Antes de preencher um pedido de cartão de crédito, vale a pena fazer sua lição de casa para ver se você poderá ser aceito. Se você foi rejeitado no passado, por exemplo, ou simplesmente quer garantir a aprovação da sua análise de crédito, existem passos que você pode tomar para torná-lo mais atraente para os credores, melhorando suas possibilidades.

Os credores (bancos e instituições financeiras), observam um determinado conjunto de critérios quando se trata de pedidos de cartão de crédito, e cada um terá exigências diferentes que irão produzir um perfil para ver se você é um candidato adequado, oferecendo o cartão que encaixa melhor no seu perfil de crédito. Mas para se tornar mais atraente e obter acesso a melhores pacotes e produtos do mercado financeiro, você pode trabalhar para melhorar suas chances, principalmente se você nunca teve um cartão de crédito ou se nunca pegou um empréstimo antes.

Obtenha um extrato de todas as suas contas e recebimentos

Vale a pena conferir regularmente seus extratos, para garantir que os detalhes estão corretos e você sabe onde estão seus ganhos e limites. Se você encontrar erros e principalmente indícios de uma má gestão financeira de sua parte (ex.: entrar todo mês no cheque especial) pode ser um sinal para não fazer a aplicação para um cartão de crédito.

Antes de aplicar para um cartão de crédito

Foco. Fazer várias aplicações para os cartões de um ou mais bancos na esperança de ser aprovado para um é imprudente. Cada pedido é suscetível de deixar o credor com uma imagem ruim de você, como se estivesse desesperado. Além do mais, se você dispersa sua atenção e esforços para vários cartões acaba perdendo a chance de obter um cartão mais completo, com melhores benefícios.

Estabilidade financeira. Os bancos gostam de ver que você é um candidato confiável para o crédito, então uma história de vários anos no mesmo endereço, por exemplo, pode ajudar, juntamente com manter o mesmo trabalho por um período razoável de, digamos, três anos. Se você estiver fazendo uma mudança de vida, então pode valer a pena pedir um cartão de crédito antes de fazer a mudança.

Reduza suas dívidas. Enquanto os bancos querem ver um pouco de sua história com pagamentos regulares em alguma forma de crédito, é improvável que se apressem para oferecer-lhe mais, se você já tem vários cartões e empréstimos. Se você tem um monte de cartões de crédito em sua carteira, mas está ansioso para um cartão especial, considere fechar algumas dessas contas para torná-lo mais atraente aos bancos e gerir melhor suas finanças.

Relacionamento com instituições financeiras. Enquanto pode ser bom ser uma pessoa com nenhum compromisso com instituições financeiras, não ter relacionamento com qualquer uma delas te impedirá de obter melhores condições e cartões com benefícios melhores. Criar o relacionamento de longo prazo possibilitará que você tenha uma margem maior de negociação na hora da aplicação ao cartão de crédito.

Encontrando um bom cartão de crédito

Aprenda a focar melhor sua aplicação a cartões de crédito antes de buscar uma opção para você no mercado financeiro, otimizando suas chances de encontrar o melhor cartão para seu perfil. (Foto: www.ehow.com)

Na hora de pedir o cartão de crédito ao seu banco

Um cartão de crédito é uma das melhores ferramentas para a construção de uma rede de emergência. Fazer pagamentos no prazo e manter uma taxa de utilização de cartão de crédito em menos de 30 por cento são movimentos tipicamente inteligentes para uma boa saúde de crédito. Quando chega a hora de pedir o cartão no banco, existem regras que você deve seguir e problemas dos quais você deve fugir.

Escolha um cartão com base no seu crédito. Isso significa fugir de cartões com limites que seja muito mais altos que seu próprio salário.

Considere um cartão de crédito nacional primeiro. Apesar da tentação da bandeira internacional ser muito grande, procure primeiro um cartão nacional, que geralmente tem menores limites, anuidades, tarifas e juros mais baixos.

Pesquise opiniões. Existem muitos sites com opiniões e análise dos mais variados cartões de crédito disponíveis no mercado brasileiro. Você pode comparar benefícios, taxas, programas de relacionamento, juros e tarifas.

Escolha um cartão com base em seu perfil de gastos. Por exemplo, você pode escolher um cartão de crédito com a bandeira da companhia aérea que você mais usa, se for um viajante frequente, ou o cartão de crédito de uma loja específica que oferece descontos especiais a portadores do cartão de crédito.

Leia o contrato. Certifique-se de saber quais são os termos e condições são para o cartão de crédito que você está interessado antes de fazer o pedido.

Cuidado com os juros do cartão de crédito. Seu banco pode oferecer um cartão com anuidade baixa e ótimos benefícios. Mas mesmo que você pague sua fatura por inteiro todos os meses, pode chegar um momento em que você precise usar o crédito rotativo e as melhores taxas de juros de alguns cartões podem ser muito mais atraentes do que alguns pontos a mais e um dado programa de relacionamento.

Não tente a primeira oferta de cartão de crédito que você receber. Só porque um cartão anuncia uma baixa taxa de juros ou um grande pacote de recompensas, isso não significa que é o melhor para você. Pesquise outros cartões antes de tomar uma decisão sobre qual cartão pedir ao seu banco.

Cuidado com a fatura. Você só beneficiará de um cartão de crédito se manter os pagamentos regulares e pagando as faturas por inteiro. Preferencialmente mantenha suas faturas em débito automático, evitando juros e multas por atraso.

Cuidados com cartões de lojas. Em nossa experiência, pouquíssimos são os cartões de lojas que analisamos e realmente ofereciam boas vantagens. Além de anuidades caras, acompanham taxas de juros mais altas do que os concorrentes mais básicos.

Mantenha poucos cartões de crédito. Só porque você pode ter vários cartões, não significa que você deva. Analise bem os limites somados e o que você realmente precisa para seus cartões de crédito.

Não use todo seu limite do cartão. Além de te deixar perigosamente perto do uso do crédito rotativo do cartão de crédito, você não terá uma margem de segurança para emergências.

Considerações Finais

Se você tiver mais alguma dúvida, deixe sua mensagem abaixo. Já analisamos muitos cartões em nosso blog e recomendamos a leitura destes artigos para você descobrir aquele que melhor se encaixa nas suas necessidades. Compare e comente abaixo, explicando seus motivos por ter escolhido um ou outro cartão!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)