Você se envolveu em um acidente. Provavelmente não sabia o que fazer. Se você entrou em desespero, pode ter certeza que alguma coisa de ruim vai acontecer. Se você se envolveu em um acidente, seja qualquer gravidade que for, tem de ter sangue frio o suficiente para tomar algumas atitudes financeiras essenciais para não sair no prejuízo e nem ter problemas como processos e outros.

Abaixo vão as instruções detalhadas de tudo que você deve fazer ao se envolver em um acidente de carro, principalmente no lado financeiro. Não que não nos importemos com o lado pessoal e emocional do acidente, mas é importante ser racional neste momento para a situação não ficar ainda pior.

Pare e ajude vítimas e/ou o outro motorista

Se o seu veículo está envolvido em um acidente e você não parar, você pode estar sujeito a processo criminal. A única situação onde isto é uma exceção é quando você sofre algum perigo, como ser linchado por pessoas revoltadas com o acidente. Mesmo assim, tente registrar o momento para provar depois sua inocência com uma câmera de celular.

Observe, anote tudo mentalmente, ligue para a polícia e peça ajuda

Se alguém está ferido, há dano para os veículos, ou se você suspeitar que qualquer um dos outros motoristas envolvidos são culpados de uma ofensa no Código Penal (como a condução sob a influência de drogas ou álcool), ligue para 193 (bombeiros) e 190 (polícia). No caso de rodovias federais, você deve ligar para 191 (polícia rodoviária federal). Siga as instruções dadas a você pelo operador de emergência. A polícia chegará tão rapidamente quanto possível e você já terá memorizado boa parte dos acontecimentos. Não deixe que ninguém deixe o local do acidente. Não tente mexer em alguém ferido no acidente ou você pode agravar seus ferimentos, além de abrir espaço para um processo. Não é hora de bancar o herói.

Com a chegada da polícia, peça para que o policial faça a anotação de todos os dados do acidente, desde o número da placa dos veículos a quantidade de passageiros e o clima no momento do acidente. Caso suspeite de embriaguez por um dos motoristas envolvidos, peça o teste do bafômetro ou de sangue para o envolvido.

Não mova seu veículo até a chegada dos policiais

Mesmo se for seguro fazê-lo, não mova o veículo para o lado da estrada, fora do tráfego. Ligue as luzes de alerta, utilize cones, triângulos ou sinalizadores de advertência, conforme o caso.

Se você tiver acesso a uma câmera digital ou um telefone celular, você deve usá-l para tirar fotos da cena , de preferência antes que os veículos sejam movidos. Você também deve usar seu telefone celular para gravar em áudio o máximo de informação possível e evitar que outras pessoas tentem fazer alguma “gracinha” enquanto você espera.

Anote todas as informações possíveis

Nomes, endereços e números de telefone e da carteira de motorista de todos os outros motoristas, os números das placas dos demais veículos, bem como os nomes e endereços dos proprietários registrados dos veículos e as informações de seguro para cada um dos outros veículos. Mesmo tendo estas informações no boletim de ocorrência do policial, zelo nunca é demais. Obtenha também os nomes, endereços e números de telefone dos passageiros e das testemunhas.

Se possível, anote também o local do acidente, as condições, cores, marcas e modelos dos veículos. Enfim, muitas informações que podem te salvar de problemas mais tarde.

Registrando bem seu acidente

Ao se acidentar, não fuja e mantenha a calma para anotar todas as informações necessárias par anão entrar em uma roubada. (Foto: www.allstate.com)

Ligue para sua seguradora

Ligue para sua seguradora e mantenha a calma. Informe o acontecido e a central de atendimento estará disponível para te dar todas as instruções que você precisará sobre o que fazer, como fazer e por que fazer.

Mantenha a calma

Lembre-se que por mais difícil que possa parecer, é importante que você mantenha a calma. Não discuta com outros motoristas e passageiros. Salve sua história para a polícia. Não assuma voluntariamente a responsabilidade, assine declarações relativas a falhas, ou faça a promessa de pagar por danos no local do acidente. Principalmente onde o trânsito é pesado, muitos motoristas vão querer que você mova logo seu veículo. Não o faça, mas saia da pista principal para não correr o risco de atropelamento.

Cuidado com os aproveitadores

Tenha cuidado com os operadores de reboque não autorizados pressionando você a ter seu veículo rebocado, exigindo o pagamento imediato para o reboque, ou a tentativa de levar o seu veículo a uma oficina de sua escolha. Eles podem tentar usar a confusão do momento para intimidá-lo a permitir que o veículo a seja rebocado. Se você achar que está sendo pressionado, peça à polícia ou a sua operadora de seguros para o nome de um operador de guincho autorizado e tenha seu veículo rebocado para uma oficina autorizada ou um posto policial mais próximo.

Esteja preparado para qualquer situação de emergência na estrada

Sempre mantenha um veículo um kit básico de primeiros socorros ou kit de emergência no porta-malas de seu veículo. Você pode facilmente criar um kit de emergência para o seu veículo através do preenchimento de um recipiente de armazenamento de plástico com os seguintes itens:

  • Um kit básico de primeiros socorros;
  • Tochas rodoviárias de emergência, triângulos e/ou cones;
  • Extintor de incêndio;
  • Lanterna e pilhas extras;
  • Água engarrafada;
  • Cabos para “chupeta”;
  • Kit de reparação de pneus e uma bomba;
  • Kit de ferramentas de pequeno;
  • Toalha;
  • Par de luvas de trabalho
  • Algum tipo de alimentos não perecível;
  • Lenços;
  • Cobertor térmico;
  • Silver Tape.

Considerações Finais

Não importa a gravidade do acidente, você tem que parar e obter todas estas informações. Há muitos golpistas espalhados por aí que podem tornar sua vida muito mais complicada. Outra coisa importante a se fazer é acionar o DPVAT após o acidente, com todas as dicas presentes no site do DPVAT. Não se esqueça de guardar todos os recibos de gastos que você teve com seu acidente.

Dúvidas? Os comentários abaixo estão abertos para suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)