Aqueles investidores que eu conheço trabalhando no mercado da Bolsa de Valores investem várias horas por dia no trabalho, sendo parte deste tempo dedicado estudando os mercados e parte em algum tipo de pesquisa individual, sem ajuda de ninguém. Você deve abordar o investimento na bolsa de valores como um trabalho: é uma profissão exigente e se você não tem tempo para dedicar, você não deve negociar ações. Simplesmente não há atalho para investir na Bolsa.

Aprender sobre investimentos demanda tempo

Aprender a ler e traduzir preços de ações leva tempo e você precisa se expor a muitos padrões de preços diferentes antes de sequer pensar em fazer algum movimento. Sua melhor chance é encontrar alguém que já esteve nas trincheiras e que ganha a vida com esta atividade. Um comerciante que esteja disposto a ensinar-lhe como proceder, caso contrário, investir em ações será o mesmo que apostar em jogos de azar.

Mas quantas horas por semana você deve dedicar à Bolsa de Valores?

Depende de como você mede seu tempo. A maioria das carteiras dos investidores médios hoje em dia são planilhas trimestrais, além de algumas participações convencionais em algumas ações tradicionais. Nas manhãs de segunda a sexta, um investidor médio entra online para analisar a carteira em algum momento antes das 07:45 para ver o impacto das notícias que saíram às 7 h, no caso de elas afetarem as ações. Se elas afetaram, o investidores já está online ou por telefone após as 8:00 para ajustar as posições ou não. Estes investidores ficam online, monitorando a carteira na tela até cerca de 08h40, quando algumas reversões dos movimentos iniciais terão iniciado, mas este investidor tem tempo para outras coisas enquanto isso, não observando a tela do computador tempo todo, voltando para o computador a partir de 9:30 h quando dados econômicos oficiais do governo são, na sua maioria, lançados. Quando os grandes mercados entram online, principalmente a Bolsa de Valores dos EUA, este investidor faz uma nova análise da carteira. Por volta de 04:00, o investidor verifica todas as posições e, possivelmente, ajusta ou fecha alguma. Entre 09:30 e 15:55 vai fazer outras tarefas, apenas olhando para a tela de passagem. O investidor deve se atualizar com gráficos e notícias etc, algo que geralmente é feito durante a noite.

Assim, o total de horas de atividade de negociação real são muito poucas. O tempo gasto assistindo de forma intermitente ou verificação irá variar muito. As horas passadas na pesquisa são igualmente difíceis de quantificar com precisão. Isso pode soar como alguém que foge de responder à pergunta, mas investidores na Bolsa geralmente não mantém um balanço de horas trabalhadas e pesquisadas.

No geral, investir na Bolsa certamente envolve menos horas do que qualquer trabalho “normal“. Parece um trabalho de meio período de horários flexíveis. É possível eliminar o tempo de monitoramento empregando configurações de parar as perdas (vender ações) quando o valor chegar a X, mas pode não ser adequado ao seu perfil de investidor. Com uma carteira é equilibrada, de modo que você possa ficar longe da tela do computador por um ou dois dias, é improvável sofrer danos intoleráveis.

Investir tempo na Bolsa de Valores

O tempo investido na Bolsa de Valores não irá se traduzir todo em dinheiro. Agora, tempo investido com inteligência na Bolsa se traduzirá sim, em lucratividade para você e qualidade de vida. (Foto: www.dreamstime.com)

E se o mercado onde quero investir só está aberto durante a noite?

Isso significa que você quer investir, por exemplo, na Bolsa da China, nas Bolsas Europeias, Tigres Asiáticos ou na Bolsa do Japão, apenas citando alguns exemplos. A alternativa é, talvez, identificar quais os mercados funcionam durante as horas em que você está acordado e fazer negócios de onde você está. Supondo que você precisa de uma hora ou mais para esfregar os olhos, abra o e-mail, etc. Um mercado que abre às 13:00 na hora local parece ideal. O que não recomendamos é que você troque o dia pela noite para fazer investimentos, mas existem muitos investidores que fazem isso e são muito bem sucedidos. É uma questão de escolha e preparação.

Meu objetivo não é ser alguém que fica olhando para gráficos de todos os dias …

Este negócio de Bolsa de Valores exige muita atenção. Se esse não é realmente o lugar onde você quer estar no momento, então eu sugiro que você busque outros caminhos, se o seu objetivo é fazer dinheiro com a Bolsa de Valores.

Quanto mais tempo investir na Bolsa de Valores, progressivamente será possível canalizar esse excesso de capital em investimentos mais estáveis e que não exigem que você se sente na frente de um computador ou continue investindo nesses investimentos. O importante é adequar seus investimentos ao seu perfil de trabalho como investidor, e não o contrário.

Diversificando os investimentos

Quando você faz um plano de investimentos, incluindo ações na Bolsa de Valores, o mais importante é diversificar para reduzir as perdas e os riscos. Existem muitos que quanto mais tempo investem na Bolsa, menos diversificadas vão ficando suas ações e mais agressivo vai se tornando o perfil deles. Não que eles estejam completamente errados: afinal, eles tem mais tempo e conhecimento.

Mas uma coisa que Benjamin Graham deixa clara em sua obra The Intelligent Investor (O Investidor Inteligente, tradução livre), uma das bíblias do investimento, é que prever as variações do mercado é muito arriscado. Não podemos saber se ações, nos próximos anos, continuarão sendo um bom investimento ou se títulos públicos serão o melhor investimento. O contrário é também verdade.

Portanto, diversifique, estude e dedique um tempo para aprender a investir, mas não deixe que isso tome todo o seu tempo. E compartilhe nos comentários sua experiência e vivência para que mais pessoas aprendam a investir.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)