Você acabou de se formar, começar sua vida profissional. Você quer logo sua independência e começa a buscar investimentos para garantir um futuro estável e sem a dependência de outros para isso. Uma das primeiras idéias que surge na cabeça da maior parte dos jovens, iludidos pelo primeiro salário, é a compra de um imóvel. Essa é uma boa decisão para o começo de sua carreira?

A maior parte dos investidores considera investimentos em imóveis uma má aplicação de recursos financeiros, visto que no longo prazo o retorno pode ser maior com aplicações em outros tipos de investimentos. Porém, no mercado brasileiro, o investimento em imóveis vem se provando lucrativo nos últimos anos, principalmente com a alta quantidade de investimentos em relação à Copa do Mundo. Isso traz até um certo risco de bolha imobiliária, mas nosso sistema financeiro é bem blindado para estas situações.

Dependendo de seu perfil e do contexto da compra do imóvel também, um conselho aqui pode não funcionar muito bem, visto que finanças e investimentos pessoais levam em conta muitos fatores subjetivos, não existindo uma resposta certa ou errada para o conselho dado, apenas algo que talvez seja mais apropriado ou inapropriado ao contexto de sua vida financeira.

Uma opção que talvez não seja a melhor

O investimento em imóveis para o início de uma carreira profissional pode ser um risco não apenas financeiro, mas também pessoal e profissional. (ireoworld.wordpress.com)

Um outro mito que temos de tirar de sua cabeça antes de continuar a analisar o investimento no imóvel é de que um aluguel é um mau começo. Se você estava planejando um financiamento com parcelas de R$1.000,00, você pode pegar um aluguel de R$700,00 e ainda te sobram R$300,00 para poupar. Se você tinha o dinheiro para o pagamento a vista, pegando um investimento de curto, médio ou longo prazo você pode ter, por mês, o valor que está pagando em seu aluguel, podendo pegar os recursos guardados para outros objetivos que tenha em mente. Então, o aluguel não é sempre uma perda de dinheiro: pode ser o começo do investimento em sua liberdade e qualidade de vida.

Em um começo de carreira, nada é muito estável para uma pessoa. O salário pode até ser bom, mas uma dívida em financiamentos pode ser um peso que te impeça de investir em outras coisas, como esportes, viagens, compras. É mais ou menos como no início de um casamento. Você se privando de certas coisas pode trazer uma grande frustração em sua vida financeira e que pode ter reflexos negativos em sua vida pessoal, já que o financiamento vai te seguir por um bom tempo. E você ainda pode guardar dinheiro para dar uma maior entrada ou comprar o imóvel a vista.

A compra de um imóvel feita a vista também pode não ser uma boa decisão. Caso você seja transferido, como ficaria o imóvel? Seu emprego não dá certo e sua cidade não tem vagas para sua área, o que fazer então? Alugar sua casa te renderá menos dinheiro do que se você tivesse guardado este dinheiro e investido, além de te dar responsabilidades com a manutenção do lugar.

Agora que você tem os fatores a se levar em conta, coloque tudo em um papel e meça as consequências de sua decisão financeira. Pense aonde seus investimentos serão melhor aplicados. Não digo para nunca comprar um imóvel, mas não seria esta uma opção para mais tarde em sua vida?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)