A PUC é uma das maiores instituições privadas de ensino superior no Brasil. Muitos de seus cursos estão entre os melhores de nosso país. Porém, isso tem um preço e nem todo cidadão tem acesso a recursos suficientes para pagar a mensalidade desses cursos.

Ciente disso, a PUC tem algumas modalidades de bolsas oferecidas para seus cursos de graduação, facilitando para que mais pessoas tenham acesso aos seus cursos e sejam capazes de pagar por seus estudos.

PROUNI – Programa Universidade para Todos

O Prouni é um programa do Governo Federal que, através do Ministério da Educação, oferece bolsas integrais para alunos de baixa renda. Para ter acesso ao programa, o interessado deve fazer a prova do ENEM para pode fazer a inscrição no programa e passar por um processo de seleção, onde o aluno pode ser escolhido para a bolsa ou não. O portal do MEC do Prouni abre as inscrições todo ano e atualiza sempre com mais informações para os interessados.

Na PUC, geralmente, o indivíduo não precisa participar do vestibular da instituição por candidatos aprovados pelo programa Prouni. O candidato, porém, devem fornecer os seguintes documentos para a PUC verificar a condição do mesmo:

Comprovante de renda per capita familiar de até um salário mínimo e meio

Certificado de conclusão do ensino médio em escola pública, ou particular com bolsa;

Membros do grupo familiar;

Declaração de imposto de renda, despesas, e outras.

Não há vagas para todos. As vagas são definidas pelo Ministério da Educação baseados no curso e no turno, na proporção de 1 bolsa para cada 9 estudantes que pagam mensalidade.

Note que o Prouni tem como maior vantagem a bolsa integral de estudos. Porém, o processo seletivo para participação nele é mais difícil, uma grande desvantagem.

FIES – Financiamento Estudantil do MEC

É um financiamento que tem seus recursos provenientes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, em convênio com o MEC. Trata-se de um tipo de “empréstimo” com melhores condições que empréstimos bancários “normais”, que pode financiar até 100% de seu curso. Porém, o indivíduo terá de pagar pelo financiamento após formado. Para saber mais informações sobre o FIES, o interessado deve acessar o portal do FIES no site do MEC, ler a Portaria Normativa e fazer sua inscrição no site.

Todos os semestres o “bolsista” tem que renovar o contrato com a agência bancária responsável pelo seu financiamento. Para fazer o acompanhamento dos prazos, os estudantes da PUC, devem acompanhar o site de notícias de sua instituição para não perder sua renovação e assim, perderem também suas vagas.

A maior vantagem deste tipo de bolsa é que mais alunos podem ter acesso ao financiamento. A desvantagem é que o aluno tem que se planejar financeiramente para, em dado momento, passar a pagar o financiamento à instituição bancária que o financiou.

PUC do Brasil

Apesar do brasão ser da PUC Minas, o sistema de bolsas é praticamente o mesmo em todas as PUCs do Brasil. (Foto: www.crub.org.br)

Bolsa Complementar

A PUC é também considerada uma instituição filantrópica, de caráter religioso. Ela oferece bolsas integrais e parciais de até 50% para seus alunos. Para isso, os interessados tem que estar regularmente matriculados e se inscrever no Edital, submetendo-se a diferentes critérios de seleção.

É vantajoso porque pode até ser usado em conjunto com o FIES, caso o aluno não consiga um financiamento integral e não tenha condições para pagar as mensalidades. Também, quem não conseguiu acesso nem ao FIES e nem ao Prouni, pode ser uma das poucas opções restantes.

Bolsa Monitoria

São oferecidas vagas para monitores em praticamente todas as unidades da PUC. A PUC-SP, por exemplo, oferece 100 vagas para monitores. Normalmente, a regra é que apenas os alunos matriculados a partir do 3º período letivo podem participar do programa, recendo uma remuneração correspondente a um equivalente em créditos de matérias (hora-aula).  O interessado deve procurar a secretaria de sua instituição para mais informações.

A desvantagem é que o aluno precisa cursar e pagar pelo menos dois semestres para ter acesso a essa bolsa. A vantagem é que pode ser usado em conjunto com outras bolsas.

Bolsa Acordo Interno

Professores, funcionários e seus dependentes legais tem direito a bolsas dentro da instituição. Quem estiver interessado deve buscar mais informações com a própria instituição para saber os valores de desconto e como fazer o requerimento.

Bolsa Mérito Acadêmico Integral

Essa bolsa depende da unidade para qual o interessado está se inscrevendo. Ela é oferecida como estímulo integral ao 1º classificado no Vestibular. Só que para ela ser renovada, o aluno tem que ter aprovação em pelo menos 75% das disciplinas cursadas. É uma grande motivação para se dedicar aos estudos do vestibular.

Bolsa Mérito/Escola Pública

Essa não é uma bolsa integral. Ela é de 50% e fornecida ao melhor classificado em cada curso que tenha estudado em Escola Pública, sendo que ele terá de comprovar o curso em escola pública nos últimos dois anos, tendo a mesma exigência de 75% de aprovação nas disciplinas para renovação que a Bolsa Integral

Bolsas de Pós-Graduação

Quem estiver interessado na especialização ou programas de pós-graduação da PUC deve buscar a secretaria da instituição ou acessar o site da Pós-Graduação da PUC para mais informações.

Não se esqueça de conferir estas informações com a PUC de sua região, para que você não acabe se confundindo e tendo problemas na hora de fazer sua inscrição.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)