O autoconhecimento está na raiz do caráter forte, dando-nos a capacidade de liderar com um senso de propósito, autenticidade, abertura e confiança. Isso explica nossos sucessos e nossas falhas. E com uma melhor compreensão de quem somos, a autoconsciência nos permitirá compreender melhor o que mais precisamos de outras pessoas para complementar nossas próprias deficiências de liderança.

A questão, então, é como podemos cultivá-la e desenvolvê-la ainda mais? Há muitas maneiras de fazê-lo, e abaixo estão as que geralmente funcionam melhor.

Exercícios de autoconhecimento: meditação

Como a maioria das pessoas sabe agora, a meditação é a prática de melhorar sua consciência momento a momento. A maioria das formas de meditação começa com foco e apreciam a simplicidade, inalação e exalação. Mas estes não precisam ser formais ou rituais, pois uma maior clareza também pode vir de momentos regulares de pausa e reflexão. Você pode obter uma maior consciência ao encontrar apenas alguns segundos para se concentrar na sua respiração, muitas vezes antes de dormir. Durante essas meditações, você deve se perguntar::

O que estou tentando alcançar?

O que estou fazendo está funcionando?

O que estou fazendo está me retardando?

O que posso fazer para mudar?

Mas a forma mais frequente de meditação que você pratica pode derivar de realizar tarefas aparentemente mundanas que inspiram um certo grau de serenidade, incluindo lavar pratos, trabalhar no jardim e passar o dia passeando.

Anote os seus principais planos e prioridades. Uma das melhores maneiras de aumentar a autoconsciência é escrever o que você quer fazer e acompanhar o seu progresso. Você deve ser capaz articular cuidadosamente as razões pelas quais ele está fazendo um investimento de tempo, atenção, ou dinheiro a todos os momentos. Suas anotações servirão como um registro histórico que te ajudará a avaliar se os resultados futuros podem ou não ser atribuídos a um bom julgamento ou simplesmente a sorte.

Vantagens do autoconhecimento

O autoconhecimento abre novas possibilidades e oportunidades para qualquer indivíduo. (Foto: Today at Berkeley Lab)

Faça testes psicométricos para o autoconhecimento

Testes psicométricos visam servir de ponto de partida para uma maior autoconsciência. Um ponto de design comum com todos os testes é que não há respostas certas ou erradas. Em vez disso, eles são projetados para obrigar os entrevistados a considerar um conjunto de características que melhor os descrevem em relação a outras pessoas. Há várias versões desses testes online, ou você pode fazer os testes com um psicólogo para obter resultados melhores e ser bem orientado. Seu sucesso é melhor descrito por análises ou instintos? Você é mais impulsionado pela paixão ou pela ação? Refletindo sobre essas questões pode te ajudar a entender melhor seus próprios aspectos de personalidade.

Para o autoconhecimento, faça perguntas aos seus amigos

Nenhum de nós está completamente consciente de como somo para os outros. Temos de contar com o feedback dos nossos colegas, amigos e mentores. Para que seus amigos desempenhem o papel de espelho honesto, informe-os quando você está procurando perspectivas sinceras, críticas e objetivas. Faça com que seu amigo ou colega se sinta seguro para lhe dar uma visão informal, mas direta e honesta.

Outra estratégia é pedir aos amigos que chamem sua atenção quando você está fazendo um comportamento que você queira mudar. Por exemplo, se você acha que precisa falar mais baixo, peça seu amigo para te avisar discretamente quando isso acontecer para que você evite problemas.

Feedback regular no trabalho ajuda no seu autoconhecimento

Além de buscar o feedback de amigos e familiares, use os processos e mecanismos formais em seu local de trabalho para isso. Se nenhum tipo de processo de feedback existe, veja se você pode implementar mais estratégias de feedback formal no ambiente. Desde que seja bem feito, o feedback construtivo e formalizado nos permite ver melhor as nossas forças e fraquezas.

As chaves do feedback formal efetivo são ter um processo e ter um gerente efetivo para ele. Este último exige pessoas de RH muito boas nesses processos, ou a presença de facilitadores externos e consultores. Facilitadores externos tendem a observar todas as forças surpreendentes e quaisquer fraquezas ou pontos cegos com mais facilidade.

No final, todos queremos autoconsciência. Sem isso, você nunca vai crescer na sua carreira. É somente com a autoconsciência que se pode aproximar um estado de autoconfiança que vai trazer coisas positivas para seu dia a dia. Construir a autoconsciência é um esforço ao longo da vida. Você nunca está realmente “pronto”, mas nossas práticas o ajudarão a avançar mais rápido ao longo do caminho.

Como você faz para trabalhar seu autoconhecimento? Que dicas daria para quem quer se conhecer melhor?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)