Pode não ser surpresa que uma conta poupança seja um bom lugar para guardar seu dinheiro. Os poupadores mais experientes sabem que as contas de poupança tendem a oferecer taxas de juros mais altas do que as contas correntes. Isso significa que, com uma conta poupança, você está ganhando mais dinheiro com seu dinheiro. Certo?

Embora uma conta poupança pareça um bom negócio, você ainda deve estar se perguntando: como funcionam os juros da conta poupança? Pergunta justa. É um dos muitos quebra-cabeças. No entanto, entender como os juros funcionam em uma conta de poupança é uma parte importante para maximizar os ganhos do seu dinheiro suado e cuidadosamente guardado.

Temos apenas uma visão geral de como funcionam os juros em uma conta poupança para você começar:

O que é a taxa de juros da poupança?

Em sua forma mais simples, os juros são o custo de pedir dinheiro emprestado. Geralmente, você paga juros para pedir dinheiro emprestado e pode cobrar juros quando empresta dinheiro.

Mas quem vai pagar para você pegar seu dinheiro emprestado? Para muitas pessoas, abrir uma conta poupança é uma das maneiras mais fáceis de fazer isso. Quando você coloca dinheiro em uma conta de poupança, o banco está tecnicamente pegando o dinheiro emprestado e pagando juros em troca.

O Banco Central determina a taxa, embora a conta de seu banco pode te pagar juros extras, como um investimento com porcentagem do CDI.

Juros da poupança

Os juros de poupança podem não valer o tempo de investimento. (Foto: blog regator)

Como funciona o rendimento da poupança?

A taxa de juros determina quanto dinheiro um banco paga a você para manter seus fundos depositados. Porém, você deve usar o rendimento percentual anual para comparar as contas de poupança e outros tipos de investimentos de baixo risco.

A maneira simples de olhar para o rendimento anual de uma conta é o que você receberá com seu dinheiro. Ou seja, você pode usar esta taxa para determinar quanto você realmente vai ganhar em juros a cada ano, porque o rendimento percentual anual depende de duas entradas: a taxa de juros e a frequência com que os juros são compostos. Ambos são componentes importantes de como os juros funcionam em uma conta de poupança ou de investimento porque afetam quanto dinheiro você ganhará ao longo do tempo.

Suponha que você depositou R$5.000 em uma conta poupança, não depositou ou retirou mais dinheiro e a taxa de juros não mudou. Se a conta tiver uma taxa de juros de 1% e os juros compostos anualmente, ou seja, o banco paga juros sobre o seu saldo uma vez por ano, você ganhará R$50 após o primeiro ano. O rendimento percentual anual também será de 1% neste exemplo porque seus juros não foram compostos várias vezes durante o ano.

Se um banco oferece uma taxa de juros de 1% em uma conta de poupança, a taxa de composição pode afetar o rendimento percentual anual e seus ganhos, embora as diferenças possam ser mínimas.

Vale a pena investir na poupança?

Com as taxas de juros tão baixas, não há uma diferença dramática nos saldos relativamente pequenos de uma conta de poupança devido aos diferentes cenários de capitalização. Mas se você optar por uma conta de investimento de baixo risco tem mais chances de ter um rendimento mais alto.

Seus ganhos podem aumentar com o tempo, especialmente quando a conta de baixo risco oferece uma taxa de juros mais alta e rendimento percentual anual, e você está depositando dinheiro regularmente em sua conta.

Quando os retornos geram retornos, seu dinheiro pode realmente começar a crescer. E escolher a conta de baixo risco certa poderá te ajudar muito a contribuir para suas finanças.

Use uma conta poupança e seus objetivos financeiros

Agora que você viu como funcionam os juros em uma conta poupança e sabe o que procurar ao comparar com contas de baixo risco, pode colocar seu novo conhecimento para funcionar. Esteja você economizando para um carro novo, férias ou acumulando fundos para emergências, ter uma estratégia de economia pode ajudá-lo a atingir seus objetivos.

Sem um depósito mínimo obrigatório, você pode usar contas de poupança online e abrir quantas contas quiser e nomeá-las para diferentes objetivos: férias, feriados, impostos sobre a propriedade, em diferentes instituições. Separar seus fundos em contas diferentes reservadas para fins específicos pode tornar mais fácil resistir à tentação de gastar aleatoriamente, o que pode, em última instância, ajudá-lo a alcançar seus objetivos financeiros mais cedo.

Se você deseja concentrar todos os seus esforços em um só lugar, outra opção é ter uma conta onde você guarda todas as suas economias. Você pode então usar uma planilha para categorizar seus fundos por contas, despesas ou metas financeiras. E contas de poupança podem não ser o melhor lugar para deixar seu dinheiro rendendo.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)