Quando você faz um pagamento em um empréstimo, cada pagamento é dividido em duas partes: arte do pagamento é referente à cobrança de juros desse mês e o restante do pagamento vai para pagar o principal, que é o montante total devido.

Cada mês você paga o saldo do empréstimo, ou principal, por algum valor. Isso significa que no mês seguinte a taxa de juros será menor porque a cobrança é calculada como a taxa de juros multiplicada pelo saldo. O valor total do pagamento é fixo, o que significa que, a cada mês subsequente, menos do seu pagamento vai para juros e mais para o principal. Mas como calcular quanto vai ser descontado da última parcela do financiamento?

Calcular antecipação de parcelas: o básico

O valor de cada pagamento que vai para o saldo do empréstimo é chamado de amortização. Os juros é o valor calculado sobre o principal, ou seja, o total devido, a cada mês. Ou seja, se no primeiro mês você pagou uma amortização de R$250 e R$50 de juros sobre um principal de R$10.000, no segundo mês o cálculo dos juros será feito sobre o valor de R$9.750 e não mais R$10.000, o que reduz o valor dos juros ao longo do tempo.

Agora, se você pagar um valor a mais, digamos de R$500, você estará pagando uma parte maior do principal. Então, no segundo mês, você terá juros calculados sobre o valor de R$9.500, e não mais R$9.750. Isso vai reduzir tanto o valor das prestações quanto o número de prestações que você precisará pagar para quitar o empréstimo.

Como pagar empréstimos e financiamentos

Faça o cálculo dos descontos no principal de um empréstimo e financiamentos para entender melhor o funcionamento dos seus pagamentos. (Foto: Dreamstime.com)

Como calcular desconto de pagamento antecipado de financiamento?

As duas melhores ferramentas para fazer esse cálculo são planilhas e calculadoras online. Porém, se é seu interesse fazer esse cálculo manualmente, não é difícil.

Primeiramente, você tem que saber qual o sistema de amortização do seu empréstimo ou financiamento: SAC, PRICE ou SAM. Cada um deles tem processos diferentes de cálculo, e já falamos sobre o cálculo de cada um deles no nosso blog, mas vale a pena pesquisar um pouco sobre cada um deles.

No sistema SAC, o valor de amortização é constante, e a taxa de juros vai sendo reduzida ao longo do tempo. Se você antecipar parcelas pagando mais do principal, vai reduzir o valor dos juros e a quantidade de parcelas que precisa pagar para quitar o empréstimo, mas o valor de amortização será o mesmo.

No sistema PRICE, o valor das parcelas é o mesmo durante todo o prazo do financiamento ou empréstimo. No começo, a maior parte das parcelas vai para o pagamento de juros, enquanto uma pequena parte vai para o pagamento do principal. No final, as parcelas continuam o mesmo valor, mas uma parte maior da parcela vai para o pagamento do principal e uma parte menor para o pagamento dos juros. Se você antecipar parcelas, o valor das parcelas vai continuar o mesmo, mas você vai reduzindo o número de parcelas que precisa pagar para quitar o empréstimo

No sistema SAM, há uma mistura do sistema PRICE com o SAC. Ao antecipar as parcelas, você reduz o valor dos juros, assim como reduz a quantidade de parcelas que irá pagar pelo empréstimo ou financiamento.

É importante perceber que ao antecipar parcelas, você está pagando menos juros, porque terá um principal cada vez menor sobre o qual os juros são calculados. No final das contas, quanto mais parcelas você antecipar, menos juros vai pagar sobre o empréstimo.

Calcular quitação de financiamento

Usar uma calculadora online ou planilha é mais recomendado para calcular a quitação de financiamentos, mas é possível fazer o cálculo baseado no que você já pagou até agora. Você pode fazer isso de uma maneira bem fácil, acessando o internet banking onde está seu empréstimo e financiamento e buscando informações sobre o saldo devedor. Você também pode ligar ou entrar em contato com o banco ou instituição financeira responsáveis pelo empréstimo ou financiamento para obter o valor do saldo devedor.

Para obter o valor de quitação de um financiamento ou empréstimo, é usada uma fórmula chamada de cálculo do valor presente, que é calculada da seguinte maneira:

P = F / (1+i)n + M . [(1+i)n – 1] / [(1+i)n+1 – (1+i)n]

Legendas:

F = valor futuro (também chamado VF ou FV), correspondendo ao valor que será pago no final da prestação.

P = valor presente (também chamado VA ou PV), que é o valor para quitar o empréstimo hoje.

M = mensalidade (ou outro pagamento periódico, também chamado PGTO ou PMT)

n = número de períodos (em dias, meses, anos, …, também chamado NPER)

i = taxa de juros (normalmente na forma percentual, também chamado TAXA ou RATE)

Através desse cálculo, você saberá o valor presente, que é o valor que você vai pagar hoje para quitar seu financiamento. Ficou alguma dúvida? Deixem suas perguntas nos comentários e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)