Passa algum tempo e todas as casas acabam precisando de algum tipo de reforma. Isso pode pesar muito no bolso, principalmente se não for bem planejada. Como muitas pessoas recorrem ao empréstimo pessoal para financiar reformas, escrevemos este artigo para nossos leitores saberem quando é viável usar um empréstimo pessoal para a reforma da residência.
De nada adianta ter o dinheiro para comprar um apartamento se você não pesquisar ou não souber como encontrar o apartamento certo para você. Para ajudar nossos leitores a não terem problemas com a compra de um apartamento novo, fizemos este artigo com todas as instruções necessárias.
O penhor é uma forma de empréstimo que toma como garantia um pertence de quem está contratando o empréstimo e o retorna após o pagamento de todas as parcelas do empréstimo. Mas será que vale a pena penhorar um bem para pagar uma dívida? É o que vamos descobrir neste artigo.
A concorrência é uma das melhores coisas que pode acontecer em um mercado qualquer. No mercado financeiro, isso não é diferente. A concorrência resulta em menores preços e melhores condições para os clientes das instituições financeiras. Para que nossos leitores tirem maior proveito disso, falaremos aqui do banco brasileiro que tem a menor taxa de juros.
O banco Santander disponibiliza aos seus clientes o CDC e o Leasing de veículos, além de uma série de serviços agregados que podem ser muito bons aos clientes interessados em financiar um veículo. Para mais informações sobre o financiamento do Santander, leia este artigo.
O HSBC é um banco conhecido por seu trabalho com empresas, mas se você souber negociar taxas e trouxer as ofertas dos concorrentes para este banco, pode obter excelentes condições para o financiamento de seu veículo. Para mais informações, leia este artigo.
O Itaú, sendo uma das maiores instituições financeiras do Brasil, tem condições boas para o financiamento ou leasing de veículos. Para saber mais sobre como melhorar mais ainda estas condições e não ser passado para trás, leia este artigo.
O BNDES tem um produto financeiro chamado FINAME, que nada mais é do que um financiamento para MPMEs que querem investir em máquinas e equipamentos. Para saber mais detalhes sobre o FINAME, leia este artigo.
O FIES, como todas as formas de financiamento, tem que ser pago em um prazo dado pelo contrato e ser quitado em sua totalidade. Muitos ficam com medo de não conseguir fazer o pagamento. Mas isto não é uma questão realista, uma vez que as tarifas do FIES são fixas e de um valor muito pequeno e nada preocupante.