A maioria dos credores organizam as parcelas de seus financiamentos e empréstimos para as datas acordadas em contrato, podendo ser modificadas à pedido do cliente. Quando há atraso no pagamento, os credores acrescentam uma multa aos valores e que pode pesar um pouco mais no seu bolso.

Saber exatamente o que fazer quando há atraso em seus pagamentos é importante para evitar juros cumulativos e um prejuízo ainda maior.

Problemas do pagamento atrasado

Muitas pessoas que pegam financiamentos ou empréstimos ficam atrás em seus pagamentos por muitas razões, e não só porque eles são irresponsáveis​​. A dispensa do trabalho, doença, lesão e divórcio podem ser razões para uma pessoa não efetuar o pagamento das parcelas, não por culpa própria. Seja qual for a razão, a comunicação é vital para encontrar a melhor solução.

Comunique-se com a instituição financeira ou banco

A instituição financeira ou banco credor irá tentar contatá-lo quando um pagamento é atrasado. Normalmente, telefonemas e cartas enviadas informarão sobre o pagamento em falta. Você também pode acessar o internet banking para saber mais informações sobre o pagamento atrasado, multas envolvidas e soluções para atrasos no pagamento. Evitar estes não vai funcionar por muito tempo. Eventualmente, o credor terá que tomar outras ações. Evitar o credor só irá causar mais problemas, incluindo até a tomada da propriedade para a qual o empréstimo ou financiamento foi usado, no futuro. Comunique-se com o seu credor, o mais rapidamente possível, se o pagamento será atrasado.

Solução para o atraso de pagamentos de empréstimos e financiamentos

Se você se atrasar nos pagamentos, você pode estar se perguntando o que você pode fazer para corrigir a situação. Pode ser difícil para sair de uma espiral negativa, pois muitas vezes é porque você simplesmente não ganha dinheiro suficiente para cobrir suas despesas e lidar com emergências. É possível recuperar desta situação com planejamento e disciplina.

Resolvendo financiamentos e empréstimos atrasados

Quando você atrasar uma parcela de um empréstimo ou financiamento, não se desespere: faça um planejamento, comunique aos seus credores e garanta que a situação seja resolvida da melhor maneira possível. (Foto: www.smartaboutmoney.org)

Organize um orçamento

Primeiro, você precisa sentar e fazer uma lista do que falta pagar e o que você precisa para ficar no “verde”. Você também deve ter o seu orçamento atual na mão. Se você não tem um orçamento, você precisa fazer um agora.

Priorize os pagamentos

Em segundo lugar, você terá que priorizar as contas. Você deve ir no sentido de financiamentos/empréstimos e, em seguida, contas de serviços públicos, e outras contas de acordo com quantidade ou taxa de juros. É importante que você tenha certeza de que você tem um lugar para morar e eletricidade pagas, mesmo que os financiamentos tenham que ser pagos. É por isso que o aluguel e utilitários devem vir em primeiro lugar. Além disso, se você tiver que escolher quais contas para pagar, priorizando o empréstimo/financiamento.

Determine as sobras financeiras

Em terceiro lugar, você precisa determinar quanto dinheiro extra que você tem disponível para voltar a ficar em dia com os pagamentos por mês. Quando você está atrasado nas contas, você precisa parar todos os gastos desnecessários. Isso inclui sair para comer, ir ao cinema, e outras formas de entretenimento. Você também pode suspender sua tv a cabo ou outras despesas mensais desnecessárias até que os empréstimos e financiamentos fiquem em dia.

Negocie

Depois de ter determinado o quanto você tem disponível, você deve ligar e falar com seus credores ou qualquer pessoa a quem você deve. Muitas empresas vão ser capazes de elaborar um plano de pagamento com você, afim de ajudá-lo a entrar em dia com o financiamento ou empréstimo. Na verdade, você deve tentar ligar antes de você atrasar os pagamentos. Isso é melhor ainda quando o atraso ocorrer por um esquecimento ou algum problema técnico: as instituições financeiras e bancos são quase sempre compreensivas quanto a essas situações. Há muita coisa que eles podem fazer para ajudar a se comunicar com eles, principalmente cortando juros extras e multas.

Faça mais dinheiro

Você pode precisar pegar um segundo emprego por um curto período de tempo, de modo que você possa pagar o financiamento . Isto pode ser muito temporário, mas pode ajudá-lo a limpar a bagunça e ajudá-lo a ter o controle de suas finanças. Você também pode considerar vender coisas para amigos ou em sites online, de forma a juntar uma grana extra.

Poupe

Depois de ter ficado em dia com os pagamentos, você deve começar a poupar dinheiro para um fundo de emergência, para evitar que isso aconteça novamente. Você também deve começar a procurar soluções de longo prazo para a sua crise de renda. Você pode considerar a procura de um trabalho pagando mais dinheiro ou se matricular em um curso superior, técnico, pós-graduação ou até cursos de aperfeiçoamento para se atualizar ao mercado.

A prevenção é sempre o melhor remédio

Monitore cuidadosamente suas finanças, uma vez que o empréstimo ou financiamento estiverem em dia. Se o pagamento será atrasado, mesmo por apenas uma ou duas semanas, entre em contato com o seu credor imediatamente. Se o seu pagamento mensal foi reduzido de forma permanente, crie um plano de poupança no caso de surgir uma emergência futura.

Você deve ter um orçamento mensal escrito e você precisa cumpri-lo. Você deve prestar especial atenção às suas despesas variáveis​​ e ser capaz de cortar em áreas que não são essenciais.

Tente deixar o maior número possível de contas no débito automático, evitando esquecimentos de pagamentos.

Como você faz quando atrasa o pagamento de um financiamento ou empréstimo? O que recomendaria a outros leitores? Compartilhe seus conselhos nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)