Onde guardar dinheiro?

Em Educação financeira por André M. Coelho

Onde você mantém seu dinheiro depende de seus objetivos financeiros. Muitas pessoas querem usar seu dinheiro para pagar a aposentadoria, educação, presentes ou férias. Você também pode querer uma conta separada para salvar projetos domésticos ou para gerenciar despesas do dia-a-dia.

A maioria das pessoas mantém seu dinheiro em um banco on-line ou de tijolo ou de argamassa ou união de crédito. É comum ter uma conta corrente e uma conta de poupança separada para gerenciar metas financeiras de longo prazo. Algumas pessoas não acreditam em bancos e mantêm seu dinheiro em casa.

Aqueles que preferem segurar seu dinheiro podem não perceber o crescente número de opções disponíveis para proteger seu dinheiro, mantendo seus recursos acessíveis.

Onde colocar sua grana e os benefícios de cada um dos lugares nós vamos explicar abaixo.

Como guardar dinheiro no banco certo?

Um tradicional banco em uma agência física que é bem conhecido pode ser sua primeira escolha se você ainda não tiver uma conta bancária ou estiver pensando em mudar de bancos.

Bancos de cooperativas são também excelentes opções. Pode haver contas de recompensas com incentivos, contas de alto rendimento que pagam melhor interesse e outras vantagens que podem beneficiá-lo dentro dessas instituições,

Mas a melhor opção entre todas está nos bancos digitais, que oferecem contas poupança com um rendimento acima do CDI e acima da poupança, além do saque imediato e isenção de pacotes de serviços. Tudo isso enquanto oferecem ainda serviços de qualidade e com muita eficiência.

Pode ser difícil escolher com tantas opções. Certifique-se de olhar para taxas e custos ocultos que os bancos podem cobrar. Selecionar o banco com as taxas mais baixas é um movimento inteligente. Você não deve ter que pagar taxas mensais para manter seu dinheiro em um banco, retirar fundos de um caixa eletrônico ou falar com seu benco.

Bancos on-line e cooperativas de crédito são conhecidos por terem menos taxas. Os bancos somente on-line têm baixas taxas porque não precisam pagar por locais físicos. Eles também são convenientes porque são acessíveis na Internet e do seu smartphone, dando-lhe acesso a seus fundos a qualquer hora, dia ou noite.

Guardando dinheiro do jeito certo

Ao invés de deixar seu dinheiro em um porquinho ou debaixo da cama, deixe sua grana onde ela vai render retornos financeiros. (Imagem: Kiplinger)

Onde guardar dinheiro para pagar por despesas diárias?

Você deve ter acesso ao seu dinheiro imediatamente se pretender usá-lo para pagar as despesas diárias. Você pode transportar dinheiro e abrir sua carteira para fazer compras, mas uma conta corrente pode oferecer mais proteção. Não há chance de perder seu dinheiro em uma conta segurada pelo Banco Central, mas seu dinheiro pode ter ido para sempre se você perder sua carteira ou soltar uma conta de R$20 no chão.

É aconselhável manter seu dinheiro em sua conta corrente e usar seu cartão de débito para pagar as coisas quando precisar de acesso ao seu dinheiro imediatamente para pagar por mantimentos, custos de transporte e outras despesas de vida.

Sempre certifique-se de manter um dinheiro extra em sua conta corrente para evitar as taxas de cheque especial. Comprar almoço com seu cartão de débito pode resultar em um saldo negativo se você esquecer de uma fatura mensal sendo retirada da sua conta. Você provavelmente será cobrado uma taxa quando for além do que sua conta disponibiliza. O montante depende das políticas do seu banco.

O melhor lugar para guardar dinheiro e render para seu fundo de emergência

Muitas pessoas mantêm seu fundo de emergência agrupado com suas economias gerais, mas isso pode ser um erro se você não tiver muito autocontrole. Não ter dinheiro suficiente na sua conta bancária quando você quer comprar algo novo para si mesmo não é uma emergência.

Você só deve acessar o dinheiro em seu fundo de emergência quando houver uma emergência real. A maioria dos especialistas concorda que os fundos de emergência são para coisas que você não pode antecipar antes do tempo. Eles podem incluir a perda de um trabalho, lesão ou doença, ou seu antigo forno finalmente mordendo a poeira durante um período frio. Um montante igual a 3 a 6 meses de despesa de salário é recomendado.

Abra uma conta separada em uma instituição diferente do que você usa para suas economias regulares se você não pode confiar em si mesmo para deixar seu fundo de emergência sozinho. Ter seus fundos em outro banco cria uma barreira adicional entre você e seu dinheiro, o que significa que você é menos provável que você gaste quando não deveria.

Uma opção popular para economias de emergência é configurar uma conta on-line apenas, em um banco que tenha uma conta que renda mais do que o CDI. Eles são geralmente muito mais rápidos e mais fáceis de abrir do que uma conta em um banco tradicional, e não requer ir a uma agência bancária. Além disso, não será tão tentador ir ao caixa eletrônico para retirar dinheiro, mas você ainda pode acessar seus fundos quando necessário.

Objetivos para guardar dinheiro no longo prazo

Você pode achar difícil priorizar se você tiver uma conta de poupança primária com um total de R$20.000, mas múltiplas metas de poupança. Pode ser sábio separar seus objetivos de poupança nessa situação.

Muitos bancos, especialmente bancos on-line, permitem que você abra um número ilimitado de contas de sub-poupança. Você pode usar sua conta principal de poupança para poupanças de curto prazo e sub-contas abertas para as metas, como pagar por um casamento, economizando para um carro novo, ou suas próximas férias.

Ter contas separadas especificamente destinadas a cada meta facilitam a rastreamento do seu progresso. Divida R$20.000 em seus objetivos de poupança distintos, e você poderia ter R$10.000 em sua conta de casamento, R$7.000 para um pagamento de carro, e R$3.000 em seu fundo de férias.

Objetivos para guardar dinheiro no médio prazo

Se você está procurando um lugar para estacionar seu dinheiro por alguns anos, contas de mercado monetário e certificados de depósito (CDs) podem ser sua resposta. Essas contas de poupança normalmente oferecem taxas de juros mais altas do que as contas de poupança padrão.

Ambas as contas do mercado monetário e CDs podem exigir saldos de abertura mais altos do que as contas regulares de poupança, no entanto. Você pode precisar de R$10.000 para abrir uma conta em um banco, enquanto outras contas de poupança podem ser abertas com apenas R$10.

Contas de mercado de dinheiro funcionam como um híbrido de contas corrente e poupança. Você pode escrever um número limitado de verificações da sua conta a cada mês e ganhar um retorno decente ao mesmo tempo, porque eles pagam juros. Contas de mercado monetário também investem em títulos, ao contrário das contas de poupança regular, e é por isso que eles podem oferecer taxas de juros ligeiramente melhores.

CDs são diferentes em que eles têm datas de maturidade fixas. Você é obrigado a manter seu dinheiro no CD por um período específico de tempo. Retirar o dinheiro antes que o CD tenha amadurecido resulte em uma penalidade de retirada antecipada.

CDs geralmente não são uma boa ideia para fundos de emergência porque você quer que o dinheiro seja acessível sem penalidade quando você precisar.

Não se esqueça de guardar dinheiro para aposentadoria

Definir deduções automáticas do seu salário para um plano de previdência privada é uma das maneiras mais fáceis de começar a economizar para a aposentadoria. Escolha um bom plano de previdência e vá poupando seu dinheiro, deixando ele bem guardado para que você tenha retornos constantes no futuro.

Onde guardar dinheiro para a educação

Pode não ser suficiente para superar a inflação se você está economizando dinheiro na conta de poupança regular para a educação do seu filho e seu filho ainda é jovem com um longo caminho a percorrer antes da faculdade. O custo da mensalidade quase certamente vai subir. Considere manter suas economias em algum lugar que possa crescer em valor, como em um plano de investimentos de longo prazo.

Esses planos de investimentos podem ser uma boa maneira de pagar pela faculdade do seu filho porque são projetados especificamente para objetivos de longo prazo. Você pode abri-lo para qualquer beneficiário, incluindo seu filho, neto, outro parente, ou até mesmo um amigo.

Em última análise, seus objetivos determinarão onde você mantém seu dinheiro. Guardar o dinheiro em casa facilita o acesso, mas os bancos oferecem muitos benefícios que você não vai encontrar em qualquer lugar. Você pode ter que pagar uma penalidade se retirar seu dinheiro antes de um tempo específico em alguns casos, mas as contas de poupança permitem que você ganhe juros sobre seus depósitos, e você pode dormir melhor à noite sabendo que seu dinheiro é segurado.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários abaixo e iremos te ajudar!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário