Imagine que você decidiu que precisava de uma mudança de carreira. Depois de deixar seu trabalho, você encontrou um colega antigo que estava prosperando como proprietário da franquia de um negócio e decidiu entrar no ramo. Mas como decidir qual franquia escolher? Qual a mais rentável?

Se você deseja entrar no ramo de franchising, existem milhares de tipos diferentes de negócios de franquias em que você pode comprar, em diferentes níveis de investimento de tempo e dinheiro. O problema é encontrar um que lhe dê uma maior chance de sucesso, e você deve estar preparado para dedicar uma quantidade significativa de tempo e pesquisa. Aqui está o nosso guia para escolher uma boa franquia.

Franquias baratas e rentáveis? Conheça a si mesmo antes de escolher

Antes de pular em qualquer oportunidade de franquia particular, você precisa começar conhecendo a si mesmo. Você precisa ser brutalmente honesto consigo mesmo e introspectivo sobre o que você está tentando alcançar ao comprar esse negócio. Algumas perguntas podem te ajudar nesse processo:

O que você quer de um negócio de franquia?

As pessoas compram franquias por uma variedade de razões diferentes. Isso é algo que você quer fazer como um hobby, e ainda continuar trabalhando em uma empresa enquanto toca a franquia? Isso precisará se tornar sua principal fonte de renda? Você está procurando diversificar investimentos? Você deseja, eventualmente, possuir mais de uma franquia?

Quanto dinheiro você tem para investir?

Você pode ter uma ideia do tipo de negócio que deseja entrar, mas fazer um inventário do seu capital lhe dará uma sensação realista de quais oportunidades de franquia são possíveis para seu orçamento. Como qualquer negócio, você não deve esperar ser rentável quando abrir suas portas, então, certifique-se de ter dinheiro suficiente para viver enquanto você decola a empresa. Você deve estar preparado para o fato de que os empréstimos não serão necessariamente fáceis de encontrar.  Vale lembrar a máxima de que não há nada mais caro do que um negócio barato. Provavelmente terá uma alta taxa de rotatividade, será mais saturado e competitivo, não proporcionará muito apoio e treinamento, e não será um negócio que você pode revender.

Como conseguir franquia lucrativa

Uma franquia pode ser lucrativa das mais diversas maneiras, e isso vai depender quase que exclusivamente da sua capacidade de gerenciar a franquia. (Foto: WorkflowMax)

Qual é a sua estratégia de saída?

Esta é uma questão comummente negligenciada que os potenciais franqueados não conseguem se perguntar. Seja sincero sobre qual será seu caminho. A franquia é algo que você quer fazer por cinco anos e depois deixar o negócio ou é algo que você pretende passar para um herdeiro? Responder a esta pergunta é importante porque diferentes franqueadores tem diferentes restrições à venda para outros franqueadores, por exemplo, e algumas empresas de franquia nem sequer são escaláveis para aumentar o lucro.

Quanto de risco você está disposto a assumir?

Depois de revisar suas finanças, você provavelmente pode ter uma ideia de quanto risco você pode assumir, mas também levar em consideração a sua personalidade: como você lida com o risco? Existem algumas empresas excelentes e bem estabelecidas com longos registros de sucesso de franquia, mas já não estão exatamente na vanguarda; As empresas mais novas e de ponta são mais arriscadas, mas podem potencialmente oferecer maiores retornos”.

Quão importante é o status?

Se alguém lhe perguntar o que você faz, você ficaria confortável dizendo que você possui um negócio de limpeza terceirizada? Muitas pessoas dizem que nunca investiriam nesse tipo de franquia porque não querem explicar isso aos amigos em uma festa. Vale lembrar que empresas que não tem muito status geralmente são grandes geradores de dinheiro porque não tem muita concorrência.

Melhores franquias para investir: limitando as opções

O grande número de opções de franquia é intimidante, mas você poderá começar a fazer uma lista melhor agora que você sabe exatamente o que deseja. Isso ajuda a não olhar para marcas particulares, mas primeiro em tipos específicos de negócios (varejo, industrial ou baseado em casa, por exemplo) e conceitos específicos (capas para celulares, serviços fiscais, ou design de móveis, por exemplo). Quando você estiver fazendo isso, seja lógico, não emocional. Tudo na franquia deve atender aos critérios que você acabou de estabelecer sobre seus objetivos, conjuntos de habilidades e tolerância ao risco.

E mesmo que você esteja reduzindo as opções, não corte algo fora de sua lista sem pensar logicamente através de suas impressões iniciais. Se você está entrando no mundo de desafio das franquias, você também pode fazer a pesquisa por conta própria para encontrar combinações raras e perfeitas para seu investimento.

Faça seu dever de casa antes de abrir a franquia

Você finalmente encontrou uma pequena lista de franqueadores para escolher. Infelizmente, a abertura de sua franquia ainda está muito distante. É preciso dois ou três meses de energia bastante concentrada para que um franqueado faça seu dever de casa e escolha bem sua franquia. Cada franqueador terá prospectos e relatórios com informações sobre o negócio, que vão te ajudar a tomar a decisão final. Informações importantes sobre a franquia incluem:

Qual é a taxa de franquia inicial? Quais são as taxas de royalties em curso? Existem outras taxas? Por exemplo, alguns franqueados tem que pagar uma taxa adicional de marketing ou publicidade.

Quais são as regras e restrições? As franquias tem uma série de controles para garantir a uniformidade, tais como restrições sobre bens e serviços que você vende, fornecedores, como você opera (uniformes, estrutura física do local, etc), área de vendas (limitação territorial) e direitos de rescisão, revenda, e renovação.

Qual é o histórico comercial do franqueador? Há quanto tempo o franqueador está no negócio, qual é a experiência da equipe de gerenciamento? Existe alguma história de falência?

Qual é o histórico de problemas legais do franqueador? Se você vê muitos processos, mesmo que você não saiba exatamente o que está causando isso, não é um bom sinal “.

Existe uma representação de desempenho financeiro?

Descubra o que você realmente está pagando. Que tipo de treinamento inicial vai receber? Que tipo de suporte de marketing e publicidade receberá? O suporte e treinamento estarão em curso, com visitas mensais?

Se você tiver alguma dúvida, certifique-se de perguntar ao seu franqueador. É sempre uma boa ideia conhecer o franqueador em pessoa para ter uma noção do seu estilo de gerenciamento e para se certificar de que você está confortável com isso. Pergunte-lhes como é o dia-a-dia de um franqueado em seus negócios, ou quais tipos de traços ou conjuntos de habilidades que eles provavelmente conseguiram levar ao sucesso.

Finalizando seu projeto de abrir uma franquia

Certifique-se de avaliar o plano de negócios do franqueador para realmente entender o conceito e o que impulsiona os clientes na porta. O plano de negócios deve incluir uma estratégia de marketing clara e projeções financeiras detalhadas.

Não tenha medo de fazer alguma pesquisa por conta própria. Você deve analisar o tipo de concorrência que existe para o negócio, bem como as taxas de falha e quaisquer outros requisitos especiais. Você pode descobrir que precisa de licenças especiais para atuar no estado que você está.

Talvez a parte mais importante da sua pesquisa seja conversa com outros franqueados. Se os outros franqueados não estiverem tão felizes, eles serão os primeiros a dizer onde o franqueador está pecando. Você vai querer obter uma fonte objetiva disposta a dizer coisas boas e ruins sobre esses caras. Você também pode evitar fraudes.

Pesquisar uma franquia é um processo que consiste em evitar os erros caros. É por isso que você está pagando as taxas. Em teoria, uma franquia já abriu a trilha e criou um histórico de sucesso que você pode verificar com antecedência.

Você pretende abrir uma franquia? Qual pesquisa já fez? Como pretende tornar o negócio lucrativo?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)