O atual sistema de aposentadoria de contribuição definida está a falir o país, as empresas de serviços financeiros ganham dinheiro enquanto os brasileiros que trabalham não, em parte porque estes trabalhadores estão sendo roubados, mas também porque o brasileiro normal não tem tempo, habilidade ou disposição para gerir o seu próprio planejamento de aposentadoria.

É o planejamento da aposentadoria é tão difícil ou não? Eu posso ver os dois lados, mas neste artigo, eu quero fazê-lo da forma mais simples possível. Se você seguir este conselho, você estará tomando alguns grandes passos na direção certa para uma aposentadoria financeiramente tranquila. Não é um plano perfeito para cada indivíduo então, sinta-se livre para adicionar suas próprias dicas abaixo. Mas é uma estratégia sólida para aqueles que foram congelados pelo nosso sistema engessado e adiaram a poupança para a aposentadoria por medo de fazer grandes erros.

Poupe entre 10 por cento a 15 por cento da renda, mais se você está começando tarde

O brasileiro típico está economizando cerca de 7 por cento ou 8 por cento, o que não será suficiente, especialmente para aqueles que não começaram a guardar em seus 20 anos. Para ajudar os trabalhadores a determinar uma taxa de poupança boa, vamos a algumas orientações:

Aposente-se com 65

Sem cortes em benefícios da Previdência Social. Sim, é muito possível que os benefícios serão cortados, mas a maioria das pessoas também devem se aposentar depois de 65 anos.

Tenha a inflação em mente

Renda necessária na aposentadoria é de 80 por cento da renda pré-aposentadoria. Por exemplo, se a sua renda familiar é de R$100.000 por ano, e você economizar R$10.000 por ano, sua renda de aposentadoria exigida é de 80 por cento de R$90.000, ou R$72.000. Porém, com o tempo este dinheiro vai perdendo valor. E a ideia é buscar rendimentos que superem a inflação para compensar as perdas de valor.

Levando em consideração a inflação, chegamos as dados de economizar 10 por cento a 15 por cento do seu salário se você está em seu 20 ou 30 anos, e compensar a poupança com rendimentos que se somam maiores que a inflação a cada 5 anos. Sim, isso pode ser mais poupança do que você é capaz de fazer, mas investindo de forma inteligente você sempre terá recursos para esta realocação.

Escolha a tradicional previdência privada e uma poupança normal

Além de uma poupança normal, destinada a sua aposentadoria, você deve buscar também a previdência privada. Claro, a previdência privada vai tirar um pouco dos seus investimentos, mas é uma garantir de que você será disciplinado a poupar sempre para sua aposentadoria, mesmo que por obrigação.

Importância da família na aposentadoria

A aposentadoria é hoje negligenciada por muitos, mas deveria ser uma preocupação familiar de todos. (Foto: money.usnews.com)

Escolha a fórmula de diversificação dos investimentos da poupança de aposentadoria

Depois de colocar o seu dinheiro na conta, você tem que decidir como investir. A resposta pode não parecer fácil, e vai depender um pouco de sua idade também.

Até os 30 anos

Você tem uma flexilidade maior. Dos recursos arrecadados, pode se dar ao luxo de investir 50% ou mais destes recursos em investimentos de alto risco, como bolsa de valores, 30% em investimentos de risco moderado, como fundos de investimento, e 20% em investimento de baixo risco, como Tesouro Direto, CDB e Poupança. Vale lembrar que não incluímos aqui a Previdência Privada, que é uma opção boa e melhor para aqueles que não tem muita disciplina financeira.

Dos 30 aos 40 anos

Pode se dar ao luxo de investir 40% destes recursos em investimentos de alto risco, como bolsa de valores, 40% em investimentos de risco moderado, como fundos de investimento, e 30% em investimento de baixo risco, como Tesouro Direto, CDB e Poupança.

Dos 40 aos 50 anos

Dos recursos arrecadados, pode se dar ao luxo de investir 30% destes recursos em investimentos de alto risco, como bolsa de valores, 40% em investimentos de risco moderado, como fundos de investimento, e 30% em investimento de baixo risco, como Tesouro Direto, CDB e Poupança.

A partir dos 50 anos

Dos recursos arrecadados, pode se dar ao luxo de investir 20% destes recursos em investimentos de alto risco, como bolsa de valores, 30% em investimentos de risco moderado, como fundos de investimento, e 50% em investimento de baixo risco, como Tesouro Direto, CDB e Poupança.

Perceba que está é apenas uma sugestão de como diversificar seus investimentos de acordo com sua idade, não uma regra. Mas seguindo uma boa proporção e mudando seu perfil de investimentos com o tempo, você vai garantir perdas menores e poucos problemas financeiros no futuro.

Enquanto você se aproxima da aposentadoria, monitore o progresso

Quando chegar aos 50, você precisa fazer algum processamento de números para se certificar de que você está no caminho certo.

Você pode usar uma calculadora de aposentadoria online, e mexer com as variáveis ​​para ver o que tem o maior impacto sobre suas chances de sucesso . Você também pode contratar um planejador financeiro para lhe dar uma análise objetiva e profissional.

Um começo bom, mas…

O perfeito é o inimigo do bom. Não adie poupar para a aposentadoria até que você saiba tudo e sente que seu plano vai ser perfeito. Afinal de contas, o “perfeito” plano de aposentadoria não existe, em parte porque há muitas variáveis ​​que você não tem controle sobre (por exemplo , retorno de investimentos , inflação, o futuro da Previdência Social). Mas você pode aumentar suas chances de sucesso.

Com os conselhos neste artigo você vai chegar na direção certa. Coloque essas rodas em movimento e ,em seguida, tenha um tempo para aprender mais e personalizar o plano para a sua situação. Talvez você precisa de poupar mais ou menos. Talvez você possa fazer melhor do que um fundo de aposentadoria alvo. A boa notícia é que nada disso está escrito em pedra . Basta começar a fazer alguma coisa agora, e mudar mais tarde enquanto você aprende.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)