Quando o dinheiro está apertado e você precisa de um veículo, encontrar um carro barato torna-se uma necessidade. Ter sua própria forma de transporte é ainda mais necessário em áreas sem transporte público. Há automóveis baratos para venda em qualquer comunidade, mas encontrar um que permanecerá confiável até que você possa comprar um veículo melhor pode ter um compromisso de tempo grande. O carro zero, pelo menos te poupará da preocupação de defeitos muito cedo. E mesmo comprando um carro zero, você pode conseguir excelentes descontos.

Pesquise através de sites e revistas, classificados gratuitos, jornais e quadros de avisos da comunidade para anúncios colocados por concessionárias e montadoras, principalmente no final do mês. Tais promoções tendem a ser feitas por empresas que querem bater as metas estabelecidas pelas montadoras. São comuns também os feirões de carros para limpar o pátio das montadoras e são também os lugares onde você poderá obter os maiores descontos.

Faça anotações sobre qualquer veículo que você está interessado em ver pessoalmente. Inclua o carro, marca e modelo, preço anunciado e informações de contato em suas notas. Não tente pensar em pegar um modelo mais básico, sempre opte pelos completos. Aconselhamos isso porque modelos básicos tem pouco valor de revenda no mercado e desvalorizam muito mais. Se você pensa em carro zero, um veículo básico simplesmente não é uma opção.

Teste e conduza o carro. Leve um mecânico com você, se possível. Se você não conhece um mecânico pessoalmente, busque em fóruns a experiência que outros motoristas tiveram com o veículo e o pós venda das empresas. Em hipótese alguma compre lançamentos: espere que o carro esteja um a dois anos no mercado. Assim, você também terá tempo de descobrir problemas que o veículo apresentará. Além disso, novidades custam caro.

Carro novo

Para comprar seu carro novo, há várias formas de adquirir descontos. O important eé negociar, pesquisar e assim, encontrar a melhor oportunidade! (Foto: www.leonardoquintao.com.br)

Ao saber informações com um mecânico sobre a manutenção do veículo e problemas que você poderá enfrentar, seu poder de negociação com o vendedor aumenta pois para cada qualidade que ele te apresentar, você poderá rebater com um defeito. Essa é uma boa estratégia de negociação: mostrar interesse no negócio mas mostrar que te convencer precisa de muito mais do que apenas informações, levando o vendedor a lutar mais pelo lado financeiro.

Esteja disposto a ir embora. Quando for negociar o preço final, se o valor desejado não foi atingido, simplesmente vá embora. Na maior parte das vezes, o vendedor te ligará com um papo de “meu gerente abriu uma exceção” e te dará o desconto ou atenderá as condições que você quer.

Tenha em mente que a margem de negociação para um financiamento é muito menor que uma margem de negociação para um pagamento à vista. Em ambos os casos, o dinheiro é seu. Por isso, é importante saber se seu dinheiro valerá o carro.

Lembre-se também que os carros tem um preço tabelado, mas há uma margem para negociação, nem que seja em extras para os veículos, como uma primeira revisão gratuita.

Quem tem empresa ou está ligado a uma montadora ou concessionária também pode buscar descontos especiais, dependendo de atender ou não alguns requisitos. Para empresas, faça a compra com seu CNPJ e veza os números favorecerem e muito sua compra. Para funcionários de montadoras e concessionárias, conversem com seus gerentes e verifiquem suas condições. Na maior parte das vezes, o pré-requisito mais importante é um tempo mínimo de permanência na empresa.

Negociar um carro é uma arte. Mas quando você conseguir poupar aqueles dois mil reais do ar condicionado, cada minuto gasto na negociação terá valido a pena.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)