Dependendo de quem você perguntar, as pessoas ou amam transporte público ou odeiam. Há uma abundância de prós e contras quando se trata de deixar o carro em casa e pegar o ônibus ou metrô para o trabalho ou escola, tudo depende do que é valioso para você e seu tempo. Antes de avaliar como economizar no transporte público, precisamos explicar um pouco sobre vantagens e desvantagens destes serviços no Brasil.

Tipos de transporte público no Brasil

Existem vários tipos de transporte público para ajudá-lo a se locomover pela cidade, ou mesmo entre municípios. O transporte público no Brasil ainda se limita aos ônibus, metrôs e trens urbanos. Alguns centros urbanos engatinham no uso do VLT, um veículo que lembra os antigos bondinhos. Um pró principal a usar o transporte público é que ele está disponível para qualquer um e todos. A desvantagem é que, durante certos períodos do dia, o transporte público pode ser superlotado. Vale lembrar que o Brasil não fez um planejamento do crescimento da frota de veículos e hoje sofre com o trânsito por causa disso.

Disponibilidade do transporte público no Brasil

O transporte público também ajuda a adolescentes e jovens adultos que não podem dirigir ou não tem veículos próprios a chegar ao trabalho ou aula ao longo do dia. Uma desvantagem do transporte público é a necessidade de projetar sua programação em torno de um horário de ônibus ou trem. Quando um ônibus chega a uma estação ou faz várias paradas no percurso pode ter um impacto direto sobre o horário que você chega a determinado lugar. Dependendo do horário, conforto é a última coisa que você irá encontrar. Quem mora em bairros mais afastados da região central também encontram dificuldades na hora de encontra rum ônibus.

Má qualidade do transporte público

Ao economizar no transporte público, você também pode buscar por mais conforto em seu dia a dia. (Foto: www.clickcamboriu.com.br)

Quais são os custos do transporte público no Brasil?

Possuir um carro pode se tornar muito caro quando você pensa no pagamento mensal do financiamento, no seguro, IPVA, DPVAT, taxa de licenciamento, manutenção e combustível. Porém, o transporte público fica cada vez mais caro e não há nenhum movimento do governo em prol do barateamento do transporte público, o que faz com que veículos como motocicletas e carros acabem tendo custos totais semelhantes ao do transporte público. Se levarmos em consideração também o tempo perdido para esperar o ônibus ou metrô e o tempo de transporte de sua casa até o destino, com todas as paradas envolvidas, você com certeza está perdendo dinheiro pelo tempo em que não pode fazer nada. Mesmo com congestionamentos de veículos, o conforto e praticidade de um carro podem dar uma qualidade de vida para você que não tem preço.

Impacto Ambiental do transporte público

Deixar o carro em casa e usar o transporte público reduz o impacto sobre o meio ambiente. Mas isso demanda uma conscientização global da população, e estamos ainda muito longe disso.

Como economizar no vale-transporte?

Falamos sobre tudo isso para considerar um ponto muito importante: quanto vale sua qualidade de vida? O transporte público tem uma péssima qualidade no Brasil. Além disso, parte do valor do vale-transporte é descontado em seu salário. Com a iniciativa do bilhete único em São Paulo, pelo qual se paga um valor fixo mensal para viagens ilimitadas com o transporte público, talvez a situação do preço total do vale transporte no final do mês mude em outras cidades do país.

Além disso, o transporte público está caro e oferece muito pouco ou nenhum conforto para os passageiros, principalmente em horários de pico. Quem tem carro, enfrenta congestionamentos nos grandes centros, mas pelo menos tem um pouco mais de conforto. Usuários de motocicletas e bicicletas saem na vantagem, apesar de fazerem um sacrifício na questão da segurança.

Forma de economizar

Quem pega mais de uma condução por dia, pode economizar com os bilhetes eletrônicos que normalmente tem descontos para quem pega mais de um transporte. (Foto: www.tribunademinas.com.br)

Você pode economizar dividindo com os amigos um carro e dividindo os custos para irem ao trabalho ou para a escola. Se você mora em uma cidade com poucos morros, a bicicleta poderá te levar a qualquer lugar. Bicicletas elétricas também são ótimas opções para cidades com terrenos mais irregulares, além de muito econômicas. Motocicletas também trazem a economia de combustível, mas vem com impostos e outros custos agregados. Tais veículos podem facilmente ser adquiridos com o dinheiro que sobra a partir do momento que você pede para sua empresa parar de descontar o vale-transporte.

Outra coisa a ser feita é tentar ir ao máximo de lugares possíveis a pé. Não falamos isso apenas por economia, mas por questão de saúde também. É sempre bom dar uma caminhada. Se não for caminhando, vá de bicicleta.

Toda escolha, no fim das contas, terá um custo, seja ele financeiro, na segurança, no conforto ou outros aqui não citados. A escolha de onde você quer economizar, pelo menos até o transporte público no Brasil melhorar, acaba sendo subjetiva e depende inteiramente de você.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)