Como tirar CRECI?

Escrito na categoria "Educação financeira" por André M. Coelho.

O CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) é um órgão onde reúne diversos corretores de imóveis ao redor do país. Funciona bem como uma associação de profissionais dessa área, tendo representação ativa em todos os grandes estados do Brasil.

Publicidade

Publicidade

O documento CRECI possibilita uma pessoa vender e comprar imóveis com fins de comercialização, sendo o indivíduo autorizado a trabalhar com venda e locação de casas. É o documento necessário para uma pessoa se tornar corretora de imóveis, assim como um corretor da bolsa de valores também precisa de um documento similar.

Para se tornar corretor de imóveis é necessário concluir o curso Técnico em Transações Imobiliárias (TTI) ou Gestão de Negócios Imobiliários em escolas credenciadas. A quem interessar fazer estes cursos, recomendamos que acesso o site do CRECI de seu estado para ver os cursos disponíveis e credenciados pela instituição. Existem cursos feitos à distância também, mas, novamente, consulte o CRECI de seu estado para saber a legalidade do certificado para poder exercer a posição.

Publicidade

Publicidade

Conselho Regional de Corretores de Imóveis

A carteira do CRECI é necessária para a pessoa poder exercer a profissão de corretor de imóveis. (Foto: avaloninstituto.com.br)

Publicidade

Após a formação, a pessoa que deseja ter o CRECI precisa fazer estágio com um profissional ou imobiliária antes de poder solicitá-lo. É a idéia de estágio profissional obrigatório como em todas as outras profissões que requerem um diploma no Brasil.

Publicidade

Tal estágio deve ser requerido pelo aluno junto ao CRECI com a solicitação do registro de estágio, obrigatório para a obtenção do diploma e posterior registro profissional definitivo. Através do próprio site de maior parte dos CRECI do Brasil você tem links disponíveis com instruções para estágios,  podendo fazer pré-inscrições, imprimir formulários de requerimento e acessar todas as informações sobre a documentação necessária e os boletos das taxas a serem pagas.

Concluído o curso, obtido o respectivo diploma e cumprido o tempo mínimo de estágio profissional, o interessado poderá fazer o registro de sua inscrição definitiva mediante requerimento específico, apresentação da documentação necessária e o pagamento de uma taxa. Todas estas informações, inclusive os formulários que se fazem necessários, também se encontram disponíveis no site do CRECI de seu estado. Antes de ser referendado pelo Plenário do Conselho, o processo de inscrição é submetido à análise de uma Comissão, que poderá ou não solicitar informações ou documentos adicionais, antes de elaborar o seu parecer. O requerimento de inscrição estará sujeito à aprovação do Conselho. Deferida a inscrição, o requerente será convocado para a entrega da Carteira e da Cédula de Identidade Profissional, em ato solene, habilitando-o ao exercício da profissão. Em condições normais, toda essa tramitação, desde o protocolo do requerimento até a solenidade de entrega da carteira profissional é em média de 90 dias.

Publicidade

Publicidade

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Publicidade

Publicidade

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário