As lojas estão cada vez batalhando mais por novos clientes. São programas de fidelidade, descontos, propagandas e principalmente, promoções. Porém, existem vendedores mal intencionados, assim como pessoas que agem de má fé, e criam promoções falsas, roubando dinheiro de muitas pessoas que, inocentemente, acreditam nas vantagens da compra do serviço ou produto.

Existem formas para evitar isso, apesar delas não serem 100% garantidas de funcionarem. Mas elas irão te proteger, mesmo que parcialmente, da maioria dos golpes das falsas promoções.

O primeiro passo para identificar uma falsa promoção é quando ela é “boa demais para ser verdade”. Apesar destas promoções realmente existirem, podemos assumir que mais de 90% delas são falsas. Na internet, um exemplo clássico são as propagandas de sites que dizem que você é o milésimo visitante e por isso, tem direito a um prêmio.

Sites de compras coletivas são muito conhecidos por estas promoções milagrosas. E é por isso que quando for comprar algo em um destes sites, você precisa anotar todas as informações sobre a loja que está vendendo o produto ou serviço pelo site de compras coletivas e pesquisar na internet sobre reclamações que já existam sobre ela, até buscando no Procon algumas referências. Apesar de eu sempre tomar cuidado com estes golpes, eu acabei comprando um óculos falsificado através de um site de compras coletivas, pois o preço estava muito mais em conta. Não me importei muito em receber o falsificado, mas se me importasse, eu já teria acionado os órgãos cabíveis para uma ação contra a empresa.

Procon

Lembre-se que em qualquer situação em que você se sinta lesado, você poderá buscar o Procon de sua cidade para te ajudar a resolver o problema. (Foto: www.infoescola.com)

Essa pesquisa também está envolvendo já o segundo passo, que é buscar referências da loja ou vendedor. Não adianta querer fazer uma compra para aproveitar “promoções de última hora” se você não pesquisa algumas coisas antes. Veja com amigos e parentes informações confiáveis sobre a loja. Tente conseguir o CNPJ e endereço da mesma para se assegurar, caso a loja tente algum golpe e você tenha que acionar a justiça. Registre um boletim de ocorrência com a polícia, caso haja propaganda enganosa. Lembre-se que todo cuidado é pouco.

Agora, como acontece na Black Friday brasileira, muitos sites aumentam os preços de vários produtos alguns dias antes para depois baixá-los, dizendo que é uma “promoção”. Existem dois sites que podem te ajudar a evitar isso, pois fazem uma análise da evolução dos preços dos produtos: um é o JáCotei e outro é o Baixou! Use estes dois sites antes de confirmar uma compra para garantir que você realmente está fazendo um bom negócio.

Estas são dicas básicas. Com certeza, elas não funcionarão 100%. Por isso, sempre tenha os dados da compra e exija a nota fiscal para assim, garantir que seus direitos como consumidor sejam sempre respeitados!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)