Quer se trate de cheques falsos, produtos ou serviços falsos ou até o roubo de identidade, parece que há sempre alguém lá fora, tentando nos fazer de bobos. Nem sempre é fácil identificar uma fraude, mesmo para os consumidores mais experientes. É por isso que você deve sempre estar atento e tomar precauções gerais. Aqui estão alguns esquemas comuns e como evitá-los:

Fraudes de mercadoria

São os casos de encomendas de produtos que nunca chegam ou chegam errados, vencidos, quebrados ou até em forma de tijolos. Para evitar esse problema, sempre confira os vendedores confiáveis antes de comprar qualquer coisa deles. Veja a reputação do mesmo na comunidade online, em fóruns e sites que são especializados nisso. Você pode até procurar o Procon de sua cidade para saber se há denúncias contra a empresa. E use sempre o cartão e, quando possível, utilize os intermediadores de pagamentos online, como o PayPal, o PagSeguro, MercadoPago, o MoIP ou outros.

Phishing

É um tipo de fraude onde os golpistas usam e-mails, telefonemas, e outras formas de enganar as pessoas para elas revelarem suas senhas, cartões de crédito, CPF, RG e outras informações pessoais que podem ser usadas para o roubo de identidades, abertura de linhas de crédito e mais. Previna-se nunca respondendo  a e-mails ou telefonemas pedindo suas senhas ou outras informações pessoais, não importa o quão urgente o apelo. Mantenha também o antivírus de seu computador sempre atualizado, evitando o roubo de informações através de vírus ou softwares para isso.

O golpe do parente sequestrado

Este vem como uma chamada de um membro da família, talvez alguém que se identifica como algum parente distante, dizendo que ele precisa de ajuda. A história pode ser que ele estava em um acidente, preso ou sequestrado e precisa de dinheiro urgentemente. Não dê dinheiro a ninguém sem verificar a identidade da pessoa. Se você receber uma chamada de um amigo ou parente para pedir ajuda, desligue educadamente e ligue para o número da pessoa em casa ou celular, verificando se a chama é real ou não. Se a pessoa não atender, espere um pouco mais e não se desespere antes de tomar qualquer decisão.

Segurança pessoal e online

Tome cuidado com todo tipo de transação financeira com as quais você se envolve. Elas podem ser uma fraude e podem ser facilmente evitadas, com os devidos cuidados. (Foto: correiodoestado.com.br)

Promoções e viagens com preços muito abaixo do mercado

Estas ofertas aparecem através de telefonemas, e-mails ou até mesmo em pequenas palestras para grupos de pessoas. Tome muito cuidado: empresas que não tem CNPJ e prometem muito, na verdade, só querem seu dinheiro. Esqueça promoções muito milagrosas. Pesquise em empresas sólidas do mercado e economize um pouco mais para uma viagem ou a compra do produto sem dores de cabeça.

Custos extras de um produto ou serviço mal explicados

É importante que todos os custos de um serviço ou produto sejam repassados ao cliente, antes da assinatura do contrato. Leia o contrato antes e veja se há alguma cobrança que não deveria assinar. Só clique ou assine assim que você tiver certeza absoluta que está fazendo o negócio certo, satisfeito com as respostas.

Instituições de caridade falsas

Podem vir como e-mails ou um telefonemas pedindo-lhe para ajudar uma causa qualquer. A melhor forma de ajudar é ir direto à instituição e fazer sua doação lá mesmo. Você pode até se oferecer para o trabalho voluntário na instituição, ajudando mais ainda.

Sorteios falsos

Quem não quer ganhar um grande prêmio? Quando alguém te ligar ou mandar alguma mensagem declarando que você é um dos finalistas, ou até mesmo um vencedor, veja primeiro todas as informações antes de confirmar que é uma promoção que você tenha realmente participado.

Empréstimos e financiamentos milagrosos

Este envolve empresas que prometem para você um empréstimo ou cartão de crédito, mesmo se você tem mau crédito. Mas depois de pagar a taxa exigida, a empresa some ou te cobra juros absurdos. Isso é contra a lei. Para evitar isso, busque apenas instituições financeiras sólidas no mercado para sair de um buraco financeiro. Planeje-se financeiramente antes de pegar qualquer tipo de empréstimo ou você entrará na espiral dos débitos.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)