Como funciona o DDA – Débito Direto Autorizado? Compensa usar?

Escrito na categoria "Bancos e instituições financeiras" por André M. Coelho.

Entre os vários serviços que os bancos e instituições financeiras oferecem, o Débito Direto Autorizado (DDA) tem ganho uma certa popularidade. Se você ainda não conhece ou quer entender melhor este serviço, nosso artigo irá explicar em detalhes seu funcionamento e se vale a pena usar.

Publicidade

Publicidade

O que é o DDA?

O DDA (Débito Direto Autorizado) é um serviço para facilitar o pagamento de boletos de cobrança. É uma iniciativa de bancos e instituições financeiras. Através do DDA, os clientes do banco ou instituição financeira poderão fazer o controle de suas contas mensais de forma eletrônica, sem a necessidade de impressão dos boletos. Assim, todas as contas serão visualizadas em uma página virtual, reunindo todas as cobranças com seus respectivos valores.

A partir desta visualização, o cliente pode então efetuar o pagamento dos seus boletos de forma rápida, prática e fácil, ainda se livrando de inúmeros boletos e papéis que hoje em dia mais ocupam espaço do que qualquer outra coisa.

Vale lembrar que o DDA é voltado para clientes que já utilizam o Internet Banking de seus bancos.

Publicidade

Publicidade

Você poderá visualizar suas contas de forma eletrônica nos canais de autoatendimento do seu banco, geralmente no Internet Banking. Você pode visualizar contas não apenas de seu banco, mas também de todos os outros que adotaram o pagamento DDA. Porém, após o vencimento da conta, o boleto só poderá ser pago no banco responsável por aquele boleto.

Quais contas eu posso pagar por DDA?

Cobranças feitas por meio de boletos bancários como condomínio, plano de saúde, escola, dentre outros. Tributos, serviços públicos, como água e luz, ainda, não estão disponíveis no DDA – Débito Direto Autorizado.

DDA para facilitar sua vida

Com a digitalização do mundo, por que não digitalizar suas contas e facilitar sua vida? (Foto: divulgação)

Por que fazer o DDA?

Publicidade

Publicidade

Qual a diferença entre o DDA e o Débito Automático?

No DDA, somente ocorre a apresentação eletrônica do boleto de cobrança, devendo ser autorizado o pagamento, boleto por boleto. Já no Débito Automático, o cliente autoriza o débito contas automaticamente. Você pode, inclusive, combinar o DDA com o Débito Automático sem problema algum.

Como aderir ao DDA?

Para aderir ao DDA, é preciso acessar o Internet Banking de seu banco e acessar a opção DDA. Ao clicar na opção Débito Direto Autorizado, você deve escolher a conta de depósitos e seguir as instruções em tela para se tornar um Sacado Eletrônico, termo usado para aqueles que adotam o DDA.

Vale a pena aderir ao DDA?

Se você já utiliza na maior parte do tempo os meios eletrônicos para gerir e pagar suas contas, a partir do cadastramento como sacado eletrônico, você terá acesso aos boletos somente por meios eletrônicos e não receberá mais boletos em papel. Para estas pessoas, é uma ótima opção. Agora, se você ainda depende de papeis para melhor se organizar, o DDA ainda não é para você.

Publicidade

Publicidade

Tanto que adota o DDA quanto quem não adota poderão continuar pagando suas contas normalmente. A vantagem de um é só digitalizar já todas as suas contas. Pessoalmente, acho válido, já que prefiro receber todas as minhas contas online. E vocês? O que acham do DDA? Comentem e deixem suas opiniões abaixo!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Publicidade

Publicidade

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário