O IPTU e o IPVA são dois impostos que todo cidadão que possui imóveis e carros, respectivamente, deve pagar anualmente. Neste artigo, ensinaremos nossos leitores se é possível deduzir tais impostos da declaração do imposto de renda e assim, ter um impacto menor na hora de pagar o imposto de renda.
Para declarar o imposto de renda corretamente para a Receita Federal, você deve manter organizados e separados alguns documentos que serão utilizados para confirmar seus dados e suas informações fiscais. Para saber mais detalhes, leia este artigo.
O parcelamento do IRPF nunca é uma boa opção, pois tem juros e estes podem tirar mais dinheiro ainda do contribuinte que já sofre com uma das maiores cargas tributárias do mundo. Portanto, é necessário que você faça um bom planejamento financeiro e evite ter de parcelar e pagar juros em seu imposto de renda.
Você sabe os prazos para a entrega do Imposto de Renda? Sabe quais são as multas que você pode pagar se não entregar seu imposto na data correta? Veja mais neste artigo sobre os prazos do imposto de renda.
Perante a Receita Federal, todo indivíduo que teve investimentos em ações durante o último ano, de qualquer montante, deve declarar esses valores em seu imposto de renda. Os lucros e prejuízos devem estar discriminados afim de impedir cobranças incorretas, além de também deixar claro que a alíquota só irá incidir sobre aplicações que esteja em um montante acima de R$20.000,00.
Brasileiros que estão residindo fora do país devem tomar cuidado para comunicar sua saída definitiva do país e, caso retornem, prestarem bastante atenção às condições que tornarão necessárias as declarações perante a Receita Federal.