Ajudando os atletas brasileiros a conseguirem um suporte financeiro para manterem suas atividades e conquistarem medalhas para o país, o Governo brasileiro criou o Bolsa-Atleta, que é uma forma de ajudar nossos esportistas a terem uma estabilidade financeira melhor para focarem no aperfeiçoamento de suas habilidades, indo representar o Brasil com qualidade dentro e fora de nosso país.

Como faço para me inscrever no Bolsa-Atleta?

A inscrição é feita unicamente pela internet através do site do Ministério do Esporte. A inscrição não garante a contemplação com a Bolsa-Atleta, sendo a concessão destas condicionada aos critérios técnicos fixados em Portaria do Ministério e aos recursos financeiros destinados ao Bolsa-Atleta.

Quais os tipos de Bolsa-Atleta que existem?

São cinco categorias nas quais o atleta pode estar incluso, cada uma com seus pré-requisitos específicos para poder pleitear o benefício. São elas: base, estudantil, nacional, internacional, olímpico/paralímpico.

Quanto eu receberei se for contemplado pelo Bolsa-Atleta?

Cada categoria tem direito a um benefício mensal diferenciado, que pode ser atualizado pelo Ministério dos Esportes.

Categoria Base e Estudantil: R$370,00

Categoria Nacional: R$925,00

Categoria Internacional: R$1.850,00

Categoria Olímpico/Paralímpico: R$3.100,00

Quais são os pré-requisitos para me inscrever no Bolsa-Atleta?

Cada categoria engloba diferentes pré-requisitos, de acordo com o site do Ministério dos Esportes:

Categoria Base

  • Idade mínima de 14 anos e máxima de 19 anos;
  • Vinculado a uma entidade de prática desportiva (clube);
  • Filiação à Entidade de Administração de sua modalidade, tanto Estadual (Federação) como Nacional (Confederação);
  • Participação em competição no ano imediatamente anterior àquele em que está pleiteando a Bolsa, obtendo até a terceira colocação nas modalidades individuais de categorias e eventos previamente indicados pela respectiva entidade nacional de administração do desporto ou que tenham sido eleitos entre os dez melhores atletas do ano anterior em cada modalidade coletiva, na categoria indicada pela respectiva entidade e que continuem treinando e participando de competições nacionais oficiais.

Categoria Estudantil

  • Idade mínima de 14 anos e máxima de 20 anos;
  • Regularmente matriculado em instituição de ensino, pública ou privada;
  • Participação competição no ano imediatamente anterior àquele em que está pleiteando a Bolsa, tendo obtido a seguinte classificação: Esportes Individuais (classificado de 1º a 3º lugar nos Jogos Estudantis Nacionais organizados e homologados pelo Ministério do Esporte), Esportes Coletivos (seis melhores atletas em cada modalidade coletiva).

Categoria Nacional

  • Maior de 14 anos;
  • Vinculado a uma entidade de prática desportiva (clube);
  • Filiação à Entidade de Administração de sua modalidade, tanto Estadual (Federação) como Nacional (Confederação);
  • Participação em competição no ano imediatamente anterior àquele em que está pleiteando a Bolsa, tendo obtido a seguinte classificação: e 1º a 3º lugar no evento máximo nacional organizado e indicado pela Entidade Nacional de Administração de sua modalidade ou de 1º a 3º lugar no ranking nacional por ela organizado e indicado.
Importância do Bolsa Atleta

Com o Bolsa Atleta, o esportista pode receber recursos importantes para focar melhor no seu desenvolvimento sem se preocupar tanto com os recursos. (Foto: www.cbkb.com.br)

Categoria Internacional

  • Maior de 14 anos;
  • Vinculado a uma entidade de prática desportiva (clube);
  • Filiação à Entidade de Administração de sua modalidade, tanto Estadual (Federação) como Nacional (Confederação);
  • Participação em competição internacional, indicada pela Entidade Nacional, no ano imediatamente anterior àquele em que está pleiteando a bolsa, tendo obtido a seguinte classificação: e 1º a 3º lugar em Campeonatos Mundiais, de 1º a 3º lugar Jogos ou Campeonatos Pan-americanos e Parapan-americanos ou de 1º a 3º lugar Jogos ou Campeonatos Sul-americanos.

Categoria Olímpico/Paralímpico

  • Maior de 16 anos;
  • Vinculado a uma entidade de prática desportiva (clube);
  • Filiação à Entidade de Administração de sua modalidade, tanto em nível Estadual (Federação) como Nacional (Confederação);
    Integrado na qualidade de atleta a delegação brasileira (como titulares em modalidades individuais ou com seus nomes presentes nas súmulas de modalidades coletivas na última edição dos Jogos Olímpicos ou Paralímpicos;
  • Nos três anos subsequentes ao dos Jogos Olímpicos ou Paralímpicos, continuar participando de competições internacionais indicadas pelo respectivo comitê.

Quais são as documentações necessárias para me inscrever no Bolsa-Atleta?

a documentação varia de acordo com a categoria na qual o atleta pleitea o Bolsa-Atleta.

Categoria de Base

  • Cópia de documento de identidade e do CPF;
  • Declaração da entidade de prática desportiva atestando que o atleta está regularmente vinculado a ela e participa regularmente de treinamento para futuras competições nacionais ou internacionais;
  • Declaração da entidade nacional de administração do desporto da respectiva modalidade atestando que o atleta está regularmente inscrito junto a ela e participou da competição esportiva máxima de âmbito nacional no ano imediatamente anterior àquele em que pleiteia a concessão do benefício e indicando o resultado obtido que o habilita ao pleito;
  • Declaração de Patrocínio;
  • Plano Esportivo Anual.

Categoria Estudantil

  • Cópia de documento de identidade e do CPF;
  • Declaração da instituição de ensino atestando que o atleta está regularmente matriculado, com indicação do respectivo curso e nível de estudo, encontra-se em plena atividade esportiva e participa regularmente de treinamento para futuras competições e participou e obteve a primeira, segunda ou terceira colocação, representando a instituição nos jogos estudantis nacionais organizados homologados e apoiados pelo Ministério do Esporte, no ano imediatamente anterior àquele em que pleiteia a concessão do benefício;
  • Declaração de Patrocínio;
  • Plano Esportivo Anual.

Categoria Nacional

  • Cópia de documento de identidade e do CPF;
  • Declaração da entidade de prática desportiva atestando que o atleta está regularmente vinculado a ela e participa regularmente de treinamento para futuras competições nacionais ou internacionais;
  • Declaração da entidade nacional de administração do desporto da respectiva modalidade atestando que o atleta está regularmente inscrito junto a ela e participou da competição esportiva máxima de âmbito nacional no ano imediatamente anterior àquele em que pleiteia a concessão do benefício e indicando o resultado obtido que o habilita ao pleito;
  • Declaração de Patrocínio;
  • Plano Esportivo Anual.

Categoria Internacional

  • Cópia de documento de identidade e do CPF;
  • Declaração da entidade de prática desportiva atestando que o atleta está regularmente vinculado a ela e participa regularmente de treinamento para futuras competições oficiais nacionais ou internacionais;
  • Declaração da entidade nacional de administração do desporto da respectiva modalidade atestando que o atleta está regularmente inscrito junto a ela e participou em competição esportiva de âmbito internacional no ano imediatamente anterior àquele em que pleiteia a concessão do benefício e indicando o resultado obtido que o habilita ao pleito.
  • Atleta que pleiteia o benefício obteve classificação nos Jogos Sul-Americanos, Pan-americanos ou Parapan-americanos: declaração do Comitê Olímpico Brasileiro ou do Comitê Paralímpico Brasileiro, respectivamente, atestando sua participação na delegação brasileira que representou o País na última edição do evento, indicando o resultado obtido que o habilita ao pleito;
  • Declaração de Patrocínio;
  • Plano Esportivo Anual.

Categoria Olímpico/Paralímpico

  • Cópia de documento de identidade e do CPF;
  • Declaração da entidade de prática desportiva atestando que o atleta está regularmente vinculado a ela e participa regularmente de treinamento para futuras competições nacionais ou internacionais;
  • Declaração da entidade nacional de administração do desporto da respectiva modalidade atestando que o atleta está regularmente inscrito junto a ela e declaração do Comitê Olímpico Brasileiro ou do Comitê Paralímpico Brasileiro, atestando sua participação na delegação brasileira que representou o País na última edição dos Jogos e, se for o caso, em competições internacionais;
  • Declaração de Patrocínio;
  • Plano Esportivo Anual.

Após a inscrição online, a documentação deve ser enviada para o seguinte endereço:

MINISTÉRIO DO ESPORTE
SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO
SAN QUADRA 03 BOLOCO – A ED. NÚCLEO DOS TRANSPORTES – DNIT
1º ANDAR CEP-70.040.902 BRASILIA/DF

Após a inscrição, o atleta receberá login e senha para acompanhar seu pedido.

Como saber quem foi contemplado com o Bolsa-Atleta?

A lista está disponível no próprio site do Bolsa Atleta ou pelo Diário Oficial da União.

Considerações Finais

Os critérios para ser beneficiado pelo Bolsa-Atleta mudam a cada ano. Com a proximidade das Olimpíadas no Rio, é possível que os recursos e bolsas sejam aumentados nos próximos anos e você tenha mais chances de receber o benefício.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)