Em uma resposta simples ao título desse artigo, é possível fazer cartão de crédito com nome sujo. Não recomendamos, porém, que quem esteja com nome sujo faça um cartão de crédito.

Cartão de crédito com nome sujo é possível mas não é recomendado

Se você tem o nome sujo no SPC ou SERASA, significa que você deixou de pagar alguma conta ou está em débito. Isso é geralmente um sintoma de uma vida financeira não muito organizada, e é um dos primeiros passos rumo à dívidas cada vez mais incontroláveis.

Por isso, antes de fazer um cartão de crédito com nome sujo, a primeira coisa a ser feita é organizar suas finanças pessoais com um orçamento familiar, e quitar suas dívidas com uma estratégia sólida. Assim que você tiver quitado suas dívidas, aí sim, o cartão de crédito pode ser uma boa opção.

Se você está procurando quitar suas dívidas com o cartão para quem tem nome sujo, é melhor procurar antes um empréstimo consignado ou um empréstimo para quem tem nome sujo. O consignado é fácil de conseguir, mesmo com nome sujo, e tem juros baixos. O empréstimo para quem tem nome sujo é também fácil de conseguir, apesar de ter juros mais altos. Com o planejamento financeiro correto, qualquer um dos dois pode ser melhor que o cartão de crédito para quem tem nome sujo.

Cuidados ao ter nome sujo e pensar em um cartão de crédito

O cartão de crédito com nome sujo é arriscado. Ele pode te afundar mais em dívidas. Portanto, só é válido quando for muito planejado, e estiver dentro das suas capacidades financeiras. (Foto: www.youtube.com)

Como conseguir cartão de crédito com nome sujo?

A melhor maneira é conseguindo um banco ou instituição financeira que ofereça um cartão de crédito consignado. Esse tipo de cartão descontará o valor de faturas e anuidades diretamente do seu salário. Para obter esse tipo de cartão, é necessário que a instituição financeira tenha uma parceria com a entidade que paga seu salário, seja ela empresa ou órgão público (INSS, funcionalismo público, pensão, etc). Tem menores juros, mesmo para quem tem nome sujo, e anuidades bem baratas.

O cartão de crédito pré pago é uma segunda opção. O cliente pode colocar dinheiro nesse tipo de cartão, e usá-lo sem pagamento de anuidade. Pode ser necessário pagar IOF e outras tarifas, de acordo com o tipo de cartão pré pago.

A terceira opção é passar a receber a conta salário em um banco, e fazer a solicitação de um cartão nessa mesmo instituição financeira. É difícil ser aprovado, mas pode ser facilitado pelo fato de você ter sua conta salário no banco.

A última opção são os cartões de crédito de lojas. Eles tem anuidades e juros mais caros, e são vantajosos apenas para clientes que comprar com certa frequência nessas lojas. Essas lojas fazem análise de crédito, mas fazem vista grossa, geralmente.

Cartão de crédito com restrição: pense bem!

Voltamos a reforçar: pense bem antes de fazer um cartão de crédito quando tem o nome sujo! Você pode estar cavando um buraco financeiro ainda mais fundo. Cuidado!

Você tem um cartão de crédito mesmo com nome sujo? Como fez para obtê-lo? Por que fez esse cartão?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)