Com todo meu tempo de experiência e pesquisa sobre finanças pessoais e minha própria experiência, eu fui de anti cartão de crédito para pró cartão de crédito, mas apenas para aqueles que podem usá-los de forma responsável. Como eu defino “responsável”? E por quê mudei de anti para pró?

Habilidades essenciais para usar o cartão de crédito

Essas habilidades incluem:

Aprenda a ler as letras miúdas. Leia o material legal quando você preencher o requerimento, quando você receber o cartão, e em todas as futuras expedições. Termos e condições do cartão de crédito podem ser confusos. Se você não entender alguma coisa, peça ajuda;

Reveja sua fatura de cada mês. Datas de vencimento, tarifas e taxas de juros estão sujeitas a alterações. Observe as transações e mantenha o olho aberto para fraudes. Muitas pessoas – e eu sou uma delas – realmente verificam as suas declarações online várias vezes por mês. Ao prestar atenção, você pode evitar que pequenos aborrecimentos se tornem grandes aborrecimentos.

Não tenha medo de falar. Se notar alguma coisa estranha em sua conta, ligue para o atendimento ao cliente . Se você quiser contestar um pagamento, ligue para o atendimento ao cliente . Se você quer uma redução da taxa , ligue para o atendimento ao cliente . Nunca é demais perguntar;

Desconfie das ofertas especiais de sua empresa de cartão de crédito. Entenda as taxas extras. Cuidado com ofertas para pular um pagamento parcelando sua conta. Suspeite de outros produtos que a empresa tenta empurrar: seguro, proteção contra fraudes, etc. Muitos destes são maus negócios para os consumidores;

Pague sua conta em dia e em pleno cada mês. Se você ainda não está em dívidas de cartão de crédito, não comece. Não confie em cartões de crédito para apoiar um estilo de vida que você não pode pagar. Não recorra ao uso de um cartão de crédito porque você não pode dar ao luxo de pagar em dinheiro por alguma coisa: use um cartão de crédito porque você pode.

Essas habilidades são todas um pouco acadêmicas. Elas são importantes sim, mas elas não abordam as questões comportamentais que levam a dívida do cartão de crédito. É uma coisa dizer para pagar sua conta no prazo e integralmente todos os meses, mas é outra coisa para realmente fazê-lo. O que a maioria das pessoas precisa são os métodos da vida real para o uso de cartões de crédito, sem entrar em dívida.

Cartão de crédito como ferramenta financeira

Você não precisa cancelar todos os seus cartões. Basta apenas ter o controle certo para tirar todas as vantagens desta ferramenta financeira. (Foto: www.iowahouserepublicans.com)

Comportamentos essenciais para usar o cartão de crédito sem se endividar!

Eu não posso falar por todos, mas sei que para mim , eu tive que adotar um conjunto real de orientações escritas para definir o comportamento do cartão de crédito aceitável. Não é brincadeira . Quando decidi entrar no mundo dos cartões de crédito, eu estava muito nervoso, então eu defini as seguintes regras básicas:

Decidir por comprar primeiro e depois decidir como pagar.Isto pode parecer senso comum, mas que costumava ser que eu deixava que o fato de que eu poderia pagar a crédito influenciasse a minha decisão. Agora, no entanto, eu decido se devo ou não fazer uma compra e então eu decido qual o método de pagamento que faz mais sentido para mim: dinheiro, crédito, débito, cheque, etc, decidindo se devo comprar antes de como comprar;

Nunca mais comprar nada ao menos que tenha dinheiro no banco para pagar. Em outras palavras, se eu vejo um novo sistema de videogame que eu quero , não vou comprá-lo sobre o crédito se isso significa que eu tenho que esperar o dinheiro. Ou, se eu decidir fazer uma viagem longa, eu não faço a compra ao menos que eu já tenha dinheiro no banco para cobrir toda a despesa. Eu só uso de crédito se eu posso realmente pagar com dinheiro. Por que não pagar em dinheiro, então? Porque muitas vezes o crédito é mais conveniente, e porque pagando com cartão de crédito eu participo de um programa de milhas excelente para acumular pontos para futuras viagens;

Pagar seu cartão na íntegra todos os meses. Isso remonta ao último item da lista acima. Esta é a minha regra número um. Todo o resto é secundário. Quando eu decidi tentar usar cartões de crédito novamente com cartões de recompensas, jurei que se eu carregasse uma dívida, eu cancelaria o cartão. Fuja dos juros absurdos o quanto antes;

Nunca usar o cartão para uma compra por impulso.Uma das coisas que me deu problemas com crédito foram os gastos por impulso. Eu tento não usar o meu cartão de débito para gastos por impulso, também, deixando apenas o dinheiro que está no meu bolso para estes custos.

Preocupar-se nunca é demais

Apesar destes passos cuidadosos, eu às vezes me preocupo com o meu uso do crédito. As pessoas tendem a gastar mais com crédito do que com o dinheiro? Estou fazendo isso? O meu uso do crédito prejudica as empresas locais ? (eu me recuso a usar o crédito na padaria local, por exemplo, porque já conversei com o proprietário e nós sabemos que as taxas comerciais para uso de cartão atrapalham o negócio. Sempre pago em dinheiro quando compro dele) e usando de crédito, eu estou alimentando o monstro do empréstimo?

Eu ainda estou desconfiado de cartões de crédito , e eu não acho que eles são para todos. Costumo dizer que os cartões de crédito são as serras de finanças pessoais: se você sabe o que você está fazendo e você os trata com respeito, eles podem ser uma ferramenta útil. Mas se você não tiver cuidado, eles podem causar uma série de prejuízos financeiros – e eles podem fazê-lo rapidamente.

Cartões de crédito não são uma fonte de dinheiro grátis, e você não deve tratá-los como tal. Cartões de crédito são ferramentas que permitem que você use o dinheiro que você já tem em diferentes formas mais eficientes.

Como você usa seu cartão de crédito? Aconselharia alguém a também usar? Como? Por quê?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)