Então, você já convenceu seus pais a deixá-lo estudar no exterior parabéns! A parte mais difícil foi essa, caso você seja um adolescente. Se você é mais velho, é mais fácil um pouco esta parte. Mas como é que você vai fazer isso acontecer sem quebrar o banco? Claro, você pode poupar uma grana com seu emprego de verão, mas mesmo o mais generoso não pode patrocinar um semestre inteiro na Europa. Ir para o estrangeiro pode ser caro, mas não tem que ser, se você sabe como ver onde vai o seu dinheiro.

É possível economizar dinheiro enquanto você está vivendo em outro país, se você sabe que cantos para cortar e que dicas a seguir. Isso também não significa que você precisa desistir de qualquer das atividades divertidas que podem vir com estudo no estrangeiro, tais como passeios, compras de souvenirs, e a noite ocasional nos bares.

Bolsas de Estudo

Uma das melhores maneiras de financiar seus estudos no exterior, bolsas de estudo podem fazer toda a diferença entre sair e ficar. Há centenas de bolsas de estudo disponíveis através de uma ampla variedade de empresas, organizações e até mesmo doações nacionalmente patrocinadas destinadas a estudantes como você. A concorrência é feroz para estas bolsas limitadas, tornando-se importante aplicar com a maior antecedência possível para uma.

Seu destino

Enquanto a Europa e EUA são destinos populares para os alunos, você pode querer considerar um país que seja mais barato e mais econômico. Por exemplo, você pode escolher um país no sul ou na América Central, Ásia ou África, que são mais propensos a encontrar um alojamento mais barato, comida e amenidades que você poderia ter a mais do que aqueles que estudam na Europa ou nos EUA. Compare países onde a moeda é o mais forte para ver onde obter o melhor de seu dinheiro.

Amigos

Esta categoria pode ser interpretado de duas maneiras. Primeiro, pode ser mais barato que viajar com um amigo para dividir os custos, como aluguel e mantimentos. Você também pode economizar dinheiro por meio de amigos em seu novo país que podem te ensinar segredos sobre onde comprar por menos, comer e atividades para fazer mais baratas, que podem custar pouco ou nenhum dinheiro.

Viagens e Estudos Independentes

Se você vai com um pacote de viagem/estudo que é organizado pela sua universidade ou outra empresa, está mais propenso a pagar taxas mais elevadas. Ainda vai demorar mais tempo e pode ser difícil, é possível inscrever-se como um estudante internacional independente e planejar sua própria experiência de viagem. Se você estiver confortável com o idioma e está mais disposto a elaborar seu próprio plano em um país estrangeiro, isso pode ser uma maneira fantástica para 2

Programa de Família “Host”

Uma das melhores maneiras de aprender sobre uma nova cultura, mergulhar em uma língua estrangeira e poupar algum dinheiro é ficar com uma família de acolhimento (host). Geralmente você vai pagar uma taxa semanal para hospedagem e alimentação, incluindo refeições, se você escolher. Algumas famílias ainda vão reduzir o custo ainda mais se você oferecer para ensiná-las em sua língua nativa. É sábio para mandar para uma família de acolhimento por meio de sua universidade ou uma empresa respeitável, que coloca os estudantes estrangeiros bem para evitar complicações no momento da chegada e para garantir a sua segurança.

Estudando barato no exterior

Estudar no exterior não precisa ser um pesadelo financeiro. Com o planejamento certo, você facilmente realizará seu sonho. (Foto: www.noodle.org)

Orçamento

Uma das maneiras mais fáceis que você pode gastar muito dinheiro no exterior é por não se familiarizar com a moeda local e do custo usual de itens que você vai precisar. Antes de chegar, você deve ver a quantidade de itens básicos, como pasta de dentes, um jantar , uma cerveja no bar e tarifa de ônibus. Em seguida, crie um orçamento para si mesmo baseado em quanto dinheiro você pretende gastar, enquanto estudar no exterior.

Carteira de Estudante Internacional

Por menos de R$30, você pode comprar um cartão de identificação de estudante internacional (ISIC) que é aceito em todo o mundo. Você pode economizar em praticamente qualquer coisa, desde comida a viajar para passear e trocar dinheiro no aeroporto.

Chips para Ligações Internacionais

Mesmo se você acabar ficando um telefone celular no exterior pode ser muito caro para usá-lo para ligar para amigos e familiares em casa. Você vai querer pesquisar quais planos oferecem as melhores tarifas, quanto eles custam, como usá-los e, finalmente, onde você pode comprá-los. Existem alguns planos extremamente acessíveis que podem caber em até mesmo os orçamentos mais apertados, incluindo além de ligações internacionais planos de dados, mensagens e ligações locais.

Transporte

Dependendo de qual país que você escolher para estudar, o transporte público pode ou não pode ser uma opção. Se for, se familiarize com os sistemas locais, em especial os ônibus e trens. Você não quer contar com táxis, que irão comer rapidamente seu orçamento. É claro que a melhor e mais barata maneira de obter em torno de sua nova cidade está em usar seus próprios pés.

Trabalhos Temporários

Enquanto muitos países não permitem que você trabalhe enquanto você é um estudante estrangeiro, há alguns que irão permitir que você tenha um trabalho a tempo parcial. Se este for o caso, faça a pesquisa de quantas horas você vai ser capaz de trabalhar, o salário geral, e tente arranjar um emprego antes de chegar. Alguns exemplos de trabalho a tempo parcial podem incluir servir mesas e tutoria em sua língua nativa.

Considerações Finais

Sem planejamento, você só consegue uma viagem ao exterior barata com muita sorte ou através de programas de igrejas, que te levam para trabalhos voluntários. Mesmo assim, você vai ter custos. Vale sempre lembrar que não existe nada de graça nesse mundo e quanto melhor você se preparar, mais barata sua viagem vai ficar.

Tem mais dúvidas sobre trabalhar e estudar no exterior? Perguntem nos comentários abaixo e teremos o prazer em responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)