Qual é melhor: viver sozinho ou com um companheiro de quarto? Não há uma resposta certa para esta questão: só depende de você e suas preferências. E em boa parte do Brasil, de suas finanças.

Se você está tentando decidir se irá voar sozinho ou iniciar a audição de potenciais companheiros de quarto, você pode encontrar alguma clareza, perguntando a si mesmo estas perguntas. Começando pela mais importante:

Como estão as suas finanças?

As finanças são muitas vezes a razão número um por que as pessoas decidem se tornarem companheiros de quarto. Simplificando, ter um companheiro de quarto poupa dinheiro em praticamente todas as suas despesas. Você pode dividir o custo dos serviços públicos ou mesmo a conta dos alimentos, quando você toma as providências adequadas. Talvez você pode até alugar um apartamento ou casa maior quando você dividir o aluguel com outra pessoa.

Mas lembre-se: o dinheiro não é tudo. Há certamente mais em jogo quando se trata de decidir se viver sozinho ou convidar alguém para compartilhar seu apartamento. Mas ele é sim, o principal elemento. Quanto mais pessoas dividindo um apartamento ou casa, menos vocês irão pagar de aluguel e contas, mas mais dores de cabeça terão ao dividir responsabilidades, dividir o banheiro. E se um atrasar a parte dele do aluguel? E se alguém não tiver pagando alguma conta? E quando alguém comer sua comida sem contribuir para a alimentação? Podem parecer muitas perguntas, mas acredite ou não, você terá de respondê-las antes do que imagina.

Você gosta de viver sozinho?

Se você tem um colega de quarto, há pouca chance de que provavelmente você vá se sentir solitário. Mas se você deseja um tempo sozinho e realmente preciso ficar sozinha para relaxar e recarregar, viver com outra pessoa pode grampear seu estilo e pode até causar estresse, mesmo se não há problemas particulares entre você e seu companheiro de quarto. Pense nos dias que você fica sozinho em casa: você consegue sobreviver, suporta até um nível aceitável companhias humanas ou realmente, foi feito pra viver sozinho?

Dividindo o aluguel

Seja dividir casa com uma, duas, ou até mais pessoas, você não pode deixar que dinheiro seja a única coisa a passar pela sua cabeça nessa decisão. (Foto: www.tenanthelp.com.au)

Você gosta de compartilhar?

Quando você tem um companheiro de quarto, você compartilha sua vida com outra pessoa, mas o quanto você quer compartilhar é com vocês dois (ou mais, no caso de repúblicas). Sejam vocês como dois estranhos ou como melhores amigos, você e seu companheiro terão de estar bem com a partilha. Você vai compartilhar detalhes financeiros para cuidar do aluguel e outras despesas a cada mês. E você vai compartilhar espaço de vida, é claro. Você pode até mesmo compartilhar os amigos!

Pode ser divertido ter alguém para ter essas experiências com. Se você encontrar uma alma gêmea como companheiro de quarto, você pode acabar tendo um melhor amigo em seu apartamento para compartilhar as refeições, bate-papo e baladas e isso é uma boa vantagem!

Agora, o mais delicado é compartilhar suas informações financeiras. Você é capaz de compartilhá-las sem problemas?

Quão privado é você?

Outra maneira de pensar sobre se deseja ou não compartilhar sua vida é considerar o grau de privacidade que você precisa. Se você vive em sua própria conta, você está livre para comer doce de leite direto da latinha às 3 da manhã usando seu pijama do super homem. Mas se você mora com outras pessoas, você pode não necessariamente fazer o que quiser, quando quiser. Seu companheiro de quarto pode ter amigos ou convidados visitando. Você pode ter que respeitar os desejos de seu companheiro de quarto não falar alto durante certos momentos. Se você valoriza a privacidade e independência, viver com um companheiro de quarto pode não ser o ideal para você.

Você poderia usar alguma ajuda?

É definitivamente bom ter um companheiro de quarto que pode ajudá-lo ao longo do tempo. É bom ser capaz de dividir os deveres não tão muito divertidos que vêm com ter um apartamento. Não sente vontade de lavar os pratos hoje à noite? Você pode convencer o seu companheiro de quarto para cuidar dessa tarefa, por exemplo. E se você também convive com um animal de estimação, ter um parceiro de confiança que pode observar o seu cão ou gato quando você vai embora para o fim de semana é uma grande vantagem!

Como você lida com o conflito?

Mesmo os melhores dos amigos, por vezes, enfrentam conflitos, seja por questões financeiras ou o desejo do seu colega de quarto para jogar videogames em alto volume, enquanto você está tentando relaxar. Não importa quão cuidadosamente você seleciona potenciais companheiros de quarto, você será obrigado a ter pelo menos um desentendimento com um colega de quarto. A única maneira de evitar completamente as pessoas conflitos em casa é viver sozinho.

Reflita bem sobre estes tópicos. Novamente, não é só uma questão financeira. Mas analisando desta forma global, suas economias serão muito maiores do que apenas o dinheiro.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)