O que você consegue comprar sem dinheiro?

Escrito na categoria "Educação financeira" por André M. Coelho.

Comprar algo sem dinheiro não significa literalmente comprar algo sem dinheiro. No século 21 é impossível comprar algo sem algum tipo de custo. Uma missão de gastar pouco dinheiro é possível, além de conseguir conquistar algumas coisas com pouco ou quase nenhum dinheiro.

Publicidade

Publicidade

Uma das melhores formas de comprar coisas sem gastar quase nada é pensar nas prioridades em primeiro lugar. Ao fazer isso, você vai passar a focar no que realmente é importante ao invés de coisas que só irão gastar seu tempo e dinheiro. Saber de suas prioridades também te ensinarão a estar satisfeito com o que você já tem. Se você tem uma camiseta azul e ainda é nova, de repente, não precisa de roupas novas tão cedo. Apesar de compras serem muito boas, elas nunca te comprarão a felicidade do dia a dia.

Ignore o que seus amigos tem, você não pode ter de tudo. Só porque todos os seus amigos têm um cavalo branco, não significa que você deve comprar um. Seu meio social pode ser um perigo e se seus amigos te julgarem pela sua decisão de não comprar o cavalo branco, é hora de repensar em suas amizades. Um amigo de verdade não irá te julgar pela marca que você usa ou pelo que novo telefone ou gadget que você possui. Construir verdadeiras amizades, estando lá para dar conselhos e apoio a quem realmente importa é algo que você compra apenas com seus esforços e dedicação.

Recicle as coisas em sua casa. Elas podem ganhar uma nova utilidade e te ajudar a não ter que comprar coisas novas sem necessidade.

Publicidade

Publicidade

Nem tudo precisa de dinheiro

Nem sempre ficar correndo atrás de dinheiro é a solução para comprar tudo que você precisa. Ás vezes, só de procurar um pouco dentro de casa você pode encontrar coisas muito interessantes que podem ser feitas com pouco ou nenhum dinheiro. (Foto: dotcomtucson.com)

Fique em casa com mais freqüência ao invés de sair sempre. Você irá descobrir muitas coisas legais que podem ser feitas no conforto de seu lar sem gastar dinheiro. Convide seus amigos para visitar e trazer jogos e/ou filmes para assistirem. Quando mais de uma pessoa traz comida e bebidas também, os custos abaixam consideravelmente. Parques municipais e caminhadas também poem ser opções ótimas. E a maioria dos museus brasileiros tem pelo menos um dia de acesso gratuito ao público.

Publicidade

Olhe para a qualidade de suas roupas e não o nome da marca. Você pode encontrar roupas melhores pela metade do preço que você usou para comprar em lojas com preços altos. E as roupas mais baratas podem ter muito mais qualidade que as de preços mais altos, desde que você procure bem.

Publicidade

Chame as pessoas menos ao telefone, use menos água, use menos eletricidade, gaste menos gás e livre-se da TV a cabo. Essas economias te darão dinheiro suficiente para investir mais em seu lazer, pelo menos uma vez por mês.

Sempre continue tentando comer coisas mais saudáveis. Fast food pode até ser mais rápido e mais barato, mas a lista de problemas que você vai ter é longa. Deliciosa comida saudável pode ser feita sempre fácil em casa, além de você poder cultivar alguns alimentos saudáveis no seu quintal ou até mesmo na sua varanda.

Não compre tudo o que você  vê ou o que os outros tem. Você provavelmente não precisa. Espere um tempo antes de tomar a decisão de uma compra, pois agimos muito por impulso ao tratar de bens de consumo e isso pode ter um custo muito alto. Além disso, o dinheiro não compra uma boa pesquisa pela qualidade de um produto entre consumidores e na internet. Portanto, é outra coisa que você pode fazer pra poupar mais ainda.

Publicidade

Publicidade

O principal de tudo e que o dinheiro nunca poderá comprar é sua força de vontade. Força de vontade para ir para a biblioteca de uma universidade federal estudar um assunto que você gosta, fazer a inscrição em algum curso gratuito na internet, melhorar seu emprenho no emprego ou entrar em contato com pessoas que já muito tempo já estão sumidas. Só cabe a você mudar e melhorar sua qualidade de vida com pequenos passos que fazem a diferença no dia a dia.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Publicidade

Publicidade

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário