Para quem vai comprar um carro, o custo é a principal razão entre escolher um veículo novo ou usado. Afinal, se você pode comprar um carro novo pelo preço de um usado, seria loucura comprar usado. Mas para os compradores de imóveis, especialmente aqueles que entram no mercado pela primeira vez, a decisão de escolher um imóvel novo ou usado vai muito além de custos.

Escolhendo entre um imóvel usado ou um novo

Não há uma regra absoluta para escolha. É uma questão de gosto, finanças, estilo de vida e uma variedade de vantagens e desvantagens. Mesmo que você não vá comprar um imóvel agora, nunca é cedo demais para começar a pesar as questões de modo a não perder tempo olhando para o imóvel inadequado às suas necessidades.

Condições do imóvel

Ou construído há pouco tempo, deve, é claro, estar em condições excelentes, e o comprador pode se mudar sentindo-se confiante de que não deve haver quaisquer despesas pesadas de manutenção por um bom tempo. Se a casa está em construção quando o negócio foi realizado, você provavelmente vai ser capaz de escolher a pintura, azulejos, pisos, móveis e outras opções para deixar o imóvel com sua cara.

Os padrões de arquitetura

Novas casas também são construídas para refletir as mudanças nos padrões de arquitetura. Você pode encontrar uma grande cozinha ou sala, o que é importante para muitas pessoas hoje em dia. Quanto mais velha a casa, o mais provável é que a cozinha vai ser maior e separada das áreas de estar. A nova casa é provável que tenha mais banheiros do que uma casa antiga, com o mesmo número de quartos também. Mas muitas casas construídas nos últimos anos são muito grandes, com grandes salas de estar e de jantar. O espaço extra empurra para cima o preço, e, em geral, aumenta o custo de impostos, serviços públicos e manutenção.

Os custos (ocultos) do imóvel

Depois de milhões da empolgação com o crédito imobiliário nos últimos anos, muitos compradores começaram a ver que era melhor optar por imóveis menores, deixando de lado imóveis com espaço extra e frescuras que não precisam. Para estes, imóveis mais novos e menores podem ser ótimas opções.

Imóveis mais antigos são mais propensos a precisar de manutenção também. Compradores interessados em imóveis mais antigos devem fazer uma vistoria profissional do imóvel, acompanhando o profissional e fazendo um resumo não só dos reparos que precisam ser feitos, mas do custo estimado de melhorias que possa querer, como janelas adaptadas.

Cuidados ao comprar imóvel

Mesmo imóveis novos merecem a inspeção de um profissional para garantir que tudo está em ordem. (Foto: www.sundaybell.com)

Adaptações aos novos padrões

Novos imóveis, é claro, devem atender aos padrões atuais de construção, mais exigentes hoje em dia. Você pode ter que substituir um sistema de fiação antigo, instalar uma caixa de disjuntores e mais. Imóveis mais novos geralmente já passaram por essa inspeção. Com um imóvel mais antigo, é melhor pedir ao inspetor e ter uma conversa com o proprietário sobre quais adaptações já foram realizadas.

Um imóvel antigo, que precisa de melhorias, pode ser um bom negócio se você não vai encontrar problemas imediatos como adaptações urgentes para estar dentro da lei. Com um imóvel novo, você paga por todas as características modernas quando você o compra, o que significa que você vai gastar mais e ter mais despesas de juros ao longo dos anos. Se você puder esperar, você pode fazer melhorias em um imóvel mais antigo gradualmente, pagando menos no começo e fazendo as atualizações quando você pode.

Custos operacionais

Um imóvel novo é suscetível de ter um melhor isolamento térmico e ser menor, com janelas e portas energeticamente mais eficientes, permitindo uma ótima iluminação do imóvel. Você paga a mais no começo, mas alguns desses encargos se pagam com contas de energia elétrica mais barata. Imóveis mais antigos tendem a ter ambientes mais escuros, paredes mais grossas e fiação antiga, com muita perda energética.

O valor da propriedade

Um imóvel novo, especialmente se ele é uma casa ou dentro de um condomínio, poder levar muitos anos para ser cercado árvores de dimensão considerável, enquanto uma casa antiga, pode ter maturidade no paisagismo. Note, porém, que as árvores mais velhas, enquanto bonitas, podem ter de ser cortadas em algum ponto e isso pode ser bem caro.

Em última análise, a escolha de um imóvel é uma questão de localização, custo e sentimento. A compra é um compromisso de longo prazo, por isso é importante escolher com cuidado.

Resumo das regras para escolher entre um imóvel novo ou usado

Aqui estão algumas coisas a considerar se você está olhando para uma revenda:

Localização

Imóveis usados são freqüentemente encontrados em convenientes áreas centrais em vez de subúrbios. Alguns compradores preferem selecionar uma localização ideal em primeiro lugar, em seguida, remodelar o imóvel para torná-lo maior ou mais moderno.

Vizinhança

Muitas pessoas são atraídas para os bairros desenvolvidos pelo senso de comunidade. Muitas vezes, esses bairros têm maturidade no paisagismo e árvores desenvolvidas.

Propriedade

Na maioria das regiões centrais, novos imóveis têm menos área do que as propriedades mais velhas por causa de mudanças nos padrões de uso da terra.

Preço

Geralmente, as casas usadas são menos caras do que novas propriedades na relação custo x metro quadrado.

Manutenção e Reparação

Certifique-se de que você tem um bom controle sobre o estado de funcionamento de todos os sistemas, e contrate um profissional para verificar o móvel. Se os sistemas ou aparelhos elétricos ou hidráulicos exigem a reparação ou substituição, isto pode ser refletido no preço de compra.

Melhorias

Se você gosta de pequenos reparos e projetos de bricolage, um imóvel usado vira seu playground.

Tradicionalismo

Imóveis mais antigos tendem a ter salas de estar e de jantar formal.

Extras

Imóveis usados normalmente já têm características que iriam custar-lhe extra em uma nova casa, como cortinas nas janelas, um sistema de segurança, um quintal ajardinado, armários embutidos e assim por diante.

Valorização do Imóvel

Com um imóvel mais antigo, você sabe o quanto ele se valorizou ao longo dos anos. É claro que o desempenho passado não é garantia de apelo de mercado futuro, mas pelo menos você tem alguma medida de valor até à data.

Imposto

Dependendo do imóvel, você provavelmente vai ter taxas de impostos mais baixos pela propriedade.

Quais outros conselhos você acrescentaria em nossa lista? Compartilhe nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)