Hoje em dia, as pessoas e empresas estão querendo evitar viagens inúteis para o banco para solicitar empréstimos e financiamentos. Em vez disso, eles estão buscando soluções de crédito alternativas e otimizando suas chances de aprovação para um crédito.

A tradição dita que precisamos ter um salário fixo e quase nenhum financiamento ou empréstimo em nosso nome para poder a aprovação de um financiamento, certo? Não é bem assim mais.

Se você é novo na arena dos financiamentos, deve saber que a concorrência aumentou consideravelmente nessa área. Construtoras, por exemplo, agora financiam seus próprios imóveis com ótimas condições para seus clientes. Bancos concorrem entre si para oferecer as melhores condições e vantagens. O mesmo acontece no financiamento de automóveis, financiamento de equipamento para sua empresa, etc. A competição no mercado financeira é tanta que basta apenas algumas dicas simples e você vai otimizar bastante suas chances de obter um financiamento.

Aprovando financiamentos e empréstimos

Com os procedimentos certos, você consegue aprovar qualquer financiamento ou empréstimo pessoal. É tudo uma questão de estratégia! (Foto: articles9.com)

Aprovação de financiamento: relacionamento com uma instituição financeira

Um salário pequeno no holerite ou uma renda bruta baixa da empresa podem facilmente ser relevados quando você tem um bom relacionamento com uma instituição financeira. Isso inclui ter boas conversas com o gerente, tratar as pessoas bem, pagar suas contas em dia, não usar o cheque especial com muita frequência, ter um ou dois cartões de crédito que você usa todos os meses. Tudo isso contribui para criar um relatório sobre seus hábitos financeiros que serão levados em conta na hora de aprovar um financiamento. E muitas vezes, bancos e instituições financeiras tem preferido olhar a movimentação da conta do que olhar um holerite ou a carteira de trabalho.

Aprove seu financiamento com comprovantes de renda extra

Sabemos que uma grande maioria das empresas e pessoas físicas ganha mais do que realmente consegue comprovar. Por questões fiscais ou por questões burocráticas, pode ser um pouco mais difícil comprovar a renda. Você não precisa se ater apenas um holerite, o DECORE de um contador, ou declaração do imposto de renda para comprovar seus rendimentos. Você pode usar o extrato bancário, a movimentação financeira da empresa, recibos, extratos de cartões de crédito. Tudo isso pode ser usado para comprovar renda na hora de aprovar um financiamento.

Use seu histórico de pagamento de empréstimos para aprovar um financiamento

Apesar de serem uma mesma “categoria”, um empréstimo é diferente de um financiamento. Mas você pode usar seu histórico de pagamento de empréstimos para conseguir a aprovação de um financiamento. Todos os empréstimos que você pagou em dia, inclusive cartões de crédito, empréstimos pessoais, cheques especiais, podem contar a seu favor. Peça ao seu gerente para imprimir um relatório sobre esses pagamentos, caso não esteja tentando um financiamento na mesma instituição onde pegou os primeiros empréstimos, e leve todas as informações importantes para seus possíveis credores.

Dica para aprovar financiamento: tenha uma finalidade clara para o financiamento

No mundo dos financiamentos, há boas e más razões para se candidatar a um deles. Boas razões para empresas incluem o financiamento de uma equipamento para sua empresa, imobiliário, pois aumentam os lucros e ganhos da empresa. No caso de pessoas físicas, boas razões incluem o financiamento de imóveis, o financiamento de um veículo para quem acabou de se se casar, uma reforma para uma casa de um casal que acabou de ter um bebê.

Más razões para obter um financiamento empresarial incluem financiamento de perdas financeiras, prejuízos em áreas não relacionadas a atividade principal da empresa (exemplo: prejuízo na área de escritório em uma oficina mecânica) ou aquisição de ativos de negócios não essenciais. Para pessoas físicas, financiamentos ruins incluem a compra de veículos de luxo por motivo de status, reforma de um apartamento novo sem motivo, compra de um imóvel para construir mas sem planos ou dinheiro sobrando para construção.

Se você tem boas razões para o empréstimo, o banco ou instituição financeira estará mais propenso a ceder o dinheiro, pois sabe que será bem utilizado, e você estará mais motivado a pagar as parcelas.

Seja realista quanto o tamanho de financiamento para conseguir o seu

Como regra geral, só se aplique para a quantidade de financiamento que você realmente necessita. Se você pedir demais, os credores vão questionar sua credibilidade. Dito isto, não subestime a quantidade que você precisa, e tenha sempre em mãos o maior valor possível para a entrada do seu financiamento. Quanto mais você tiver em mãos, mais as chances de você conseguir o financiamento para o restante que você precisa. E nunca peça mais do que o necessário.

Dica bônus: paciência e muita pesquisa!

Ao buscar um financiamento, lembre-se que cada credor tem suas próprias prioridades e preferências para os candidatos. Pesquisar várias instituições é uma forma de conseguir além do financiamento, menores taxas de juros, melhores condições de pagamentos, e receber cada vez mais ofertas de financiamento.

Como você negocia um financiamento? O que você faz para obter um financiamento?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)