Se você precisa de dar um toque especial na sua casa para torná-la um lar e aproximá-la do que você sempre sonhou, um empréstimo para uma reforma pode aproximá-la de onde você quer chegar. Um empréstimo de reforma é semelhante a um empréstimo de construção em muitos aspectos, mas as semelhanças tem limites que devem ser clarificados.

Financiamento de reforma: como funciona?

Quando você faz uma aplicação para um empréstimo de reforma, você apresenta orçamentos de material e do serviço para a reforma, feito com profissionais registrados e qualificados para o serviço. O credor geralmente terá linhas de crédito para financiar até 90% do valor total da reforma. Em alguns casos, é possível usar o saldo do FGTS para pagar a dívida. O imóvel é geralmente dado como garantia de que o empréstimo será pago, em sistema de alienação fiduciária.

Aprovado o valor do financiamento, a Instituição financeira pode oferecer os recursos para a reforma por alguns meios:

  • Linha de crédito: o banco abrirá uma linha de crédito com um limite pré aprovado que poderá ser usada para a construção/reforma, e você pagará juros e as parcelas proporcionais apenas ao que você usar.
  • Cartão de crédito para a reforma: da mesma forma que a linha de crédito, com um limite pré aprovado, só que na forma de um cartão de crédito.
  • Recursos diretamente para empresa responsável pela reforma: o dinheiro para a reforma pode também sair diretamente da sua conta para a empresa com a qual foi feito o orçamento da reforma.
Como funciona financiamento de reforma

Para uma reforma, as regras de um empréstimo são um pouco diferentes, e devem ser respeitadas para obter e usar o dinheiro do financiamento corretamente. (Foto: www.thisoldhouse.com)

Empréstimo para reforma: taxa de juros

A taxa de juros anual para a reforma tem uma taxa de juros anual baixa, semelhante às taxas de juros de financiamento de um imóvel. Muitas vezes, as taxas são até menores, na verdade. E você só começa a pagar os juros a partir do momento em que efetivamente usar os recursos disponíveis para sua reforma.

Empréstimo para reforma: prazo para pagamento

O prazo pode ser de até 30 anos, como é no financiamento da compra de um imóvel novo ou usado. Em outros casos, pode ser um prazo menor, se você obter um financiamento específico, ou um cartão de financiamento para projetos de reforma e construção. O prazo, nesses casos, pode ser de até 18 meses para usar os recursos disponíveis, e até 10 anos para pagar o que foi utilizado, ou até mais, dependendo.

Exigências para obter um financiamento para construção

As condições para obter um empréstimo para a reforma de seu imóvel geralmente são simples: comprovante de renda, comprovante de residência, nome limpo no SPC e no SERASA, documento de identidade com foto, CPF, IPTU, documentação do imóvel, certidão negativa de débito na prefeitura da cidade, e algumas outras exigências que o banco possa fazer.

Vale a pena pegar um financiamento para reforma?

A questão principal do financiamento para a reforma de um imóvel é o planejamento. Faça algumas perguntas a si mesmo:

Você pretende vender o imóvel depois? Se pretende, nem toda reforma resulta em adição de valor ao imóvel, e algumas podem até desvalorizar seu imóvel.

A reforma é emergencial? Se for, não pense duas vezes. Mas se for uma reforma necessária por algum problema causado por danos de chuva ou pelo tempo, você pode acionar o seguro do seu imóvel, caso tenha.

Por que você quer reformar? Saiba bem o motivo. Se for por status ou motivos fúteis, descarte a reforma, economize, e faça a reforma com seu dinheiro ao invés de pegar um empréstimo.

Seu emprego é estável? Saiba o quão estável é seu emprego para ter certeza que você será capaz de arcar com as parcelas do financiamento.

Quanto você pode financiar? Saiba o quanto você pode financiar de uma reforma. Quando você souber o valor total, corte 15% a 20% desse valor como margem de segurança.

Respondendo a essas perguntas e entendendo o financiamento de uma reforma, dificilmente você terá problemas.

Você já financiou uma reforma? Como fez esse financiamento? Quais foram as condições? Teve algum problema?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)