Viajar ao redor do mundo é muito mais barato e fácil do que você imagina. Na verdade, com um pouco de prática e esforço, você pode viajar o mundo praticamente de graça ou pelo menos conseguindo arcar com os custos de maneira mais fácil. A ideia de que viajar é caro e difícil é uma mentira difundida por empresas de turismo, redes de hotéis e meios de comunicação corporativos. A indústria do turismo quer que você compre pacotes de cruzeiros e fique em resorts caros. Eles querem que você escolha uma viagem da mesma maneira que você escolher um casaco novo no shopping. Eles querem o seu número de cartão de crédito apenas, e não saber das preferências, dos seus gostos pessoais, do que você busca vivenciar.

Já que a indústria do turismo não quer te revelar os segredos simples de viajar barato, vamos compartilhar com você de qualquer maneira, principalmente mostrando que você não precisa sacrificar muito de sua viagem para garantir conforto, segurança e economias. Pode ser assustador aventurar-se no mundo, com nada mais do que otimismo e boa vontade, mas a liberdade pessoal começa com um salto de fé e uma boa dose de planejamento.

Abrace a simples alegria de Viajar

Viagem libera você da rotina do dia a dia. Você irá explorar novos lugares, conhecer novas pessoas, experimentar novos alimentos e aprender coisas sobre o mundo e você mesmo que você nunca imaginou que fosse possível.

A alegria de novas experiências é a coisa mais maravilhosa sobre viagens. E novas experiências são gratuitas. Andar pelas ruas de uma cidade. Parar e conversar com um habitante local. As pessoas passeiam em um parque público. Suba até o topo de uma colina e observe o pôr do sol sobre o oceano.

A simples alegria de estar em um lugar novo é apenas uma questão de ir a algum lugar novo. Isso é gratuito e nenhuma empresa irá te ensinar que as coisas gratuitas e baratas, que cortam custos, podem ser muito melhores do que passeios caros dentro de um museu.

Viajando com pouco dinheiro

Não pense que você precisa de uma carteira cheia para fazer uma viagem internacional: com menos de R$1000 você já consegue boas viagens para destinos nas Américas e até na Europa, se der sorte. (Foto: dayliteconnect.com)

Mantenha as suas necessidades ao mínimo

A economia moderna é construída sobre a falsa premissa de que as pessoas precisam comprar novos bens e serviços o tempo todo. Isso é besteira. Viajar é ter experiências. As pessoas precisam de ar fresco, comida saudável, água limpa, o exercício, a estimulação criativa, companheirismo, auto-estima e um lugar seguro para dormir.

Todas estas coisas são simples de se obter. A maioria delas são gratuitas.

Para o ar fresco, vá para fora. Para o exercício, dê um passeio. Para a estimulação criativa, vá a algum lugar novo. Para a companhia, faça um amigo, leve a família, vá com seu mari ou esposa ou até namorado ou namorada. Para auto-estima, desligue a TV, que só serve para te deixar para baixo.

Coisas como comida e abrigo você pode conseguir pelo Couch Surfing ou em albergues, que são muito mais baratos do que os preços cobrados no Brasil. Ainda há muitas outras ferramentas para isso, mas o essencial é: você não precisa pagar caro para ter conforto.

Vá devagar

Se você mora em São Paulo e quer viajar 2 semanas de férias para a África, vai ser muito difícil (mas não impossível) viajar com pouco dinheiro. Na verdade, se você acredita que o tempo é dinheiro, você vai gastar dinheiro o tempo todo. Em viagens, você deve pensar que tem todo o tempo do mundo.

Em vez de comprar um bilhete de avião, pegue uma carona até o sul do país e de lá para a Argentina. Ou pegue um carro, suba em sua moto e vá embora da cidade. Quanto mais devagar você viaja, menos dinheiro você vai gastar. Ainda, se você for paciente, consegue acumular pontos no cartão e trocar todos eles por passagens aéreas ou encontrar passagens mais baratas com um pouco de pesquisa.

Deixe suas posses e obsessões para trás

Quando você viaja, você não precisa pagar aluguel. Você não precisa de um carro. Você não precisa de um forno, uma máquina de lavar roupa, eletricidade, TV a cabo, uma academia, um sofá ou um armário cheio de roupas. Você precisa é aproveitar, esquecer os problemas e se divertir. Quanto mais você pensar nos problemas de casa, mais frustrado você fica e mais tendencioso a gastar mais você estará, para compensar a tristeza. Vá leve para uma viagem e volte rico em experiência.

Confie nas pessoas e você receberá gratuitamente alimentação e hospedagem

Muitas pessoas estão dispostas a abrir suas casas para os viajantes. Pegue com algumas tarefas, e eles vão dar-lhe uma refeição grátis, também.

CouchSurfing e WWOOF são duas redes online fenomenais que ajudam os viajantes se conectar com anfirtriões locais. Membros do CouchSurfing estão dispostos a proporcionar aos viajantes um lugar para dormir por uma noite ou duas, talvez até mais. WWOOF conecta viajantes com os agricultores orgânicos que oferecem casa e comida por uma mão de obra extra.

Destinos e economia em viagens internacionais

Seja qual for o destino que você escolher, há sempre pelo menos uma forma de economizar para ir a este lugar. (Foto: www.diversityabroad.com)

Use suas habilidades!

Se você tem uma habilidade, como cozinhar, pecuária, massagem, habilidade musical ou de carpintaria básica, você pode trocar por comida e alojamento enquanto você viaja.

Habilidades universalmente apreciadas, como cozinhar, são as melhores, embora as habilidades de nicho que estão em alta demanda, como o design de websites, também são úteis. Falantes nativos de inglês muitas vezes podem viajar o mundo de graça, ensinando cursos de línguas em cada destino que visitam.

Quanto mais devagar você viaja, mais fácil será a elaboração de um acordo mutuamente benéfico com a comunidade local ou anfitrião.

Fuja das cidades e grandes centros!

Embora seja possível viajar de forma bem barata para uma cidade grande, é difícil. Cidades são construídas em dinheiro, e necessidades como ar puro, água limpa e um lugar seguro para dormir são difíceis de encontrar nas cidades.

Vá para o interior, onde as pessoas são mais relaxadas, a comida é abundante e há amplo espaço para um viajante de colocar para fora seu saco de dormir sob as estrelas. Você poderá, durante o dia, viajar para a cidade grande mais próxima e voltar no mesmo dia, caso a cidade do interior seja próxima.

Abrace a peculiaridade e o planejamento

Viajar pelo mundo de forma barata requer uma mistura de planejamento prévio e a vontade de aproveitar as oportunidades e ir com o fluxo. Será que o seu novo amigo CouchSurfing quer companhia para uma viagem por todo o país? Pegue sua mochila e vá junto dele! Será que uma fazenda orgânica na Tailândia precisa de um cuidador para a estação chuvosa? Pense fora da caixa!

As oportunidades irão surgir para quem sai da zona de conforto. Os preços ficam mais baratos também. Conecte-se com comunidades. Torne-se um “cidadão do mundo” e você será bem vindo em todos os lugares, pagando pouco por isso. Afinal, o mundo será seu lar.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)