Uma empresa que tem como principal responsabilidade de ser um intermediário que coloca compradores e vendedores juntos a fim de facilitar uma transação na bolsa de valores recebe o nome de Corretora de Ações. Estas são compensadas através de comissão após a transação ser concluída com sucesso, sendo ela lucrativa ou não.

Especificando um pouco mais, a empresa de corretagem é uma instituição financeira que facilita a compra e venda de títulos financeiros entre um comprador e um vendedor, normalmente o primeiro sendo uma pessoa física que se interessa no investimento nas transações da bolsa de valores e o segundo sendo representado pelo governo e seus lançamentos no mercado financeiro ou empresas públicas, e também empresas privadas que desejam capitalizar suas ações. O serviço é prestado através de corretores, que aconselham os clientes da firma em investimentos que podem ser arriscados ou não. O que o corretor não pode nunca fazer é divulgar dados sigilosos de lançamento de ações ou de outras empresas, favorecendo seus clientes e cometendo um crime financeiro.

As corretoras de ações

Para que a comercialização de ações seja feita de ordem organizada e sem fraudes, as corretoras são as únicas autorizadas a fazer transações na Bolsa de Valores em nome de seus clientes. (Foto: moedaecia.wordpress.com)

Pegando este último elemento, uma corretora hoje em dia não trabalha apenas com o comércio de títulos, indo muito além disso. Elas também fazem investimentos em vários tipos de fundos, dependendo do perfil do investidor, e também prestam serviços de educação financeira e consultoria de investimentos. É de certa forma um investimento que minimiza os riscos para quem compra este tipo de serviços, visto que fica a cargo da corretora as pesquisas do mercado para analisar riscos e deixar claros os investimentos que podem ser mais interessantes ao investidor no dado momento em que ele quer aplicar suas reservas. Praticamente todos os bancos brasileiros prestam serviços como corretores de ações para seus clientes, incluindo também a análise de risco.

As corretoras de ações são uma excelente fonte para pesquisa de preços de ações em tempo real, além de uma análise mais direta de mercado para investimentos. O contrato entre um indivíduo e uma corretora de ações deve ser estabelecido para que ele possa transferir recursos para a corretora e executar ações de compra, venda ou investir em fundos que estejam disponíveis para aplicação. Alguns tipos de investimento, como Clubes de Investimento, necessitam de um contrato adicional, onde o cliente autoriza a empresa a comprar e vender as ações e dividir os lucros aos participantes.

É importante para uma pessoa que queira aplicar seus investimentos em ações procurar e pesquisar entre várias corretoras para poder analisar quais serviços você realmente precisa de acordo com seu perfil. Os preços de corretagem, ou seja, de ordem de venda ou compra dada, podem prejudicar seus lucros, dependendo do seu perfil. Talvez, uma corretora que cobre um pouco mais caro, mas preste serviços de consultoria, se adeque melhor às suas necessidades. Mesmo seu banco pode ter serviços que te deixem em uma situação mais confortável.

Preste atenção apenas na hora de assinar o contrato e passar seus dados financeiros à corretora, principalmente quando ela for online. Busque na BOVESPA informações para saber se aquela corretora está autorizada a realizar transações na Bolsa de Valores. Já existem pessoas mal intencionadas que se aproveitam dos desavisados neste ponto. Fuja também de corretoras que prometem muito aos seus clientes: quanto mais realista e pé no chão sua corretora for, melhor será para sua saúde e principalmente, para seus investimentos.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)