Todos nós já tivemos algum tipo de problema com uma instituição financeira ao longo da vida. Pode ter sido uma taxa cobrada sem sabermos, um juro mais alto do que no contrato, uma fila que demorou mais de uma hora. Geralmente, muitos desses problemas passam batido, porque as pessoas não sabem o que fazer. Ou não sabem responder à pergunta “Problemas com o banco: à quem recorrer?”.

Como resolver problemas com o banco?

Existem várias etapas para seguir na solução de um problema com o banco. Muitos problemas são de simples solução, mas por não seguir as etapas certas para encontrá-la, as pessoas acabam se complicando. Seguir o nosso passo a passo para resolver um problema com um banco ou instituição financeira te ajudará a poupar tempo e ter muito menos dores de cabeça.

Procure seu gerente ou entre em contato com a Central de Atendimento de seu banco ou financeira

>Essa é a primeira etapa. Preferencialmente, faça os dois, e registre o número de protocolo de atendimento pelo telefone. Mande um e-mail para a ouvidoria do banco. Mesmo que você apenas tenha se confundido, esses canais de comunicação farão de tudo para te ajudar na solução do problema. Uma pesquisa rápida na internet pode te ajudar a direcionar melhor sua reclamação ou seu problema.

Se sua reclamação é sobre um cartão de crédito, você pode ligar diretamente para a Central de Atendimento do cartão, para o número que geralmente fica no verso do cartão de crédito. Registre o protocolo de atendimento de todos os contatos que você fez. Vale também reclamar pelas Redes Sociais e sites de reclamação, como o Reclame Aqui. Esse tipo de pressão pela internet ajuda bastante a ter seu pedido atendido mais rapidamente.

Regras para instituições financeiras

Os bancos e instituições financeiras tem de respeitar regras e respeitar, principalmente, seus clientes. (Foto: www.comunicacaoecrise.com)

Reclamação no Banco Central

Todos os bancos e instituições financeiras do Brasil, inclusive as famosas financeiras, estão sujeitos às regras estabelecidas pelo Banco Central do Brasil. Quando você tem um problema com uma instituição financeira, um cartão de crédito de loja, ou outro produto do mercado financeiro, e esse problema não é solucionado pela Central de Atendimento/Gerente, é necessário fazer uma reclamação ao Banco Central. Registre sua reclamação pelo site, e a instituição financeira tentará solucionar o problema, entrando em contato com você o mais rápido possível.

Reclamação no PROCON

Com os protocolos de atendimento em mãos, a reclamação no Banco Central, e todo relato do problema em detalhes, compareça à uma unidade de atendimento do PROCON e protocole sua reclamação. Eles agendarão uma conversa com um representante do banco ou instituição financeira, intermediando uma solução. Em algumas cidades, o PROCON pode demorar muito para marcar essa intermediação, mas seja paciente.

Tribunal de pequenas causas/Advogado

Você pode entrar contra uma empresa qualquer no Tribunal de Pequenas Causas, sem advogado. É preciso algum conhecimento legal para construir seu processo, e as causas tem um valor limite. O que nós recomendamos é procurar a orientação de um advogado especializado em causas do consumidor para defender seus direitos. Além da orientação para a solução do problema, o advogado construirá um processo adequado, respeitando às leis vigentes e te orientando a uma solução melhor para seu problema.

O advogado pode também resolver fazer um caso maior, com um pedido de indenização acima do teto do Tribunal de Pequenas Causas. Mas só ele poderá saber qual é a melhor ação a se tomar perante seu caso mais específico.

Considerações Finais

Sempre que você tiver um problema com alguma instituição financeira, como um cheque que foi devolvido, portabilidade de crédito, tarifas cobradas indevidamente, etc, procure seguir aos passos que sugerimos neste artigo. Vai te poupar tempo, dinheiro, e te levar até à solução necessária ao seu problema.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)