Quando você for escolher um seguro, seja qual for, são tantas opções que seria muito mais fácil alguém fazer isso para você. Mas não seja por isso: o corretor de seguros é o profissional que pode te ajudar a encontrar a melhor apólice, com os menores valores e o melhor custo/benefício. Se você não sabe como escolher um corretor, basta seguir nossas dicas para encontrar a melhor opção.

Pergunte aos seus amigos e familiares sobre recomendações de corretores. Encontrar um bom e que faça o trabalho para você com facilidade pode ser um pouco complicado. Mas com indicações certas e relatos de casos bem sucedidos de pessoas próximas, o seu leque de procura diminui e ficar mais fácil encontrar um ou dois que se adequem ao seu perfil.

Procure sempre por um corretor de seguros que lida com um grande número de empresas. Alguns corretores independentes lidam com poucas empresas, limitando as suas opções quando chega a hora de efetuar a compra da apólice e, provavelmente, aumentando seus custos finais.

Procure por anúncios de corretores, seja na internet, na rua ou em jornais. Assim, você criar mais opções de procura e pode encontrar um melhor valor e um melhor atendimento apenas com um simples telefonema.

Escolhendo o certo para você

Escolha um corretor de seguros confiável e que te dê a segurança necessária para a compra de sua apólice. (Foto: medimanage.com)

Contate cada agente de seguros e faça perguntas sobre o tipo de cobertura que ele pode proporcionar. Alguns agentes de seguros vão se especializar em um tipo de cobertura de seguro, como seguro de automóveis, seguros de vida ou seguros de saúde, enquanto outros vão trabalhar com muitos tipos diferentes. Não se esqueça de perguntar também sobre o que é necessário para que você faça o seguro com ele, como alguma documentação ou assinatura de documentos.

Você deve sempre procurar profissionais qualificados, renomados e legalizados para um melhor atendimento. Procure saber se os corretores que você encontrou estão filiados a FENACOR e tem os certificados profissionais necessários para exercer a profissão. E, ao saber disso, pegue os valores que cada um está cobrando para prestar o serviço e faça uma comparação. Volte a todos eles para negociar. No fim das contas, tem alguns que podem não querer negociar muitos os valores, mas podem ser excelentes corretores.

Em um último momento, você deve comparar os preços cobrados pelos serviços dos corretores que você listou. Nem sempre o mais barato é o melhor. Portanto, leve em conta todas as questões práticas que levantamos aqui, lembrando sempre que o barato pode sair muito caro se não levamos em consideração todas as variáveis. Vá com calma e não escolha o primeiro que aparecer, por mais sedutora que a oferta possa ser.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)