Quando você faz um financiamento imobiliário, é obrigatório que você contrate um seguro de financiamento imobiliário. Isso é uma gestão de risco do financiamento, necessário para cobrir possíveis obras do acaso que possam acometer o imóvel ou ao mutuário.

Seguro no financiamento habitacional: como funciona?

Ao fazer um financiamento habitacional, é obrigatório a contratação de um seguro com coberturas de Morte e Invalidez Permanente, e o seguro de Danos Físicos no Imóvel.

A cobertura por morte e invalidez permanente é necessária para garantir que as obrigações financeiras de quem fez o financiamento sejam cumpridas. Isso é, se a pessoa morrer ou ter algum tipo de invalidez que a impossibilite de pagar as prestações do imóvel, o seguro vai cobrir as prestações restantes, evitando que familiares ou o espólio do falecido tenham que arcar com as dívidas do financiamento.

No seguro de Danos Físicos no Imóvel, também obrigatório, são cobertos possíveis acidentes que podem ocorrer, e que fazem o imóvel perder valor. São cobertos incêndios, danos decorrentes de chuva, quedas de aviões, explosões, etc. Esse seguro é necessário porque se o imóvel perde valor, e a instituição financeira que está financiando o imóvel precisa vendê-lo para quitar dívidas de quem pegou o financiamento, a instituição financeira perderá dinheiro. Em muitos casos, pode até perder todo o dinheiro.

Seguro para financiamento de imóveis

Com o seguro financiamento, você protege sua casa de danos inesperados, e protege seus herdeiros de dívidas que você pode deixar. (Foto: thehomeinsurancequotes.com)

Sou obrigado a fazer o seguro habitacional com o banco que está financiando meu imóvel?

Não, apesar dos seguros oferecidos pelos bancos e instituições financeiras junto aos seus financiamentos habitacionais serem quase sempre mais vantajosos do que os dos concorrentes. Você pode comparar e escolher o seguro que melhor atenda às suas necessidades, incluindo uma cobertura de emergência, assistência dia e noite, entre outros.

Por que eu sou obrigado a fazer o seguro no financiamento habitacional?

Reforçando o que já dissemos, mas com um exemplo: digamos seu financiamento habitacional é para um valor de R$200.000. O banco cobra juros sobre esse valor, e a cada mês cobra uma parcela do que você está devendo, que inclui os juros e também a amortização do principal que foi pego emprestado. A cada parcela, você está pagando ao banco pelo que pegou emprestado.

Agora digamos que você não paga as parcelas do seu financiamento. O imóvel, legalmente falando, é ainda do banco. Portanto, o banco pode pegar o imóvel de volta e vendê-lo para pagar o que você está devendo. Se nesse meio tempo, acontece algo com o imóvel, como um incêndio, enchente, etc, o imóvel perde valor, e o banco perde dinheiro quando tentar vender.

Imaginemos outra situação: você está pagando suas parcelas tranquilamente, e sofre um acidente que mata você ou deixa você invalidado. Você não vai conseguir mais pagar as parcelas do financiamento. No caso de morte, seus herdeiros ou seu espólio (a herança que você deixar para os herdeiros) teriam que pagar a dívida restante do financiamento. No caso de invalidez, você fica impossibilitado de pagar as contas. Com o seguro, quem “paga” a dívida é a seguradora, se essas situações aconteçam.

Por isso, o seguro é obrigatório, para ajudar a reduzir o risco dos bancos e instituições financeiras, Assim, tornam possível também a redução dos juros dos financiamentos, já que o risco é reduzido.

Esperamos ter ajudado! Se ainda ficou alguma dúvida, deixe nos comentários sua pergunta!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)