Não espere para sair da dívida de um dia para o outro. Às vezes, sair da dívida é um processo lento, que leva vários anos. Isso pode acontecer mais cedo, mas isso depende do seu compromisso de seguir adiante e, claro , a quantidade de dinheiro que você pode se dar ao luxo de pagar para a sua dívida tem um impacto também.

Uma das resoluções mais comuns de fim de ano para muitas pessoas é começar o ano novo sem dívidas. Apesar disso poder ser um grande desafio, a forma correta e abordar este problema é ter um bom planejamento financeiro, principalmente para pagar os débitos. Abaixo estão nossas dicas para você refletir sobre como você chegou ao débito, solucionar o problema e começar o ano no verde.

Reflita sobre como você entrou na dívida

O conselho tradicional diz-lhe para não viver no passado mas, neste caso, é necessário. Sair da dívida requer que você mude os hábitos ou circunstâncias que levaram à dívida em primeiro lugar. Muitas vezes, as pessoas acabam em dívidas porque exageraram. No entanto, este não é o caso de todos. Muitas pessoas têm dívidas médicas decorrentes de procedimentos médicos não cobertos pelos planos de saúde ou por não terem planos. Você pode ter dívidas para com o divórcio. O objetivo é reconhecer o que o levou a sua dívida para que você possa tomar medidas para evitar que a mesma coisa aconteça novamente.

Mude seus hábitos ruins

Pare de gastar muito dinheiro, faça um orçamento, e comece um fundo de emergência. Coloque seus gastos em controle, acompanhando todas as suas despesas por pelo menos um mês. Em seguida, coloque as suas despesas em categorias e some cada categoria. Isso permite que você saiba exatamente onde seu dinheiro está indo. Você poderia ir um passo adiante e calcular uma porcentagem de cada categoria para que você possa julgar o quanto de sua renda vai para as despesas de habitação, gás, alimentos, etc. Para calcular a porcentagem, divida o montante total de gastos mensais de cada categoria montante pelo valor total de gastos.

Depois de ter analisado os seus gastos, é hora de fazer mudanças para onde vai o seu dinheiro. Se parece que você está gastando uma quantidade anormal de dinheiro em qualquer categoria, procure maneiras de cortar essa despesa. Por exemplo, se mais de 25% de sua renda vai para o alimento, você deve descobrir como você pode reduzir seus custos de alimentos.

Descubra o quanto de dívida que você tem

Até agora , você provavelmente já se manteve alheio a dívida que você realmente tem. Agora é a hora de enfrentar a realidade de sua dívida. Faça uma lista de todas as suas dívidas, o valor devido, a taxa de juros e o pagamento mínimo. Use as recentes declarações de faturamento, cheques cancelados ou extratos bancários para obter uma lista completa de todos a quem você deve.

Saindo do débito com inteligência

Você não precisa se desesperara para sair do débito. Só precisa se acalmar e pensar bem o seu planejamento. (Foto: business.financialpost.com)

Decida como você pode ganhar dinheiro extra para pagar a sua dívida

Se você está pagando o mínimo da dívida todo mês, você vai demorar vários anos, talvez até décadas para finalmente pagar sua dívida. Para acabar sua dívida muito mais rápido, você vai ter que enviar mais do que o pagamento mínimo a cada mês. Seja criativo na forma como você chega com o dinheiro extra a cortar nas suas despesas correntes e procurando maneiras de aumentar sua renda.

Monte um plano

Um plano de dívida não precisa ser complexo. Tudo que você realmente precisa fazer é priorizar a sua dívida, seja por taxa de juros ou pelo saldo ou alguns outros critérios que você escolher. Em seguida, decida o que você vai pagar a cada mês. É normalmente melhor fazer um pagamento fixo de uma das suas dívidas, pagando o mínimo em todas as outras contas. Então, uma vez que você pagou uma dívida, redirecione o seu pagamento fixo para a próxima dívida em sua lista. Planilhas financeiras podem te ajudar bastante nisso.

Salde a sua dívida

Com um plano e um valor do pagamento mensal , o que você tem que fazer agora é enviar seus pagamentos fielmente todos os meses. Esta parte do plano será a mais longa, de vários anos, dependendo da quantidade de dívida que você tem e os pagamentos que você faz . Você pode acelerar o pagamento da dívida através do envio de uma renda extra para a sua dívida. Por exemplo, reembolso de impostos e outros bônus monetários podem ser usados ​​para saldar a sua dívida.

Criar metas de dívida pode ajudá-lo a permanecer motivado em pagar a sua dívida. Ao celebrar os pequenos sucessos, como pagar 10% ou 25 % de sua dívida , você percebe o progresso que você está fazendo e ficar motivado.

Recupere-se de reveses

Pode não ser um mar de rosas em seu caminho para a liberdade da dívida. Por exemplo, você pode ter uma emergência financeira que exige que você cortar o seu aumento de pagamento por alguns meses. Isso é normal. Basta voltar com o seu pagamento o mais rápido possível. Você pode ficar desanimado em pagar a sua dívida e isso é natural. Vença o desânimo e mantenha o seu pagamento da dívida no caminho certo.

Vocmo você tem pago sua dívida? Quais são seus planos de ano novo para quitar a dívida?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)