A inflação é definida como um aumento generalizar do preço de bens e serviços. Se você tem dúvidas, apenas pergunte a seus pais ou avós quanto custava 10 pães de sal a 10/20 anos atrás e compare com quanto custa hoje em sia. Embora o aumento dos preços sejam uma má notícia para os consumidores, uma vez que você precisa uma quantidade cada vez maior de dinheiro para comprar a mesma cesta de bens e serviços, ano após ano, a inflação pode ser bastante rentável para os investidores.

Onde investir com a inflação subindo?

A inflação corrói o valor da moeda de um país. Em um ambiente inflacionário, você perde poder de compra mais rapidamente. Há uma variedade de fatores que influenciam a inflação e os argumentos sobre as causas do problema, mas para os consumidores e os investidores, o resultado final é o mesmo: os preços sobem. Para os investidores, a chave para ganhar dinheiro em um ambiente inflacionário é fazer investimentos que aumentam de valor a uma taxa superior ao índice da inflação. Uma série de investimentos são historicamente visto como proteção contra a inflação, incluindo imóveis, ouro, petróleo, ações e títulos indexados à inflação.

Investindo em imóveis com a inflação subindo: o mercado imobiliário é uma escolha popular, não só porque o aumento dos preços aumentam o valor de revenda da propriedade ao longo do tempo, mas porque imóveis também podem ser usado para gerar renda através do aluguel. Assim como o valor da propriedade aumenta com a inflação, a quantia paga de aluguel pelos inquilinos pode ser aumentada ao longo do tempo, permitindo que a renda gerada por uma propriedade de investimento mantenha o ritmo com o aumento geral dos preços em toda a economia.

Investindo em ouro com a inflação subindo: é também uma proteção popular contra a inflação. Os investidores tendem a recorrer a este metal precioso durante os períodos inflacionários, fazendo com que o seu preço suba. Enquanto a prata e outros metais também tendem a ganhar valor durante épocas inflacionárias, o ouro é geralmente o investimento de destaque, com o preço indo para cima quando a inflação é notavelmente presente.

Protegendo seu dinheiro da inflação

Quando a inflação está subindo, seus investimentos devem ser protegidos para preservar seu poder de compra e você não destruir sua estratégia de construção de riqueza. (Foto: archive.indianexpress.com)

Investindo em petróleo com a inflação subindo (commodities): o preço do petróleo se move com a inflação. Este aumento dos custos flui para o preço da gasolina e, em seguida, para o preço de cada bem de consumo transportado por caminhão ou produzido por uma máquina que é alimentada por gás (catadores de colheita, tratores, etc.). Como a sociedade moderna não pode funcionar sem combustível para mover veículos cheios de consumidores e bens de consumo, o petróleo tem um forte apelo para os investidores quando a inflação está subindo. Outras commodities, como algodão, suco de laranja e soja também tendem a ganhar no preço quando a inflação sobe. Só tome cuidado, pois o preço de commodities é altamente variável e depende muito do cenário internacional.

Investindo em ações com a inflação subindo: a mesma lógica se aplica às ações. As empresas geralmente podem repassar o aumento dos custos para os consumidores. Com base nisso, as ações tem uma chance razoável de manter o ritmo com o aumento da inflação. Algumas empresas têm uma melhor oportunidade de repassar os custos crescentes do que outros. Pasta de dente e papel higiênico, por exemplo, são dois itens que a maioria das pessoas vai continuar a comprar, mesmo quando esses itens custem mais caros no supermercado. Contudo, ações de empresas que tem preços controlados pelo Governo (energia elétrica, telefonia, gasolina etc.), podem ser altamente prejudicadas caso o Governo de situação faça o controle artificial da inflação ao represar os preços, como foi o caso da energia elétrica e da gasolina em 2014. O resultado, além de picos de inflação, são prejuízos para as empresas, que tem que arcar com mais custos sem poder repassá-los ao consumidor.

Devo investir em renda fixa com a inflação subindo?

A inflação muitas vezes faz com que as taxas de juros subam. Como as taxas de juros e os preços dos títulos de renda fixa tem uma relação inversa, a inflação faz  investimentos em títulos existentes ruins para os investidores. Para superar esse obstáculo, os investidores podem comprar títulos que estão indexados à inflação. Quando o índice de inflação atrelado ao investimento sobe, o mesmo acontece com o valor do título. Não só há o aumento do valor de base, mas, uma vez que os juros pagos são baseados no valor de base, o montante do pagamento de juros sobe com o aumento do valor de base.

Investimentos menos convencionais com a inflação subindo

Empréstimos bancários e dívida de alto rendimento são potenciais proteções contra a inflação. Os empréstimos bancários são um instrumento de taxa flutuante, o que significa que os bancos podem aumentar as taxas de juro de modo que o retorno do investimento mantenha o ritmo da inflação. Dívida de alto rendimento tende a ganhar em termos de valor quando a inflação sobe, já que os investidores se voltam para os mais altos retornos oferecidos por este investimento de renda fixa mais arriscado do que a média.

Como investir durante período de alta da inflação?

Investimentos sensíveis à inflação são acessados ​​de várias maneiras. Imóveis podem ser comprados diretamente da planta, proprietários, corretores ou indiretamente por meio de investimento em um fundo de investimento imobiliário. O ouro também podem ser comprado diretamente ou indiretamente, tanto em barras, quanto em empresas de mineração de ouro ou na própria bolsa de valores. Você pode optar por investir em um fundo mútuo ou fundo negociado em bolsa que se especializa em ouro.

Petróleo e outras commodities são significativamente mais difíceis de comprar diretamente e armazenar do que o ouro. Em vez de colocar um barril de petróleo em sua garagem ou saco de soja sob sua cama, é muito mais conveniente investir em um fundo de capital aberto especializado em commodities, ou empresas agrícolas ou que tem papeis negociados na bolsa que ganham exposição a commodities por meio o uso de contratos futuros e de swaps. Se você é um investidor mais sofisticado, você pode investir em várias mercadorias através da utilização de contratos futuros comprados diretamente e não através de um veículo de investimento, como um fundo de investimentos. Se você optar por caminhar por esse caminho, certifique-se de entender o que você está comprando, incluindo o potencial de perdas e as conseqüências fiscais associadas.

No lado do de renda fixa, títulos indexados à inflação podem ser realizados através do Tesouro Direto ou através dos portfólios de investimento de uma das várias instituições financeiras brasileiras. É possível também negociar esse alguns destes títulos de renda fixa em fundos mútuos e fundos negociados em bolsa.

Considerações Finais

Há prós e contras de cada tipo de proteção para seus investimentos, assim como existem prós e contras com seus investimentos principais. A verdade é que nunca há 100% de garantias. Proteções tradicionais contra a inflação nem sempre funcionam, e as condições econômicas únicas, por vezes, oferecem excelentes resultados para ativos surpreendentes, deixando o que parecia ser lucro certo amargando prejuízo. É por isso que ele é chamado de “investimento” (que é baseado em uma combinação de lógica e esperança) e não um “salário”, ou “maneira garantida de fazer dinheiro.”

Seja qual for o curso de ação que você escolher, você está tendo uma chance. Às vezes, essa oportunidade vai pagar, e outras vezes não. Em qualquer caso, o tempo cura muitas vezes todas as feridas. Se você não pode dar ao luxo de ser ferido ou não tem tempo para esperar para a recuperação, você deve alterar sua posição de investimentos de sua carteira em conformidade para minimizar suas preocupações. Se isso não é uma opção para você neste momento, considere cuidadosamente os vários investimentos destinados a proteger a sua carteira dos estragos da inflação, e escolha aquele que melhor atenda às suas necessidades. Diversificação também vale a pena considerar, como não há necessidade de limitar sua carteira a um único veículo de investimento. Espalhar o risco através de uma variedade de explorações é um método consagrado pelo tempo, e aplicável a todas estratégias de combate a inflação e de preservação de poder de compra.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)