O funcionamento interno do sistema de crédito nos EUA e Canadá se baseia, essencialmente, no Credit Score, também conhecido como pontuação de crédito. Essa pontuação é que vai estabelecer para os clientes do mercado financeiro norte americano o acesso a produtos e serviços financeiros, tais como cartões de crédito, financiamentos, empréstimos, bem como tarifas e taxas de juros mais acessíveis. Vamos entender esse sistema, que é essencial para quem mora ou quer morar na América do Norte.

Como conseguir credito nos EUA e Canadá: fundamentos do Credit Score

O sistema do Credit Score é composto por três jogadores principais: consumidores, agências de crédito e sociedades financeiras. Informações sobre suas contas de cartão de crédito, empréstimos, e financiamentos são registrados eletronicamente nos três serviços de crédito nacionais por cada um dos seus credores a cada 30 dias. Estas agências (TransUnion, Equifax e Experian) coletam e armazenam as informações de crédito para referência futura.

Agências de crédito – As três agências de crédito nacionais não compartilham informações entre si. Os relatórios de crédito da TransUnion, Equifax, e Experian podem conter informações significativamente diferentes sobre você, o que é diferente do Brasil, onde as informações estão centralizadas no SPC/Serasa. É importante monitorar todos os três relatórios, porque você nunca pode ter certeza que um vai ser usado quando você aplicar para uma nova conta, empréstimo, financiamento, ou cartão de crédito.

Como construir crédito nos EUA

Construir o crédito na América do Norte é um processo mais justo que no Brasil, pois beneficia quem é um bom pagador. Porém, você precisará de muito mais disciplina com seu dinheiro. (Foto: www.freescoreindia.com)

Sociedades financeiras – Empresas como financiadoras de automóveis, bancos, companhias de cartão de crédito e agências de seguros, usam seus dados de agências de crédito para determinar se você é um cliente arriscado. Quanto menor o risco, menores as taxas que você terá que pagar, e maiores os valores que você conseguirá para seus empréstimos e financiamentos. Vale lembrar que as informações dos relatórios podem estar imprecisas ou incorretas, e o consumidor é quem deve monitorar o Credit Score para corrigir os possíveis erros.

Consumidores – Junto com suas informações de crédito, todos os registros de contas, seu nome, endereço, empregador, aplicações recentes para crédito, são registrados. São também registrados pedidos de falências, privilégios fiscais, bem como alguns tipos de julgamentos que podem aparecer em seus relatórios. Informações sobre sua renda, raça, contas correntes, sexo, idade, religião ou saúde não estão incluídos em relatórios de crédito. A maioria das informações dos relatórios de crédito expira após 7-10 anos. Se há algo impreciso em seus relatórios de crédito, você pode registrar com uma das agências para que seja removido do seu registro.

Cálculo do Credit Score e construção de crédito nos EUA e Canada

5 elementos constituem o cálculo do Credit Score, cada um com um peso diferente e que varia um pouco, dependendo da agência de crédito:

Histórico de pagamentos – Mostra se você faz pagamentos em dias, quantas vezes atrasou pagamentos, quantos dias após a data de vencimento pagou as contas, e quão recente foram os atrasos nos pagamentos. Quanto maior a proporção de pagamentos dentro dos prazos, maior a pontuação.

Quanto você deve – A quantidade que você ainda deve, o número e tipo de contas que você tem, e a proporção de dinheiro em dívida, em comparação com a quantidade de crédito disponível que você tem. Cartões de crédito com saldos elevados vão diminuir sua pontuação de crédito, e cartões com limites mais altos, pagos em dia, e dívidas baixas, podem aumentar sua pontuação de crédito.

Tamanho do histórico de crédito – Quanto mais tempo você tem um histórico de crédito com pagamentos em dia, melhor para sua pontuação.

Tipos de contas que você possui – Contas de empréstimos, prestações, varejo, cartões de crédito, financiamentos, habitacionais, etc, podem melhorar a suta pontuação de crédito.

Atividades recentes de crédito – Se você abriu várias contas recentemente ou fez várias aplicações para empréstimos, isso sugere potenciais problemas financeiros e pode diminuir sua pontuação. No entanto, se você já tem acesso a essas linhas de crédito há muito tempo e resolve usá-las de forma inteligente, pode aumentar sua pontuação de crédito.

Uma pontuação de crédito considerada boa é acima de 700 pontos, o que dá acesso às melhores taxas e limites de empréstimos e financiamentos.

O crédito nos EUA é mais justo com quem paga tudo em dia

Quanto mais tempo você paga suas contas em dia, maior será sua pontuação de crédito. A melhor maneira de melhorar sua pontuação de crédito é fazer utilização de empréstimos e cartões de crédito de forma responsável, pagando a fatura do cartão inteira, sem parcelamentos. Quanto mais o seu histórico de crédito mostra que você pode responsavelmente lidar com o crédito, mais os credores estarão dispostos a lhe oferecer crédito a uma taxa competitiva, e em maiores quantidades na América do Norte.

Você entendeu todos os detalhes da pontuação de crédito? Se ficar qualquer dúvida, deixe suas perguntas no espaço de comentários abaixo!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)