A popularidade das redes sociais também rendem controvérsias e são também um grande nicho para golpistas. Tornam-se cada vez mais populares os falsos sorteios, aqueles sorteios que prometem produtos para usuários das redes sociais apenas com uma “curtida” ou o cadastro em um site qualquer. Se você não tomar cuidado, além de cair neste golpe, pode acabar tendo prejuízos financeiros também.

Para evitar estes sorteio, a primeira coisa a se fazer é analisar se a promoção é “boa demais para ser verdade”. Um golpe que fez muito sucesso foi o do iPhone grátis no Facebook, após a pessoa curtir algumas páginas. Pense racionalmente se a Apple Brasil iria dar um telefone de R$2.400,00 só por um “curtir”? Caso você ainda tivesse alguma dúvida, uma rápida pesquisa pela internet iria mostrar que a Apple não faz sorteios de produtos. Ou até a nota oficial da empresa falando da fraude.

É lógico que existem lojas que fazem sorteios pelo Facebook para premiarem seus clientes. Mas normalmente, são produtos mais baratos. As empresas pedem um “curtir” em suas páginas, ás vezes uma promoção para fazer uma frase de impacto para um personagem ou produto. É preciso pesquisar caso a caso na internet para saber quais são golpes e quais são realmente legais.

Foto iPhone 4

Esta foto ficou muito popular por ser divulgado junto ao falso sorteio do iPhone 4, promovido, na teoria, pela Apple Brasil. (Foto: www.bemparana.com.br)

Se você tiver que fornecer dados pessoais, como endereço, telefone e e-mail, desconfie um pouco disso. E nunca, em hipótese alguma, forneça senhas ou dados de seus cartões de crédito para quem está fazendo a promoção.

Há aplicativos do Facebook que automatizam os sorteios. E há também empresas que já fazem os sorteios sabendo quem será o vencedor, as clássicas “maracutaias”. De novo, cabe o seu bom senso e sua pesquisa, sua capacidade de diferenciar as promoções, para saber qual sorteio é justo e qual não é.

Um outro fator que deve ser considerado é que sorteios realmente legais e justos, são aqueles registrados perante a Caixa Econômica Federal. Mas como você pode ver pelos sorteios “reais” do Facebook, quase ninguém faz isso. Se você quer garantir sua segurança em 100% e quer um sorteio realmente justo e legal, só com registro nas Loterias do Brasil.

Fique de olho sempre, faça valer seus direitos como consumidor e se perceber qualquer tipo de golpe ou se sentir prejudicado, acione os órgãos cabíveis, até denuncie a promoção para o Facebook. Garanto que sua reclamação dará frutos.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)