empreendendo buscando investimentos

Sejam investimentos de clientes, bancos ou investidores, você tem que se dedicar para empreender com sucesso. (Foto: www.balticcourse.com)

Crédito com amigos ou familiares

Amigos e familiares ainda são a melhor fonte para empréstimos. Eles são tipicamente menos rigorosos a respeito de seu crédito e seu retorno esperado sobre o investimento. Uma ressalva: estruture o negócio com o mesmo rigor legal você faria com qualquer outra pessoa, ou você pode criar problemas no caminho quando você busca por um financiamento adicional. Prepare um plano de negócios e documentos formais: você vai se sentir melhor e é uma boa prática para mais tarde.

Cartão de crédito do BNDES

Cartões de crédito do BNDES são uma grande ferramenta para a gestão do fluxo de caixa, supondo que você os usa só para isso e não para financiamento de longo prazo. Tente pagar em dia as faturas dos cartões. Bem gerido, o cartão do BNDES (e empréstimos também) são as melhores fontes de financiamento para negócios no Brasil. Porém, mal gerido, um cartão do BNDES terá o mesmo peso financeiro negativo que um cartão de crédito normal. Tenha a consciência de que nos primeiros meses de funcionamento de sua empresa os limites de crédito podem ser mais baixos, mas se usados com sabedoria, você pode alavancar o crescimento de sua empresa e aumentar os limites.

Empréstimos bancários (BNDES)

Empréstimos bancários de todas as formas e tamanhos, desde microcréditos de algumas centenas de reais, geralmente oferecidos pelos bancos da comunidade local, a empréstimos de seis dígitos oferecidos por grandes bancos nacionais. Estes são muito mais fáceis de obter quando apoiados por ativos ou garantias de terceiros (por exemplo, empréstimos patrocinados pelo governo ou um fiador). Se você obter uma linha de crédito, em vez de um empréstimo de montante fixo, você não começa a pagar juros até que você realmente gaste o dinheiro. Novamente, o BNDES tem um destaque aqui. Porém, tenha a consciência de que nos primeiros meses de funcionamento de sua empresa os limites de empréstimo podem ser mais baixos, mas se usados com sabedoria, você pode alavancar o crescimento de sua empresa e ter acesso a mais dinheiro.

Leasing para empreendedores

Leasing é o caminho a percorrer se você precisar de itens caros, como equipamentos, veículos, ou até mesmo computadores. O seu fornecedor do item irá ajudá-lo a explorar esta, sendo ele uma concessionária, indústria ou fábrica de algum equipamento específico.

Investidores anjos

Investidores anjo preenchem a lacuna entre amigos e familiares e são capitalistas de risco, que agora raramente sequer olham para investimentos de baixo capital e baixo retorno. Conte com um consultor financeiro mais experiente para estruturar o negócio e saiba que este perfil de investidor busca crescimento agressivo para usa empresa com o investimento.

Outras instituições financeiras (incentivo a empreendedorismo)

Empréstimos podem vir também de instituições financeiras (ou não), que representam uma alternativa viável quando o banco diz não ao seu empréstimo. Estas instituições geralmente abrem editais anuais para oferecer recursos aos seus participantes. Vale lembrar que você geralmente tem que ganhar o edital para poder ter acesso aos recursos. Porém, muitas instituições reúnem grupos de investidores que querem buscar de forma mais organizada empresas para investirem.

Existem muitos canais disponíveis para você para levantar capital. Todas as abordagens acima têm inúmeras variações. Coloque junto um sólido plano de negócios, fale com um consultor financeiro do SEBRAE de sua cidade, encontre-se com algum professor de faculdade de sua cidade e busque seu financiamento. Garanto que em algum momento você vai receber um “sim”.

Como você financiou seu negócio? Teria dicas para quem está começando agora no mercado?

Um comentário para “Crédito para empreendedores: como conseguir?”

  1. Livia Cristina

    Olá gostaria de montar uma micro empressa, mas preciso de um financiamento, pois tenho que comprar 3 maquinas…
    Desde já agradeço

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)