O que é tarifa sobre cheque especial?

Escrito na categoria "Educação financeira" por André M. Coelho.

As taxas de cheque especial são cobradas quando você não tem dinheiro suficiente em sua conta para cobrir um pagamento efetuado e, como parte de um serviço de proteção de cheque especial, o banco cobre a diferença para você. Funciona, de certa forma, como um empréstimo. Compreender como as taxas de cheque especial funcionam pode ajudar a economizar dinheiro e gerenciar melhor suas finanças.

Publicidade

Publicidade

O que é a tarifa do cheque especial?

Um cheque especial ocorre quando você não tem dinheiro suficiente em sua conta corrente para cobrir uma retirada ou pagamento e a instituição financeira paga a transação de qualquer maneira, o que gera um saldo negativo em sua conta. Normalmente, as instituições financeiras cobram uma taxa de cheque especial por essa transação. Você também deve pagar o valor que o banco lhe emprestou para cobrir a diferença entre o que você tinha na sua conta e o total real do pagamento.

Os reguladores federais tornaram obrigatório para certas instituições financeiras obter o seu consentimento antes de adicioná-lo a um programa de proteção de cheque especial que cobra uma taxa de cheque especial na maioria das transações de caixas eletrônicos e cartões de débito. Ao abrir uma conta corrente, você deve ativar a proteção do cheque especial, o que permite que a instituição aplique uma taxa quando seu saldo ficar negativo.

Cheques ou transações para as quais você não tem fundos, e não tem cheque especial, podem ser devolvidos/não cobrados. Seu nome pode acabar no cadastro de emissores de cheques sem fundo.

Cheque especial

Cheques especiais podem cobrar taxas altas, e terem juros que prejudicam suas finanças. (Foto: Banco Central)

Quanto as taxas de cheque especial custam?

Taxas de cheque especial podem aumentar se você não tomar cuidado. De fato, as taxas de cheque especial estão entre os juros mais caros entre todas as formas de empréstimos e financiamento. Essas taxas representam a maior despesa relacionada a serviços bancários para consumidores que possuem uma conta corrente. Os juros do cheque especial são também limitados, e não podem ser maior do que esse limite do cheque especial.

Publicidade

Publicidade

Se você tem mais de R$500 em cheque especial, pode ser cobrada uma taxa de 0,25% sobre o limite do cheque especial, mesmo se você não usar. Abaixo de R$500, não será cobrada qualquer taxa. Além disso, são cobrados os juros do cheque especial, geralmente limitados a 8%.

A tarifa será cobrada assim que o limite for usado.

Como evitar usar o cheque especial?

As taxas de cheque especial podem afetar seu orçamento. Mas existem algumas estratégias que você pode implementar para ajudar a evitar o pagamento dessa despesa onerosa.

Internet banking e apps

O internet banking é um dos benefícios que muitas instituições financeiras oferecem. A inscrição no internet banking permite acompanhar de perto as suas contas. Você pode monitorar o dinheiro entrando e saindo. O mesmo vale para aplicativos de bancos e instituições financeiras.

Publicidade

Acompanhe suas despesas

Publicidade

Você pode acompanhar suas despesas de várias maneiras. Você pode rastreá-los online ou usando um registro de cheque por escrito para registrar todas as suas transações. É uma boa ideia registrar todos os seus depósitos e saques. Isso ajudará você a manter um saldo em conta corrente.

Configurar alertas de saldo

Algumas instituições financeiras alertam você quando sua conta cai abaixo de um valor específico. Ao estabelecer alertas de conta, você saberá quando transferir ou depositar mais dinheiro em sua conta para cobrir transações futuras que possam levar a um saldo negativo.

Mantenha um saldo positivo em conta

Manter um pouco de dinheiro extra em sua conta para cobrir despesas imprevistas. Isso pode ajudar a evitar o excesso de desenho acidental de sua conta.

Publicidade

Publicidade

Pagar uma taxa de cheque especial é uma despesa cara e muitas vezes desnecessária. Algumas das melhores maneiras de evitar taxas de cheque especial incluem o entendimento da política de cheque especial de sua instituição financeira, o acompanhamento de suas despesas e a manutenção de um orçamento. Ser proativo não apenas ajudará a evitar taxas de cheque especial, mas também o ajudará a gerenciar seu dinheiro com sucesso.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Publicidade

Publicidade

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário