Quando você abre um negócio, uma das suas primeiras tarefas deve ser abrir uma conta bancária de pessoa jurídica. É importante manter sua conta empresarial separada da sua conta pessoal, principalmente quando você é um microempreendedor individual.

Você deve manter o dinheiro fisicamente separado em diferentes contas bancárias, uma configurada como uma conta corrente de pessoa jurídica. Alguns proprietários de empresas até usam bancos diferentes para suas contas pessoais e comerciais. Aqui estão algumas razões para um MEI abrir uma conta de pessoa jurídica e como fazer para abrir esse tipo de conta.

Abrir conta jurídica para MEI possibilita melhor controle das contas

Imagine seu talão de cheques e seu extrato bancário se você misturar suas transações comerciais e pessoais. Agora imagine isso ao longo de um ano. Isso é o que você teria que lidar em declarações de impostos ou de histórico de crédito para possíveis investidores se você misturar suas finanças pessoais e empresariais. Ninguém quer lidar com essa bagunça. Se você tem uma conta separada para suas transações comerciais, então você tem um registro limpo para dar ao seu contador no final do ano. Lembre-se de manter todas as suas faturas e recibos correspondentes ao seu talão de cheques e extratos bancários e você estará em boa forma quando tiver de comprovar a renda de sua empresa.

A conta para Microempreendedor Individual prova que seu negócio não é um passatempo

Você precisa ser capaz de mostrar que seu negócio é realmente um negócio e não um hobby. Basicamente, você tem que mostrar um lucro para poder tocar o negócio com seriedade e continuar no ramo. Isso é importante para planejar o crescimento da sua empresa e os possíveis passos que pode tomar para garantir que seu negócio continue sempre crescendo.

Conta jurídica para MEI

Uma conta jurídica para MEI vai dar mais credibilidade e organização para o seu negócio. (Foto: Financial Juneteenth)

A conta corrente para MEI garante uma trilha melhor para impostos

Esperançosamente, você nunca será auditado pela Receita Federal, mas há sempre essa chance. Se isso acontecer, não é o fim do mundo, contanto que você tenha registros limpos e uma conta bancária separada. Você também precisa ter certeza e manter todas as suas faturas e recibos de despesas como extra para garantir sua segurança. Se você misturar suas finanças pessoais e empresariais em uma conta bancária, uma auditoria pela Receita Federal se transformará em um pesadelo.

Profissionalismo ao abrir uma conta de pessoa jurídica para MEI

Você sempre quer a aparência de profissionalismo do seu negócio. Se você mantiver as finanças da sua empresa separadas das suas finanças pessoais, isso ajudará a melhorar sua imagem de profissionalismo. Isso significa que quando você paga contas em fornecedores, eles vêem que esses recursos estão vindo de uma conta real de negócios em andamento. Os investidores enxergam isso com bons olhos e você poderá criar uma identidade muito mais confiável para sua empresa.

Como abrir uma conta corrente para MEI?

Para abrir uma conta corrente como MEI, você precisará dos seguintes documentos:

CPF e RG do empreendedor, original e cópia

CNPJ da empresa, original e cópia

Comprovante de endereço do empreendedor e da empresa

Certificado de Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI).

Comprovante de faturamento dos últimos 12 meses, no caso das empresas com fins lucrativos.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)