De acordo com o Banco Central do Brasil, o Custo Efetivo Total (CET) corresponde a todos os encargos e despesas incidentes nas operações de crédito e de arrendamento mercantil financeiro (financiamentos/leasing), contratadas ou ofertadas a pessoas físicas, microempresas ou empresas de pequeno porte.

Todas as instituições financeiras e sociedades de arrendamento mercantil são obrigadas a informar o CET antes da contratação de operações de crédito e de arrendamento mercantil ou a qualquer momento, a pedido do cliente. Em todas as propagandas e informes publicitários da instituição financeira (concessionária, banco ou outros) devem informar este valor no veículo de mídia ao qual o informe está vinculado, divulgando também a taxa de juros cobrada, o valor das prestações e quaisquer tarifas que estejam associadas a este serviço financeiro.

O CET deve ser deve ser expresso na forma de taxa percentual anual, englobando todos os encargos e despesas das operações, como tarifas, tributos, seguros e outras despesas cobradas do cliente.

A utilização do CET é feita para que o cliente compare com maior facilidade as diferentes ofertas de crédito feitas pelas instituições do mercado, gerando uma maior concorrência ao deixar mais fácil a visualização pelo cliente do valor final total a ser pago pelo financiamento.

Para calcular o CET, você pode utilizar esta calculadora do Procon do estado de São Paulo, sendo necessário apenas que o usuário saiba o número de meses pelo qual financiará o empréstimo, o valor líquido financiado (valor que você receberá em sua conta), o valor da prestação com os juros inclusos, a data em que o contrato provavelmente será fechado, a data de vencimento da primeira parcela, o CET ao ano (em %) da instituição financeira e a taxa mensal de juros (em %).

Caso você prefira não utilizar esta calculadora, vamos utilizar o exemplo do Banco Central do Brasil para explicar como a fórmula funciona: suponha um financiamento nas seguintes condições:

  • Valor Financiado: R$ 1.000,00
  • Taxa de juros: 12% ao ano ou 0,95% ao mês
  • Prazo da operação: 5 meses
  • Prestação mensal: R$ 205,73

Além desses dados, considere também a hipótese de pagamento à vista (sem inclusão no valor financiado), dos seguintes valores:

  • Tarifa de confecção de cadastro para início de relacionamento: R$ 50,00
  • IOF (Imposto sobre Operação Financeira): R$ 10,00

De acordo com a fórmula, o FCo (valor do crédito concedido) e o FCj (valores cobrados pela instituição), seriam os seguintes:

  • FCo = R$940,00
  • FCj = R$205,73

Considerando as prestações pagas a períodos fixos, e utilizando as fórmulas de matemática financeira que pode ser feita manualmente, pela internet ou uma calculadora financeira, o cálculo do CET ficaria assim:

Para fazer manualmente

Fórmula para cálculo manual do CET. (Foto: www.bcb.gov.brl)

O valor do CET ficará então em 43,93% ao ano ou 3,08% ao mês. Tendo este valor em mãos, você pode ir a outras instituições financeiras, comparar os financiamentos que elas disponibilizam e facilitar sua vida com taxas menores para financiar seu veículo, casa ou qualquer outro produto que preciso. Ou seja, você terá o conhecimento necessário para poder negociar com o gerente de seu banco uma taxa mais justa para realizar seu sonho. Não se esqueça de pesquisar bastante sobre financiamentos e não tome a decisão da compra só baseada no CET, ok?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)