Edifícios verdes utilizam práticas e materiais de construção que sejam ambientalmente responsáveis e eficientes com recursos desde a fase de concepção até a manutenção e, idealmente, a renovação e desconstrução também. Sua casa pode ser feita com isso em mente. Apesar dos custos iniciais mais altos, no longo prazo você terá uma residência muito menos custosa para seu bolso.

Benefícios

Edifícios verdes utilizam a energia, água e outros recursos de forma mais eficiente, protegem a saúde dos ocupantes e melhoram a produtividade das pessoas, tanto em tarefas de lazer quanto em tarefas de trabalho. Também reduzem a poluição, desperdício e degradação ambiental. Com isso, economiza-se em contas de água e de luz e em alguns lugares, o governo até incentiva as famílias com descontos em impostos.

Considerações práticas

Ao planejar uma construção verde, os arquitetos devem considerar que os aspectos da casa serão “verdes”. Muitas vezes não é prático construir cada parte com componentes verdes. Às vezes, elas interferem com a função da casa, são proibitivamente caras, ou não estão disponíveis para a região do país em que o edifício está a ser construído. Porém, você não pode querer economizar demais no material de construção. Busque aquele mais resistente para que a manutenção de sua residência seja também barata.

Eficiência Energética

Com uma maior eficiência na construção de sua casa ou na adaptação da mesma para que ela seja sustentável, você poderá até começar a produzir sua própria energia elétrica e armazenar água da chuva para lavar calçadas, por exemplo. Além disso, sua casa tende a ficar mais iluminada e fresca durante o dia, criando um ambiente que usará menos eletricidade para ar condicionado, ventiladores e luz.

Casa sustentável

Muitas empresas já se especializam em fazer casas sustentáveis por saberem que elas duram por mais tempo e também são mais econômicas e confortáveis. (Foto: www.euinfrastructure.com)

Compromisso Mundial

Os governos de vários países se comprometeram com a “ecologização” das políticas públicas. Há também bolsas para empresas e indivíduos para adiar os custos de alguns dos recursos mais caros de edifícios verdes, como telhados solares. Sua casa pode fazer parte disso e assim, colaborar para um futuro melhor.

Pensando no longo prazo

No curto prazo, uma casa sustentável é um investimento mais alto que o normal. Mas o que você deve pensar é nos valores mais baratos de conta de luz e água, na melhor qualidade de vida que você irá obter com uma casa mais agradável, na facilidade da manutenção de sua casa e muito mais. Já nos primeiros anos, seu bolso sentirá a diferença e você poderá investir mais recursos em outras coisas mais importantes, como investimentos ou até a hipoteca da casa.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)