Portabilidade de plano de saúde, quais as regras?

Escrito na categoria "Educação financeira" por André M. Coelho.

Portabilidade de plano de saúde permite que os segurados transfiram suas apólices de seguro de saúde existentes para um novo provedor de seguro de saúde. A portabilidade evita que os clientes sejam tomados como garantidos pelas companhias de seguros, dá-lhes flexibilidade e oferece melhores e mais opções.

Publicidade

Publicidade

A melhor parte sobre Portabilidade de Seguro de Saúde é que os clientes tem a liberdade de mudar para um provedor de seguro de saúde melhor, sem ter que se preocupar em perder os benefícios acumulados da política anterior. O segurado também pode levar adiante o período de carência para cobertura de doenças pré-existentes.

Por que fazer a portabilidade de plano de saúde?

Vejamos alguns dos motivos mais comuns pelos quais os clientes optam por migrar de seus provedores de seguro de saúde existentes.

Agora que você conhece os motivos comuns que forçam a maioria das pessoas a transferir seu plano de saúde, vamos analisar os prós e contras da portabilidade do seguro de saúde.

Portabilidade de planos de saúde

Faça a portabilidade do seu plano para aproveitar os benefícios de outro plano sem ter que passar por um grande período de carência. (Foto: Wilson Consulting Group)

Regras para a portabilidade do plano de saúde

Alguns passos devem ser seguidos para garantir que a portabilidade seja efetivada.

Publicidade

Publicidade

Passo 1: Guia ANS

No endereço eletrônico da Agência Nacional de Saúde, o interessado deverá procurar os planos compatíveis com o seu para que possa ser feita a portabilidade.

Passo 2: Contatando a operadora

Publicidade

Após encontrar os planos compatíveis, entre em contato com um corretor de planos de saúde ou diretamente com a operadora do plano de saúde para solicitar uma proposta de adesão. Não saia do plano de saúde atual enquanto a adesão não for confirmada.

Publicidade

Passo 3: Comprovantes de pagamento

Ao assinar a proposta de adesão, você deve apresentar cópias de comprovantes de pagamentos dos 3 últimos meses, o comprovante de permanência do plano de origem (pode ser obtido diretamente com sua operadora de plano de saúde atual), e o relatório de compatibilidade do Guia ANS de Planos de Saúde.

Passo 4: Aguardar

A operadora nova tem até 20 dias para aprovar seu plano novo. Caso não haja resposta dentro desse prazo, entre em contato novamente. O contrato novo entrará em vigor 10 dias após a nova operadora aceitar.

Passo 5: Contato

Publicidade

Publicidade

A operadora de destino entrará em contato com você e sua operadora atual para comunicar a alteração do plano e o início da vigência do contrato.

Esperamos que não tenha ficado qualquer dúvida sobre a portabilidade de planos de saúde entre diferentes operadoras. Mas caso você ainda tiver alguma questão, deixe nos comentários sua pergunta e iremos responder o quanto antes. Estamos aqui para ajudar!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Publicidade

Publicidade

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário