Muitas pessoas ainda tem medo de fazer compras online. Algumas delas, ficam inseguras por conta de histórias de lojas que enviaram tijolos ao invés de notebooks, ou mesmo problemas de garantia que não foram eficientemente solucionados pela loja. O problema é que pela internet, as lojas tem os melhores preços e as melhores promoções, além de muitas vezes serem a única forma para que você obtenha o produto que está buscando.

No caso do empresário que busca expandir suas formas de recebimento, é bem provável que você busque a forma que proporcione menos dores de cabeça e que tenha um suporte a todas as suas necessidades. E isso não é um feito pequeno, já que o atendimento tem que ser de excelência, o serviço online não pode falhar nunca e precisa ter um valor justo de pagamento.

Alguns já possibilitam até o pagamento de contas e taxas que antes só eram possíveis em bancos ou através do uso de um cartão de crédito internacional.

Devemos hoje levar também em conta a integração destes serviços com as mais variadas plataformas, como smartphones, notebooks e tablets. Quanto maior o mercado atingido, mais visibilidade você vai ter.

Vamos comparar aqui alguns dos serviços disponíveis no mercado brasileiro, se existe um melhor ou se para cada um deles existe uma melhor utilidade.

Formas de pagamento online

Não é tão antigo quanto o MercadoPago, mas o nome UOL pesa na hora de comparar este serviço com sua concorrência. (Foto: clikptcs.blogspot.com)

  • PagSeguro

É um serviço de pagamento que está sob responsabilidade da UOL. Tendo seu início em 2007, ainda engatinha em suas funcionalidades, mas proporciona boas taxas para quem faz uso dele.

Tarifa de cartão de crédito: 6,4% + R$ 0,40

Demais tarifas: 2,9% + R$ 0,40

Tarifa de parcelamento: 1,99%/mês, cobrada do comprador ou do vendedor

– Cobrança por formulário HTML ou e-mail

Vantagens e desvantagens do serviço: com uma interface de fácil integração e fácil de usar, o usuário sente-se mais confortável com seu uso. Envia dados completos na notificação do pagamento. O problema é que a cobrança só pode ser feita de brasileiros e não possui cobrança recorrente, ou seja, aquele tipo de cobrança que pode ser agendada. O suporte técnico ainda é pouco eficiente e, devido à política de segurança ao usuário pelo site, o saque só pode ser efetivado após 14 dias do pagamento.

Melhor para: quem utiliza os serviços do TodaOferta da UOL (site de vendas online), pessoas que buscam uma interface simples e com custos baixos.

Serviço de cobrança e pagamento online

Dos serviços aqui citados, este é o mais tradicional e antigo, mas muito limitado devido aos custos de utilização para vendedores fora do Mercado Livre. (Foto: totalscripts.net)

  • MercadoPago
Podemos dizer que, no mercado brasileiro, o MercadoPago é o pioneiro nos serviços de pagamento online. Antes utilizado exclusivamente no ambiente do Mercado Livre, seu custo de 4,99% por venda para sites de fora do Mercado Livre talvez seja proibitivo para a maioria dos usuários.

– Tarifa de cartão de crédito: 8,99% a 34,99%, dependendo do cartão utilizado e da quantidade de parcelas

– Demais tarifas: 2,99% para boletos bancários, TEF Banco do Brasil e Itaú Shopline.

– Tarifa de parcelamento: mesmos do cartão de crédito (o mercado pago não parcela de outras formas)

– Cobrança por formulário HTML ou e-mail

Vantagens e desvantagens do serviço: seus custos não são tão altos e é a única opção de pagamento que pode ser utilizada de forma oficial e divulgada em seus produtos no Mercado Livre. Tem um alto custo de utilização e ainda tem uma interface de interação muito limitada e antiquada, sem o foco de facilidade para o uso pelo comprador ou vendedor.

 Melhor para: só recomendamos o uso do MercadoPago para aqueles que utilizam dos serviços do Mercado Livre. É um serviço ainda muito limitado e caro para o vendedor que estiver fora deste ambiente. E apesar do nome ser bem conhecido, a associação a marca Mercado Livre ainda é um peso muito ruim, já que o site criou uma fama péssima entre os compradores online.

Opções de cobrança e pagamento online

É a marca mais forte e mais abrangente de todas aqui citadas. É também a de maior flexibilidade, mas as políticas voltadas para o consumidor podem prejudicar vendedores desavisados. (Foto: mediatrik.com)

  • PayPal

Filho do Ebay, o maior site de leilões do mundo e onde você encontra os mais diversos produtos para a venda, acabou vindo para o Brasil ao perceber que muitos usuários brasileiros faziam compras pelo Ebay e precisavam de um suporte local. É também uma medida de precaução, já que vários usuários brasileiros estavam aplicando golpes nos vendedores estrangeiros. Entre os serviços citados, este é o que tem as melhores políticas para os consumidores, o que pode trazer muitas dores de cabeça para os vendedores.

Tarifa de cartão de crédito: 6,4% + R$0,60.

Tarifa de parcelamento:variável de acordo com o número de parcelas.

– Cobrança por e-mail, formulário HTML e API.

Vantagens e desvantagens do serviço: sua presença e renome mundial permite a cobrança de qualquer usuário, além de prover uma boa imagem e associação para seu site. Possui um bom ambiente de testes e a possibilidade de cobranças recorrentes, sendo que o saque do dinheiro pode ser feito a qualquer momento. É utilizado por muitos como uma ferramenta auxiliar para o controle da qualidade de serviços, já que os consumidores praticamente são os ditadores das políticas do PayPal. Talvez seja um pouco difícil a configuração com as contas brasileiras, existindo também uma lógica de pagamento diferente para cobranças nacionais e internacionais. Tem taxas mais altas e o vendedor não é um parceiro, é apenas um utilizador do serviço. Em alguns países, como a Alemanha, o serviço não funciona. Ainda está passando por fase de adaptação de alguns serviços para o Brasil.

Melhor para: pessoas que querem associar seu nome a uma marca forte e confiável no mercado, que tem uma empresa funcionando com qualidade excelente de atendimento e um pós venda impecável, pessoas que queiram trabalhar com a exportação e importação de bens e serviços.

Opções de pagamento e cobrança online

O MoIP é um dos mais novos dessa lista e, provavelmente, o mais promissor. Seus custos benefícios ainda não compensam sua compra, mas em breve, isso provavelmente mude. (Foto: eleicoes2012.radio.br)

  • MoIP
O iG comprou o MoIP para entrar no mercado de pagamentos online e aumentar sua competitividade. O serviço é apontado por muitos como o mehor do mercado. Sua interface gráfica e programação podem ser um pouco complicadas e cansativas para o usuário ou o web designer.

Tarifa de cartão de crédito: 7,4% + R$ 0,39.

Demais tarifas: 2,9% + R$ 0,39.

Tarifa de parcelamento: 1,99%/mês, cobrada do comprador ou do vendedor.

– Cobrança por formulário HTML, e-mail e API.

Vantagens e desvantagens do serviço: a flexibilidade de cobrança talvez seja a maior vantagem do MoIP. Por possuir um ambiente de testes, dá uma boa idéia para o usuário ou dono da loja de como o sistema irá funcionar online. O problema novamente é a cobrança só poder ser feita de brasileiros. Dados completos dos pedidos não podem ser acessados de outra forma que não a interface do programa. O atendimento também é lento e a segurança do serviço ainda é questionável. Com uma interface confusa, este é o serviço menos amigável ao usuário. Por medidas de segurança ao comprador o saque também só pode ser realizado após 14 dias do pagamento e a aprovação do pagamento por cartão pode demorar um pouco.

Melhor para: quem precisa ter pagamentos recorrentes, como provedores de serviços ou mesmo de estoque constante para lojas ou individuais. A flexibilidade do ambiente dá uma possibilidade maior de integração com sua loja ou seu website.

Pensamentos finais

Os direitos do consumidor e dos vendedores ainda engatinham no Brasil. A maior parte das lojas ainda está se adaptando às novas demandas do mundo digital. Dito isso, é também a mesma realidade pela qual passam os pagamentos digitais no Brasil. As taxas ainda são muito altas para o consumidor e quase proibitivas para o uso pelo vendedor, que teria de jogar todos os custos para seus clientes.

Mas como a constante adaptação é necessária, o melhor serviço atualmente, tanto em qualidade quanto em custos é o PayPal. Os riscos do congelamento de sua conta valem a pena se você estiver disposto a buscar a melhor qualidade possível para seu atendimento e pós-venda. Além do mais, o PayPal é o único que possibilita vendas internacionais. Se você planeja uma expansão para estes mercados, não existe melhor opção.

Já para aqueles que preferem os serviços brasileiros, o melhor entre eles e mais utilizado tem sido o PagSeguro. Mesmo que o MoIP esteja ganhando mercado e tenha mais opções de cobrança, o peso da marca PagSeguro ainda é uma grande vantagem para este serviço, que tem a gigante UOL como apoio.

13 comentários para “Comparando: Pagseguro x MercadoPago x PayPal x MoIP – qual o melhor?”

  1. Rosemeire

    Estamos fazendo testes com a Akatus, este talvez valeria a pena dar uma olhada, pois veio com bastante novidades.

    Responder
  2. Bianca

    Eu não aconselho o uso de pagseguro, há várias reclamações de pagamentos cancelados. Mesmo o cartão suportando o peso de compra. O serviço de atendimento ao cliente é péssimo. Só tive más experiências.

    MP e PP eu uso com fé.

    Responder
    • Paulo

      O que é PP e MP

      Responder
      • Equipe Crédito ou Débito

        PP é PayPal, MP é MercadoPago.

  3. Daniela

    O Pagseguro é um excelente intermediador, mas para aqueles que sabem ultilizar com inteligência, olhando as regras e politicas de uso e as ferramentas disponiveis caso necessite.

    Responder
    • Equipe Crédito ou Débito

      Oi Daniela,

      Não é questão de inteligência. O PagSeguro é uma ferramenta pior que outras opções no mercado.
      Simplesmente complicam o processo de integração e testes. O PagSeguro está muito atrasado em relação a outros meios de pagamentos.
      Não tem um bom atendimento e suporte, em minha opinião. É Muito demorado em relação ao que esperamos hoje em dia dos serviços focados na internet.

      Responder
  4. Editora Orgástica

    Utilizávamos o PagSeguro, porém, eles demoram 14 dias para que você faça o saque do valor comprado pelo cliente. Já o PayPal, você pode sacar o dinheiro minutos após a compra. Não concordamos com o PagSeguro em reter o valor das vendas por 14 dias, sem juros e correção mometária. Se um dias eles reverem isso, voltamos com o sistema. Até lá, não. Só o PayPal mesmo. Entre todos é o melhor.

    Responder
  5. Simone Cordeiro

    Bom dia!

    Essas informações são válidas apenas para compras online ou também servem para as maquininhas?
    Quero comprar uma máquina de cartão para crédito e débito e estou em dúvida quanto a máquina do Marcelo Livre (Mercado Pago) ou a do Pagueseguro da Uol (a diferença de preço na máquina é grande).
    Vi algumas reclamações quanto a taxas cobradas, por isso a grande dúvida!

    Agradeço a atenção
    Simone

    Responder
    • Equipe Crédito ou Débito

      Simone, temos uma série de artigos sobre o assuntohttp://www.creditooudebito.com.br/t/como-escolher-maquina-de-cartao-de-credito/ que podem te ajudar a decidir qual é a melhor máquina para suas necessidades.

      Responder
  6. Paulo Henrique

    Boa tarde, li sobre a payleven. Vocês recomendam? Li também que não precisa nem de CNPJ nem de conta bancária. Como eu receberia o valor das minhas vendas? Grato

    Responder
    • Thainara Rodrigues

      Paulo, você pode receber o valor das vendas via deposito em conta ou via cartão. Eles depositam o valor em um cartão e você usa como debito.

      Eu tenho a dois anos e super indico, nunca tive problema.

      Responder
  7. Renato R

    Gostaria de saber qual garantia a máquina do mercado pago da pois comprei a moderninha e veio a do mercado pago e se esta máquina e boa mesmo ou vai me dar dor de cabeça

    Responder
    • Equipe Crédito ou Débito

      Renato,

      3 anos.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)