Sistemas de amortização são usados para empréstimos e financiamentos para o cálculo das parcelas devidas pelo mutuário. Cada sistema oferece diferentes vantagens e desvantagens, sendo mais apropriados a um ou outro perfil individual ou de acordo com o produto que está sendo financiado. Nesse contexto, surge o Sistema de Amortização Mista ou SAM, uma mistura entre os populares sistemas SAC e PRICE de amortização. Mas como funciona o SAM?

Sistema de amortização misto – SAM

O SAM é uma mistura do Sistema de Amortização constante, onde o valor das parcelas que pagam a amortização do principal é o mesmo durante todo o financiamento ou empréstimo, e o sistema PRICE/Sistema Francês, onde o valor das parcelas é fixo durante todo o prazo do financiamento ou empréstimo. O cálculo das parcelas do SAM é feito somando as parcelas do sistema PRICE e sistema SAC e dividindo por 2, o que dá uma parcela mais alta no começo, mas que vai reduzindo um pouco a cada novo pagamento, mas mantendo uma amortização mais ou menos constante do Principal devido.

Em outras palavras, o valor da amortização vai crescendo a cada novo pagamento, enquanto o valor dos juros pagos pelo empréstimo ou financiamento vai diminuindo até a quitação total do valor devido.

Sistema de amortização misto

Entenda o sistema de amortização misto para compreender os cálculos e ver como eles podem influenciar seus pagamentos. (Foto: ZAP Pro)

Sistemas de amortização: qual é o melhor?

Entre os sistemas SAC, PRICE, e SAM, o melhor sistema de amortização é o SAC. Isso porque, ao longo dos pagamentos no sistema SAC você amortiza um valor maior do principal devido e, consequentemente, vai pagando menos juros. A desvantagem é que o mutuário vai pagar um valor maior nas parcelas nos primeiros anos do financiamento, o que pode pesar nas finanças. Para compensar isso, se possível, é melhor usar um sistema SAM, que tem parcelas mais ou menos iguais durante todo o período, mas aproveita um pouco do benefício de amortização do SAC.

Qual amortização escolher?

Apesar de ser claro que o SAC é o sistema de amortização mais vantajoso para o mutuário, na maioria das vezes não é possível escolher o sistema de amortização para seus financiamentos ou empréstimos. Geralmente o sistema PRICE é usado em financiamento de veículos, enquanto o SAC é muito comum em financiamentos de imóveis. Em algumas situações, pode ser que diferentes instituições financeiras ofereçam, cada uma, um tipo de amortização diferente para um ou outro financiamento mas, num geral, o mesmo tipo de amortização é usado para todos.

Como fazer o cálculo da amortização?

Para entender os valores que serão pagos nas parcelas e no financiamento, a melhor coisa a se fazer é usar uma planilha ou calculadora online. Essas ferramentas são extremamente úteis para um planejamento financeiro, principalmente quando estamos falando de um financiamento, que é algo caro para se fazer e que pode pesar bastante nas suas finanças. Outra forma é pegar as fórmulas dos respectivos tipos de amortização e fazer o cálculo manual, mas isso pode demorar um pouco.

Esperamos ter ajudado nossos leitores a entender um pouco mais sobre os sistemas de amortização e como eles funcionam. Se ficou ainda alguma dúvida, deixem suas perguntas nos comentários. Não se esqueçam de deixar também sugestões, críticas e seus elogios. Eles sempre nos ajudam a direcionar melhor nossos artigos para satisfazer o que vocês procuram.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)