Seguro de renda! O que é e como contratar?

Escrito na categoria "Bancos e instituições financeiras" por André M. Coelho.

O seguro de renda é também conhecido como seguro DIT, seguro de incapacidade temporária, seguro para profissionais liberais, seguro para afastamento temporário do trabalho, seguro perda de renda e outros nomes. Este tipo de seguro garante ao trabalhador um suporte financeiro quando este se encontra afastado temporariamente do trabalho por motivos de doença, acidentes ou outros estabelecidos pelo seguro.

Publicidade

Publicidade

Este tipo de seguro tem como público alvo principalmente profissionais liberais que se encontram impossibilitados de trabalhar, sendo garantido a eles uma indenização pelos dias que tiveram de ficar parados.

Há algumas limitações nos planos, como um maior período de carência para doenças de alto risco (LER, hérnia, Parkinson etc) e a aprovação do seguro é bem simples, normalmente não sendo necessário um comprovante de renda formal para o fechamento do contrato, mas provavelmente irão solicitar algum tipo de extrato de conta ou análise da movimentação de sua conta. Os dias de utilização do seguro para doenças de alto risco também são normalmente limitados a até 90 dias, e 360 dias para outros tipos de doenças.

Publicidade

Publicidade

Seguro de renda

Você tem que garantir seu dinheiro em qualquer situação. Se você encarar uma situação difícil e inesperada, um seguro de renda garante que financeiramente, pelo menos, você não vai ter tantos problemas. (Foto: www.ibiubi.com.br)

Publicidade

Tais seguros podem ser estendidos para compreender custos com internações médicas e até com funeral.

Publicidade

Além da faixa etária, uma outra coisa que influencia no preço do seguro é a quantia que você quer receber por mês quando precisar. Pegando como exemplo um trabalhador liberal de até 35 anos que queira receber R$2.000 como seguro: ele terá de pagar mensalmente o valor de R$35,80. Relativamente baixo e que pode ainda ser usado em conjunto com seguro-desemprego ou outra fonte de renda do governo por meio de programas de assistência ao trabalhador.

Outra coisa que o seguro protege, já desde o primeiro dia, é contra acidentes pessoais. E acidentes, por mais que você se proteja contra eles, são imprevisíveis. Por isso, o seguro pode ser uma boa pedida para prevenir estes casos e assim, garantir para você e sua família, com um baixo custo, os recursos necessários para o sustento.

Publicidade

Publicidade

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Publicidade

Publicidade

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário