Empréstimo pessoal no cartão de crédito, como funciona?

Escrito na categoria "Cartão de crédito e débito" por André M. Coelho.

Um empréstimo contra um cartão de crédito não exige documentação, ao contrário de um empréstimo pessoal. Por isso, essa opção de empréstimo não garantido é uma das opções mais rápidas e fáceis de obter financiamento para cobrir necessidades financeiras de emergência.

Os empréstimos contra cartões de crédito não são um fenômeno incomum, já que a maioria dos bancos agora oferece aos titulares de cartões empréstimos contra cartões de crédito com taxas de juros variáveis. Porém, pode fornecer uma taxa de juros muito maior em relação a um empréstimo pessoal tradicional.

Empréstimo pessoal no cartão de crédito: o que é?

Os titulares de cartão que usam um cartão de crédito podem facilmente solicitar um empréstimo instantâneo contra seus cartões de crédito. Esses empréstimos são bastante semelhantes aos empréstimos pessoais. No entanto, saiba que, embora um empréstimo pessoal leve alguns dias para ser aprovado, um empréstimo com cartão de crédito é pré-aprovado.

Além disso, um empréstimo com cartão de crédito não exige documentação, ao contrário de um empréstimo pessoal. Por isso, essa opção de empréstimo não garantido é uma das opções mais rápidas e fáceis de obter financiamento para cobrir necessidades financeiras de emergência.

A maioria dos bancos oferece empréstimos de seus cartões de crédito. Esses são empréstimos pré-aprovados, e o banco oferece o desembolso imediato do valor assim que o empréstimo for aprovado. Este valor é retirado do limite do seu cartão, e você passa a pagar parcelas e juros sobre este valor.

Se você também está planejando tomar um empréstimo com seu cartão de crédito, aqui estão algumas coisas que você deve estar ciente.

1. Pagamentos atrasados do empréstimo

Os pagamentos atrasados ​​podem afetar suas chances de obter um empréstimo complementar. Vários bancos oferecem empréstimos complementares a pessoas físicas contra cartões de crédito. No entanto, para ser elegível, o titular do cartão deve ter um histórico de crédito limpo, sem ocorrências de pagamentos inconsistentes.

Portanto, se você tiver um empréstimo contra seu cartão de crédito, saiba que atrasar os pagamentos pode afetar suas chances de conseguir uma recarga. Tente evitar atrasos nos pagamentos, para obter empréstimos facilmente no futuro.

Vale lembrar: atrasos resultaram em multas e juros ainda mais altos, prejudicando suas finanças.

Empréstimo de cartão

Empréstimo de cartões podem ter juros altos, mas serem a última fonte de recursos se não conseguir um empréstimo. (Foto: Revvu)

2. Inadimplência do empréstimo

A inadimplência de um empréstimo de cartão é diferente da inadimplência do pagamento de uma fatura de cartão de crédito. Lembre-se de que haverá uma diferença no impacto da inadimplência nas amortizações de cartão de crédito e nas amortizações de empréstimos.

Embora a inadimplência do cartão de crédito afete a pontuação de crédito de forma bastante significativa, a inadimplência em um empréstimo contra um cartão de crédito resultará em um efeito muito mais grave na pontuação de crédito do titular do cartão.

3. Prazos

O titular do cartão pode escolher um prazo de sua escolha. A maioria dos bancos oferece uma opção de posse flexível com empréstimos em cartões de crédito, em que o cliente pode optar por um período de reembolso de sua escolha. Com empréstimos não garantidos contra cartões de crédito, normalmente, os bancos oferecem prazo máximo de 24 meses, no entanto, alguns bancos também têm opções de limites menores.

4. Taxas de juros de empréstimo no cartão

As taxas de juros de empréstimos com o cartão de crédito são muito altas. É muito melhor usar um empréstimo pessoal, garantindo assim que seus juros sejam muito mais baixos, e reduzindo riscos consideráveis para suas finanças. Pesquisar e comparar diferentes empréstimos é sempre a melhor opção, mesmo que você tenha poucas opções de empréstimos disponíveis.

O empréstimo contra um cartão de crédito só deve ser uma opção quando você não tem outras fontes de empréstimos e quando a quantia é pequena. Para quantias maiores, as taxas de juros podem não valer a pena.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário