A importação de bens é o ato de comprar um produto ou serviço de um país estrangeiro para uso próprio ou revenda. A importação de bens fornece a espinha dorsal do comércio internacional. O processo geralmente exige envolvimento de estâncias aduaneiras do país importador e exportador ou apenas alguns clique na rede e o pagamento de algumas taxas nos correios.

Para entender motivos que podem te levar a comprar produtos importados, é necessário também compreender o que é a importação e um pouco de como ela é feita.

Balanço econômico

Normalmente, um país se volta para a importação de bens, quando a demanda local é maior que a oferta local. Eles também podem importar quando o preço no mercado mundial é inferior ao preço no mercado local. A balança comercial é a diferença entre o valor das mercadorias importadas e o valor das mercadorias exportadas por todo o país. Um déficit comercial ocorrerá quando as importações são maiores do que as exportações de um país.

Tipos de importação

Existem dois tipos principais de mercadorias importadas. Trata-se de bens industriais e de consumo, e bens e serviços intermediários. Além disso, existem três tipos de empresas importadoras de mercadorias. Estas são as empresas que procuram qualquer produto para vender, aquelas que procuram o preço mais barato, e aquelas que utilizam a importação como parte de sua cadeia de fornecimento global.

Requisitos para importação

Cada país tem suas próprias exigências para importação de mercadorias. No Brasil, toda a mercadoria importada deve passar pela alfândega. A empresa ou importação de mercadorias individuais devem declarar o valor tributável e o número de classificação da mercadoria. Na maioria dos países, o importador deve pagar todas as taxas de processamento e deveres relacionados com a mercadoria. O importador também será responsável por garantir que as mercadorias satisfazem requisitos de admissibilidade e normas de segurança, e que todas as licenças necessárias tenham sido obtidas. Há produtos que são isentos de impostos ou tem descontos consideráveis nas tarifas, como forma de incentivo para alguns tipos de indústria no país.

Comprando produtos importados

Com um cartão de crédito e acesso à internet você tem acesso a um mundo de oportunidades para produtos de qualidade na rede! (Foto: economia.terra.com.br )

Considerações sobre a importação

Quando a importação de bens, há muitas coisas que devem ser levados em consideração em primeiro lugar. Como obter os bens no país é a maior prioridade. Os requisitos legais para a mercadoria também devem ser considerados. Assessoria jurídica pode ter que ser buscada, especificamente para a elaboração de contratos válidos entre o importador e o exportador. Outras considerações incluem seguro, armazenagem de mercadorias, transporte, documentação e qualquer legislação pertinente. Produtos mais baratos são isentos de trâmites burocráticos no Brasil, enquanto produtos mais caros tem várias barreiras comerciais (leia-se impostos) para sua chegada ao país.

Tudo considerado: por que comprar produtos importados?

O principal benefício da importação de mercadorias é a capacidade de obter mercadoria a um preço muito menor do que poderia ser encontrado no mercado interno. Isso acontece em praticamente todos os ramos de produtos no Brasil. Para impedir que tais produtos entrem no país, ameaçando a indústria nacional, há várias medidas tomadas, além de outras coisas que também atrapalham a chegada ou compra dos produtos importados em nosso país, tais como:

  • Impostos;
  • Demora na chegada dos produtos em nosso país devido à falta de estrutura para enviar e receber mercadorias em nosso país (o chamado gargalo de produção);
  • Falta de garantia em nosso país para  a maior parte dos produtos;
  • Desconhecimento dos procedimentos de importação;
  • Urgência para a compra;
  • Necessidade de parcelar a compra pois, na maior parte dos casos, produtos importados devem ser pagos à vista.

Mesmo considerando tudo isso, é muito mais barato comprar no exterior, salvo raras exceções, mesmo com os impostos. A exemplo, um Camaro 0 km comprado à vista lá fora sai R$30 mil mais barato, já com todos os impostos, do que o mesmo Camaro comprado em uma concessionária brasileira.

Além de produtos mais baratos, o motivo mais importante para que você compre produtos importados é porque terá produtos de maior qualidade em 90% dos casos, caso pesquise o suficiente para encontrar as melhores oportunidades, veja opiniões dos produtos e analise o quão bom ele é. Garanto que até produtos medianos norte americanos são melhores do que 90% dos bons produtos no Brasil. E os produtos topo de linha, além de apenas se equipararem com os produtos topo de linha de lá, os preços são absurdamente mais caros.

Encomendando do mundo inteiro

O mundo é o seu shopping. Com produtos importados, suas opções se expandem e as possibilidades de encotnrar maior qualidade aumentam exponencialmente. (Doto: produto.mercadolivre.com.br )

Uma experiência pessoal com importação

Trabalho com importação desde meus 15 anos e ao escrever este artigo, estou já com 27. Ao mesmo tempo, também trabalhei com compra e recenda de produtos brasileiros. Tudo que comprei no estrangeiro, só tive problema com um HD de um computador da marca Corsair, a qual já teve a garantia acionada e em breve terei meu HD novo. Compro celulares smartphone desde 2006/2007. Ano passado comprei meu primeiro celular smartphone fabricado no Brasil, um Samsung Galaxy Note II. Coincidência ou não, foi o primeiro celular meu que deu problema. E já passei por diversas marcas e modelos desde então.

Além disso, por conta de comparar constantemente produtos lá e aqui para fornecer o melhor para meus clientes. Quando vejo principalmente a comparação entre carros, eu me espanto. A exemplo, um engenheiro da Volkswagen já deu uma entrevista que um modelo X de carro na Alemanha precisa de ter mais de 40 soldas reforçadas, dando mais segurança para o veículo. Já aqui, o número de soldas cai pela metade. Pesquise um pouco e você vai encontrar várias notícias mostrando que o mesmo carro no Brasil que é vendido lá fora, salvo exceções raras, é muito mais seguro.

Lá fora, o controle de qualidade, principalmente nos EUA, um país voltado para a produção e consumo, é muito maior. Assim como as exigências. Não que todos os produtos lá são melhores. Mas  para concorrer lá, eles precisam ser bons o suficiente, porque tem muita oferta no mercado, ao contrário do Brasil, onde a oferta é pouca e nossas opções são muito limitadas.

Conclusão

Para comprar importados, você precisa economizar para pagar a vista. Você precisa pesquisar e comparar produtos também, garantindo que terá o melhor pelo seu dinheiro. Isso demandará tempo. Esse tempo Investido será bom para você adquirir conhecimento e poder explorar melhor a qualidade e garantia dos produtos que compra, mesmo que você decida comprar produtos brasileiros apenas. Você terá uma melhor comparação entre a situação no Brasil e no mundo para o mercado de produtos. Para comprar os produtos, terá de economizar, o que te ensinará a ter disciplina com dinheiro. E esse dinheiro se´rá investido em um produto que você não terá de trocar tão cedo.

Vale a pena o tempo investido? Com certeza. Vale a pena comprar produtos importados? Sempre, mesmo que você tenha algum problema com a garantia. Você gasta menos, tem que repor produtos com menor frequência e investe em qualidade, garantindo estar rodeado de produtos que não te deixarão na mão e guardando o dinheiro extra que sobrar para outros fins.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)