O empréstimo para abrir um negócio próprio não é um mau negócio. O problema é que se esse empréstimo não for tomado pelos motivos corretos e pelo planejamento certo, há grandes chances de que o empréstimo resultará em um prejuízo para você e sua empresa, podendo tornar o sonho do seu negócio próprio um pesadelo.

5 perguntas, relativamente simples, podem te ajudar a responder se o empréstimo para abrir um pequeno negócio é uma boa ideia ou um grande risco. Essas perguntas também podem te ajudar se você quer tentar um empréstimo para seu negócio que já está aberto e funcionando, mas que precisa de recursos para um certo fim.

Empréstimo para abrir pequena empresa: por que você precisa desse empréstimo?

Você deve ser capaz de afirmar, em uma frase, por que tomar um empréstimo é crucial para abrir uma empresa. Por exemplo, o seu raciocínio pode ser, “um empréstimo vai me dar o capital necessário para abrir a empresa e manter os funcionários por X meses”. Contudo, se sua resposta, como essa de nosso exemplo, não tem uma menção direta a uma forma de receita para o negócio, você pode estar dando um tiro no pé. Uma frase aceitável seria “um empréstimo vai me dar o capital necessário para abrir a empresa e mantê-la por X meses, quando ela começará a se pagar por conta própria”.

Empréstimo para abrir um negócio próprio: em quanto tempo o empréstimo começará a ser pago?

Quando você tem um retorno sobre um investimento na empresa, significa uma porcentagem sobre o valor inicial aplicado. Para que você comece a pagar o empréstimo, o retorno sobre o investimento tem que compensar as taxas de juros do empréstimo e compensar também as taxas de remuneração de investimentos de baixo risco, tais como a CDB e a poupança. Tudo isso, ainda associado com o tempo que vai demorar para que você comece a ter o retorno. Essas associações são importantes porque investimentos com menor risco são melhores destinos para seu dinheiro, e pegar um empréstimo para um negócio arriscado que não rende tanto dinheiro pode não ser tão bom negócio.

Pensemos com exemplos. Se você pegar de empréstimo R$100 parar abrir seu negócio, e eu lucrar R$20 ao final do mês, teve um lucro de 20%. Se os juros sobre esses R$100 são de 50%, então você ainda está no prejuízo, porque teria que ter lucrado pelo menos 50% para pagar as contas. É só ter uma CDB ou poupança com um retorno qualquer e passar a usar seu próprio dinheiro que você tem um investimento menos arriscado e que pode te dar um retorno muito maior.

É um cálculo bem básico, mas a partir dessa ideia de retorno sobre o investimento (somando custos, inclusive os do empréstimo, e obtendo uma relação com o lucro), você pode começar a visualizar bem se o empréstimo é uma boa opção para abrir seu negócio.

Avaliando se vale a pena empréstimo para abrir negócio

Desde que os cálculos certos sejam feitos, você pode abrir seu negócio com um empréstimo e lucrar bastante em cima disso. Mas você vai precisar calcular com muita calma! (Foto: divulgação)

Empréstimo para abrir empresa: qual a sua melhor opção de financiamento?

Se você tiver determinado que o financiamento é necessário para abrir o seu negócio, você deve perguntar-se se o financiamento sob a forma de um empréstimo é realmente a melhor escolha para você. Talvez seja uma boa opção buscar criar um relacionamento de confiança com investidores anjo, ou com uma instituição financeira. Ou criar uma estratégia de crescimento que demande menos investimentos iniciais, com capital que possa partir do seu próprio bolso. O empréstimo tem que estar em uma última opção de uma lista, pois os riscos envolvidos são muitos, e o planejamento necessário deve ser redobrado para o sucesso do negócio.

Para quando você precisará ou poderá pagar o empréstimo?

Quão rapidamente você precisará do seu empréstimo terá um impacto substancial sobre o tipo de empréstimos para os quais você pode aplicar. Pode ser um empréstimo que tenha um prazo de carência para a primeira parcela, ou um empréstimo que já tem que começar a ser pago no mês imediatamente seguinte ao da abertura empresa. Vale lembrar que saber para quando o empréstimo será necessário (ou seja, em quantos meses sua empresa será aberta) é também importante, para que você já planeje os pagamentos das parcelas.

Onde você vê seu negócio no futuro?

Proprietários de pequenas empresas tendem a se atolar nas operações do dia a dia da gestão de uma empresa. Pode ser difícil projetar anos no futuro quando você estiver executando uma operação que requer sua atenção imediata no presente. Mas sem um plano claro, a rentabilidade do seu negócio está em risco. Pior ainda, seu bolso estará em risco porque se o negócio der errado, você terá que pagar o empréstimo com recursos próprios.

Começar um negócio próprio com seu dinheiro é uma risco menor. Começar um negócio com o dinheiro de uma instituição financeira, é um risco muito maior, que pode sujar seu nome e prejudicar suas chances de conseguir um novo empréstimo para outro negócio ou até um empréstimo pessoal. Mas bem planejado, um empréstimo pode ser o impulso necessário para um negócio de sucesso.

O que vocês acham de pegar um empréstimo para abrir um negócio próprio? É um bom negócio? Já começou um negócio com um empréstimo? Conte-nos como foi ou está sendo sua experiência!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)